Desespero com segundo turno faz Garotinho atacar Picciani e Arnaldo

homer desesperado

 

 

“É a tática de quem bate a carteira e grita pega ladrão”. Foi assim que o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) já definiu (aqui) a praxis política do PT federal. Entre tantas outras semelhanças, a definição serve como luva à prática de sempre do ex-petista Anthony Garotinho (PR).

Ontem, em seu blog, o marido e secretário de Governo da prefeita Rosinha Garotinho (PR) reproduziu (aqui) notas do jornal “Extra”, do grupo Globo — que ataca ao ser alvo de matérias críticas, mas usa para tentar endossar seus ataques aos outros. E, a partir das notas, questionou a nomeação do ex-prefeito Arnaldo Vianna como subsecretário estadual de Saúde, após a filiação deste ao PMDB.

Após um longo tempo sem atacar o presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) e do PMDB fluminense, Jorge Picciani, a quem já chamou de “Rei do Gado”, Garotinho atribuiu a este presidente a indicação de Arnaldo “goela abaixo” do governador em exercício Francisco Dornelles (PP).

E ao puxar o assunto à sucessão de Rosinha, Garotinho acusou o golpe quando fingiu bater:

— O desespero do PMDB em Campos é tão grande que foi buscar apoio do ex-prefeito Arnaldo Vianna, que nem pôde ser candidato.

Na tradução da retórica garotinha à realidade, a declaração poderia ser lida:

A – O apoio de Arnaldo transformou a candidatura a prefeito de Geraldo Pudim (PMDB) em competitiva — como evidenciaram as recentes pesquisas Pro4 (aqui) e iNovo (aqui).

B – Com Pudim, além de Caio Vianna (PDT) e Rafael Diniz (PPS) competitivos, o segundo turno é uma certeza matemática.

C – No segundo turno, residem as melhores (e talvez únicas) chances de vitória da oposição.

Traduzido na tecla SAP, entendeu de quem é o desespero? E por quê?

 

fb-share-icon0
20
Pin Share20

Este post tem 3 comentários

  1. savio

    Eu fico imaginando a “agonia” que o grupo rosa deverá sentir se a oposição avançar e conquistar o Poder. Claro, não basta só o Prefeito e Vice, depende da bancada de vereadores.

    Agora com este retrocesso legal anunciado nesta semana, onde serão os vereadores que poderão julgar as contas dos Prefeitos, e consequentemente, causar impedimento com força de “ficha limpa”, as coisas podem piorar enormemente, inclusive escondendo fraudes e toda espécie de má fé dos governantes.

    Quando pensamos que os entes públicos trabalham em prol de uma democracia mais ética, nos surpreendemos com “aleijões jurídicos” como esta proposição indecente!

    Mas, imagino o que deve passar pela cabeça de “certos” políticos, principalmente o medo de ficar exposto e correndo o risco de ser preso por desonestidade. Com toda a certeza, quem entrar, tem o dever moral de não deixar pedra sobre pedra, tem que vasculhar tudo, de “A” a “Z”e levar ao conhecimento da Justiça e de toda a população.

  2. Roberto

    Analisando a política campista, vislumbro que:

    Chicão vai pro 2º turno, pois a máquina é forte!

    Caio tem chances, na minha visão, de 20%. Vai depender de como a população vai receber o apoio de Arnaldo a Pudim. Se entender como “traição do Pai”, ele ficará como coitadinho e vai angariar votos.

    Rafael é o cavalo azarão, mas sendo o que tem menor rejeição, tende a captar os votos dos descontentes (que são a grande maioria). Mas como Campos tem “currais eleitorais”, alguns Prefeitáveis vão lhe roubar votos neste 1º Turno. Mas apostaria que ele chega na frente de Caio.

    Pudim… Esse é ruim de voto! Nem se todo mundo apoiasse ele, ele ganhava. Acho que nem se concorresse sozinho! Além disso, pesam os fatos dele ser considerado por uns “traidor” de Garotinho, e por outros, apenas um fantoche fingindo que está brigado com o casal para ser a 2ª opção em caso de rejeição do candidato do Governo. Mas vai chegar, no máximo em 4º lugar. A sua única salvação seria Picciani despejar dinheiro na campanha dele, mas com a Justiça Eleitoral “apertando” como está, não será possível.

    Nildo e Papinha nem merecem comentários. Sairão dessa eleição mais esquecidos que cueca furada em gaveta de guada-roupa velho. Como diria o Capitão Nascimento: “Nunca serão”!

    Rogério Matoso é o que me dá mais pena. Um cara super gente fina, do bem, entrosado… Podia vir como Vereador, teria boas chances. Mas aí, o cara “cisma” que vai vir Prefeito. Sem noção, né! Beira ao ridículo! Vai ficar em último e não bate 500 votos.

    Concluindo, fica assim:

    Chicão x Rafael ou Caio (2º Turno)

    Aposto em Rafael, mas vejo Caio com chances.

    Oportunamente farei uma análise das campanhas de Vereador.

  3. marcos andrade moreira

    CARACA AGORA QUE ME DEI CONTA.E UMA CAMA DE GATO PARA ARNALDO POLITICAMENTE COM TANTOS. CANDIDATOS DA OPOSICAO E UMA PROVA DE FOGO A ARNALDO APOIAR PUDIM E SE ELE FOR MAL VOTADO?alias nai entende por que a oposicao que este elefante branco que se tornou a prefeitura apis janeiro. vai aparecer a verdadeira falencia e como querer de heranca dividas so pode ser ego.

Deixe um comentário