Após Caio e Gil, sucessão de Rosinha agora espera PR, Tô Contigo e PT

Ponto final

 

 

Tabela anunciada de Gil e Caio

Num mês de definições de chapas, cujo prazo finda em 5 de agosto, esta penúltima semana de julho começou cheia de novidades. A mais relevante delas, foi antecipada (aqui) pelo blog “Opiniões”, desde o dia 8: Gil Vianna (PSB) roeu mesmo a corda com o vereador e pré-candidato a prefeito Rafael Diniz (PPS), trocando-o por Caio Vianna (PDT), de quem será vice na luta pela sucessão do governo Rosinha Garotinho (PR). Apesar da palavra empenhada anteriormente com Rafael, Gil seguiu a orientação estadual do seu PSB, cujo presidente e senador Romário posou ontem (18) no Rio, entre os dois campistas, como padrinho do casamento com o PDT.

 

Chance real?

Das outras novidades anunciadas também nesta coluna, se o ex-vereador Rogério Matoso (PPL) prometeu (aqui) uma “surpresa partidária”, ela não deixou de se confirmar com revelação da aliança com a ex-candidata a prefeita e atual pré-candidata a vereadora Odete Rocha (PC do B), anunciada (aqui) e confirmada (aqui) no blog “Na curva do rio”. Se vai ser ou não suficiente para dar alguma chance real na eleição de um, outra, ou ambos, o tempo dirá. Mas, por enquanto, a relevância não parece exceder a do anúncio (aqui) do Psol em desistir de lançar candidatura à sucessão da prefeita Rosinha.

 

Nildo reagiu

Quem reagiu rápido à ameaça de perder o DEM, e com ele uma pré-candidatura a prefeito que ainda pode ser usada para cacifar sua tentativa de reeleição a vereador, foi Nildo Cardoso. Após já ter perdido (aqui) o PMDB de Campos ao deputado estadual Geraldo Pudim, bastou este se reunir (aqui) em Brasília, no dia 14, com o recém-eleito presidente da Câmara Federal, deputado Rodrigo Maia, para Nildo ir ao Rio (aqui) no dia 16 e também posar aos fotógrafos com o filho do vereador carioca César Maia (DEM).

 

O que resta a Tô Contigo

Enquanto o governo não revela se lançará o vice-prefeito Chicão Oliveira (PR) ou o vereador Paulo Hirano (PR), a única novidade com a mesma importância da confirmação de Gil na chapa de Caio é o destino do vereador e pré-candidato a prefeito Tadeu Tô Contigo (PRB). Num partido sem estrutura, minado politicamente pelo interesse comercial da emissora de TV na qual trabalha e com a desistência do PSC do vereador Genásio numa aliança, como anunciou (aqui) o “Blog do Bastos”, as chances do apresentador parecem bifurcadas entre vir de novo à Câmara Municipal, ou aceitar (aqui) ser vice na chapa de Rafael — o que daria um gás também à pré-campanha deste.

 

PT para Caio ou nada

Bem verdade que, além de anunciar o apoio do PC do B de Odete, Rogério também foi sabatinado pela executiva municipal do PT, no último sábado, como tinham sido nos anteriores, respectivamente, Caio e Rafael. Embora este tenha causado boa impressão pessoal, por ser filiado ao PPS, deve no máximo levar (aqui) o apoio pessoal de algum pré-candidato petista a vereador, como o Professor Alexandre. O tempo de propaganda de TV, real interesse (aqui) na sucessão de Rosinha, ou vai ficar também com Caio, por conta (aqui) do PDT, ou servirá para nada numa candidatura própria de Hélio Anomal a prefeito.

 

Publicado hoje (19) na Folha da Manhã

 

fb-share-icon0
20
Pin Share20

Deixe um comentário