Despencando

Charge 02-07-2015

fb-share-icon0
20
Pin Share20

Este post tem um comentário

  1. Jaci Capistrano

    Jovem diz na cara de Dilma nos EUA: “Terrorista, assassina, comunista!
    Se fosse aqui ela mandaria ele pra cadeia, lá a democracia permite! Viva a democracia rsrs

    NOS ESTADOS UNIDOS, JOVEM BRASILEIRO SE INFILTRA NA COMITIVA DA DILMA, PROTESTA, FILMA TUDO E ESPALHA NAS REDES SOCIAIS.

    Um jovem brasileiro que mora nos Estados Unidos, Igor Gilly, infiltrou-se na comitiva da Dilma, protestou contra a Presidente, filmou tudo e postou em sua página no Facebook. O fato ganhou destaque nos portais da grande mídia e já registra milhares de compartilhamentos nas redes sociais.
    O site da Folha de S. Paulo e o site de Veja noticiaram o fato. Transcrevo as duas matérias:
    Folha de S. Paulo: Um jovem brasileiro que mora nos Estados Unidos conseguiu ficar a poucos metros da presidente Dilma Rousseff e xingá-la de “assassina” e ladra. A ofensa ocorreu durante a visita da petista à universidade de Stanford, na Califórnia, em seu périplo pelos Estados Unidos, nesta semana.
    Ele ainda diz que “terrorista que rouba o dinheiro da população tem mais é que ser morto”.
    Igor Gilly gravou a abordagem em vídeo e publicou em sua página no Facebook. No perfil, o jovem, que aparenta ter menos de 30 anos, defende a queda de Dilma e exibe fotos ao lado do deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ).
    “Cadê o dinheiro da Petrobras?”, questiona o jovem no início do vídeo. Pela gravação, parece que ele está acompanhado de um segundo rapaz, que também ofende a presidente. “Vai cair, hein?”, ele diz.
    “Terrorista que rouba o dinheiro da população tem mais é que ser morto”, conclui. No vídeo, é possível ver que a abordagem ocorre quando a presidente chega à universidade, ao lado da ex-ministra de Estado dos Estados Unidos Condoleezza Rice.
    Ele ofende a presidente por quase 1min20s, até que uma segurança americana pede que saia do local. O ministro da Defesa, Jaques Wagner, passa pelo jovem e pergunta se ele está com “dinheiro do papai no bolso”. “Não, eu não sou petista”, ele responde.
    A comitiva de Dilma demora a reagir e, quando os seguranças da presidente tentam intervir, Gilly argumenta que eles “não mandam nada” em solo americano.
    A Folha não conseguiu localizar o jovem para comentar o episódio. Em seu perfil, ele disse que “valeu a pena” ter se infiltrado na comitiva presidencial.

    https://www.youtube.com/watch?v=gNw-GBg-5Bc

Deixe um comentário