Feijó nega ter recebido oferta em dinheiro de Garotinho

Aqui, o jornalista Jorge Bastos Moreno publicou que o deputado federal Paulo Feijó (PR) recebeu uma oferta em dinheiro para mudar seu voto amanhã, favorável ao impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT). Indagado agora pelo blog, por telefone, sobre a nota do Moreno, Feijó negou que o secretário de Governo de Campos, Anthony Garotinho (PR), com quem conversou ontem e depois plantou junto o jornalista Fernando Molica uma nota da conversão dilmista do deputado. Como disse ontem aqui, ele continua afirmando que não chegou a conversar com Garotinho sobre o assunto.

Abaixo, a transcrição da nota do Moreno:

 

Moren

 

O deputado Paulo Feijó (PR-RJ) foi chamado a um certo bunker, por algum colega de partido de um determinado estado de um certo país do planeta terra.

De lá, saiu contabilizado como alguém que teria mudado de posição na votação do impeachment.

Um outro colega seu de bancada, incrédulo com a notícia, procurou o Feijó para se certificar da súbita conversão do amigo. Mas foi recebido com pedradas:

— Você me respeite! Sou um homem sério! Não sou de mudar de opinião!

E acabou revelando a conversa nada republicana que tivera com aquele colega, lá naquele certo bunker:

— Eu falei para aquele …. ( leia-se um palavrão de deixar qualquer mãe ofendida ) que sou um homem honrado, que não me vendo. Mandei ele me respeitar e enfiar o dinheiro no… ( senhores, é melhor nem ler o resto, se algo eu tivesse que acrescentar, desrespeitando o meus leitores ).

Ah, Paulo Feijó vota pelo impeachment da presidente.

E a conversa nada republicana foi mantida apenas com o seu colega, sem a participação de nenhum outro integrante do governo. Ainda bem.

 

Atualização às 9h14 de 17/04: A jornalista Suzy Monteiro foi a primeira a divulgara aqui a nota do Moreno.

 

fb-share-icon0
20
Pin Share20

Este post tem 4 comentários

  1. Antonio Bernardes

    Ainda não explicou o porque ter votada pela reeleição do FHC….

  2. Mauro Viana

    O deputado é um gentlemen, não iria acusar assim. Mas como todo o povo campista sabe da forma de persuasão do little boy, ou seja, dinheiro compra tudo e todos, é a mesma coisa que crer que coelho bota ovo de chocolate.

  3. Edimar

    É o vale tudo da política brasileira.

  4. Jaci Capistrano

    Bastidores do poder: Garotinho está no Palácio do Alvorada reunido com a Dilma. Aos 45 do segundo tempo, foi convidado pela própria presidente a assumir a tropa de choque dela.
    Reverteu 11 votos
    Tem um enorme poder de articulação
    Promessa de vir Ministro da Dilma 3.0

Deixe um comentário