Opiniões

“Governo Rosinha foi o melhor que Campos teve; disparado!”

A partir da experiência à frente do Fundecam e, nos últimos quatro anos, na secretaria de Agricultura, Eduardo Crespo chegou por último entre os pré-candidatos governistas à sucessão da prefeita Rosinha Garotinho (PR), a quem credita “o melhor (governo) que Campos já teve”. Com críticas a uma oposição que entende só fazer críticas, ele enxerga no estímulo à iniciativa privada o caminho de um futuro sem a mesma capacidade de investimento dos royalties.

 

Eduardo Crespo (foto de Rodrigo Silveira - Folha da Manhã)
Eduardo Crespo (foto de Rodrigo Silveira – Folha da Manhã)

 

Governo Rosinha – Foi o melhor que Campos já teve; disparado! Foi fundamental a experiência dela como governadora do Estado do Rio. Em curto espaço de tempo, já no primeiro mandato, foi implantado até maio de 2009 a passagem a R$ 1,00. Seu maior marco foi o desfavelamento. Fomos o único lugar do país, nos últimos anos, que alcançamos esse patamar, a partir do “Morar Feliz”. Outro quesito foi o investimento de infraestrutura básica, em Donana, em Ururaí, com o “Bairro Legal”. Mais de uma Quisssamã foi erguida em Campos com as novas obras. Na continuidade do seu mandato (a partir de 2013), isso foi estendido a outras localidades. O resgate da Prefeitura em parcerias com o governo federal atraiu recursos em projetos na saúde e educação. Nós mesmos, na secretaria Agricultura, fizemos projetos como o “Kit Mais Leite”, fornecendo tanques de resfriamento de leite e botijões de sêmen, para melhoramento genético, com recursos do ministério de Agricultura. Antes, não podíamos fazer por falta de certidão negativa, na herança que ela (Rosinha) tinha encontrado.

Oposição – Acho a oposição muito fragilizada, por falta de uma visão realista do futuro, com a discussão de propostas. O que nós vamos fazer no governo até as prévias (de maio a julho), quando avaliaremos criticamente o que fizemos e o planejaremos o que vamos fazer. Na minha visão, temos que focar em como vemos Campos em 2020, e no que podemos fazer para ter essa meta alcançada. O que a prefeita vem realizando é fruto de um plano de governo. Infelizmente, há quatro anos, ninguém sabia o que iria acontecer, com a queda do barril de petróleo, forçando-nos a readequar o plano de governo. A oposição é vazia! São acusações pelas acusações, para confundir a opinião pública. Mas a sociedade, vide o que acontece hoje em Brasília, já está sabendo diferenciar isso.

“Independentes” – Acho que estão esperando para que lado a coisa vai pender. Está igual a meteorologia: espera para ver se vai chover, se vai dar sol, para ver que roupa vai usar.

Vir de vice – Não sei avaliar. É uma definição para o grupo. Isso estaria atrelado a quem for indicado como candidato a prefeito. Será inteligente a complementação de perfis numa mesma chapa. Somos hoje oito pré-candidatos, todos preparados para exercer uma candidatura a prefeito e vice. Saindo a definição de prefeito e vice, todos têm que se comprometer a apoiá-los, assim como as propostas discutidas.

Vice – Pela lógica da complementação, a experiência que adquiri no Fundecam (três anos e meio) e, sobretudo, na Agricultura, capilarizaram meu nome no interior. Se seu for candidato a prefeito, o ideal é que o vice fosse alguém com capilaridade na “pedra” (área central).

Fogueira das vaidades – Não vejo isso em nosso grupo, em nossos pré-candidatos. Vejo pessoas com vontade de trabalho, de acertar, a partir das visões e experiências diferentes. Cheguei agora (29 de março, quando foram anunciadas as prévias) e a receptividade, o tratamento das pessoas, é muito bom. A proposta é tratar as coisas com transparência e chamar para o debate, chamando a sociedade, para ouvi-la. Eu, particularmente, não tenho vaidade nenhuma. Acho que a oposição é que está muito envaidecida. Se sustentam na crítica pela crítica, tendo como alvo nossa liderança, que é o Garotinho, mas não na discussão dos nossos problemas. Temos problemas? Lógico! Mas como revolvê-los? Só a política do antagonismo não leva a nada.

Experiência administrativa – O poder de investimento que tínhamos com os royalties não vai voltar mais. Quem pode alavancar o desenvolvimento da cidade é o setor privado, na cidade e no campo. Você não pode fazer uma pessoa se transformar num empreendedor, mas pode criar o meio para quem é empreendedor aparecer naturalmente. Esse é o nosso desafio!

 

Página 2 da edição de hoje (21/04) da Folha
Página 2 da edição de hoje (21/04) da Folha

 

Publicado hoje (21/04) na Folha da Manhã

 

fb-share-icon0
20
Pin Share20

Este post tem 8 comentários

  1. deve ser um puxa saco. a favela so mudou de endereço.

  2. Desculpe, mas nem li a materia… Só com o titulo já fiquei enjoado… Oleo de peroba em eduardo crespo… Governo bilionario, pede falencia para não pagar aos pequenos e paga a imbeGGGG, working, emec, vital, expoente, edafo, gap, merlin, odebrecht??? Cara de pau… eee Campos…

  3. Com certeza será inesquecível, que FALIU A MINHA CIDADE MEU AMOR!

  4. Eu nao consigo expressar com palavras o desprezo por alguem que defende esse governo. O povo de Campos está sofrendo por conta desse governo, que já passou dos limites do que é ruim.

  5. Caro Eduardo Crespo. Companheiro não consigo te ver proferindo tais palavras atribuídas a você nessa entrevista. Sempre me pareceu uma pessoa digna e com caráter. Por necessidade financeira não é. Seria por vaidade. pouco provável. Você nunca foi insano. Fico aqui a me perguntar o que levaria uma pessoa como você, digna e honrada o compactuar com esse desmando administrativo ocorrido em Campos. Sobre o casal, eu me recuso a tecer qualquer tipo de comentário.

  6. Percebi, que vc de boca fechada era mais lucrativo , e menos agressivo, aos municipes , que confiaram na familia , o municipio destruido , foj colocado Dr Geraldo Venancio , com credibiludade na area em que conhece muito, oara tentar dar uma solucao, creditos futuros penhorados , e tantas outras cousas , que me preocupam, agoea vem vc falar uma bobagem , desta , achando que a populacao e cega ,burra e idiota vc de boca fechada ,deve ser inteligente pelo menos com o seu proprio intereses , mais falando o que pensa so vem a dificultar as coisas , se e que Garotinho ainda tem intensao de fazer o proximo , pref. Certas horas na vida o silencio ou boca fechada , e a melhor opcao.

  7. Nem é preciso andar muito é só dá uma olhada na cidade para ver o caos que está, sem falar na saúde que acabou e a educação e a pior de todos os tempos. E muita cara de pau esse sujeito falar essa asneira. Ele é seus comandantes deveriam comprar uma passagem só de ida para bem longe de nossa cidade. Porque em outubro eu CAIO de (trecho excluído pela moderação) neles!!!

  8. Lamentável ouvir Eduardo,a quem conheço faz tempo.Sempre achei ele’normal’,como eu.Ledo engano,a visão mais exdrúxula do governo Rosinha veio de sua boca.Achei que fosse piada,depois ví que não.É um desrespeito à população de Campos o que ele falou aqui.Se queria visibilidade,conseguiu,negativa.Se alguém estava simpático à sua pré candidatura,não tem mais dúvidas:ela também é uma piada ,de mau gosto conosco,seguindo a linha de seu chefezinho.

Deixe uma resposta

Fechar Menu