Pezão adia reunião sobre Uenf e apostas rolam na Câmara de Campos

 

Charge do José Renato publicada no domingo (30) na capa da Folha da Manhã

 

 

 

 

Crise na Uenf: Pezão adia

Alvo de boa parte da edição da Folha do último domingo (30), a crise na Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf) Darcy Ribeiro teve ontem mais um capítulo. E ele não foi favorável. Depois do governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) se reunir com reitores das universidades estaduais no último dia 17, uma nova reunião estava marcada para ontem. Mas ela acabou adiada de última hora, por conta de uma viagem de Pezão a Brasília, onde ele tenta ajuda da União para superar a crise financeira sem precedentes do Estado do Rio.

 

Até quando?

Em entrevista exclusiva, de duas páginas, publicada na edição dominical da Folha, Pezão foi perguntado se teria boas notícias para a reunião então agendada com os reitores da Uenf, Uerj e Uezo. Como o governador tergiversou na resposta e acabou adiando o encontro de ontem para a próxima sexta (07), tudo leva a crer que ainda não exista nenhuma boa nova. Enquanto isso, a ruim foi antecipada pelo reitor da Uenf, professor Luiz Passoni, que também falou na Folha de domingo: “É difícil saber até quando estaremos funcionando nestas condições”.

 

GCM do fundamental a médio

Ontem à noite, cerca de 70 auxiliares de vigilância Guarda Civil Municipal (GCM) de Campos fizeram uma manifestação em frente à Prefeitura. Aprovados em concurso para ensino fundamental, eles reivindicaram alteração de função e equiparação salarial com quem entrou na Guarda concursado para nível de ensino médio. O prefeito Rafael Diniz (PPS) recebeu uma comissão dos manifestantes e disse não ser possível. Eles prometeram um novo protesto para hoje de manhã, diante da sede da GCM.

 

Cadeiras à espera

O prazo para que as quatro cadeiras ainda em aberto na Câmara de Campos sejam ocupadas pelos suplentes dos cassados na Chequinho é de até 15 dias, segundo afirmou, ontem, o presidente da Casa, Marcão Gomes (Rede). No entanto, tem vereador que foi afastado apostando que isso não ocorrerá, porque estão confiantes em uma vitória no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ainda esta semana. Com isso, eles seriam reconduzidos aos cargos que perderam por condenação do uso do Cheque Cidadão na compra de votos.

 

Aposta em Luciana Lóssio

Nos bastidores, o motivo para tal otimismo não estaria respaldo em outra coisa a não ser o fato da ministra Luciana Lóssio estar de saída do TSE na sexta-feira, dia 5, quando encerra o seu mandato. Indicada para o Tribunal pela ex-presidente Dilma Rousseff, Luciana atuou quatro anos. Bastante conhecida pelos campistas, a ministra é relatora de quase todos os processos relacionados a Campos e foi determinante, ano passado, nos recursos do caso Chequinho que chegaram ao TSE, inclusive concedendo a liberdade a vereadores e a Anthony Garotinho (PR), presos na operação.

 

“Bala na agulha”

A aposta feita por alguns rosáceos na volta dos 11 vereadores à Câmara é alta. Um deles tem até falado que aposta R$ 50 mil com  quem quiser, que ele e os outros dez vão reassumir as suas vagas. Apesar de estar sem receber como vereador, parece estar com “bala na agulha”. No entanto, só esqueceu de um detalhe: a volta de Cecília Ribeiro Gomes (PT do B) não está condicionada apenas a se livrar da Chequinho, mas também à desconsideração de uma decisão dada pela mesma Luciana Lóssio, que garantiu a recontagem dos votos e a vaga a Marcos Bacellar (PDT).

 

Da capital ao interior

Ontem a região metropolitana do Rio viveu uma onda de violência e terror acima do normal, com atraques a ônibus, confrontos e total descontrole das forças de segurança que já registram índices semelhantes aos de antes da implantação das Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs). Da capital ao interior, a crise na economia do Rio tem refletido diretamente na segurança, fazendo do estado “terra de ninguém”. Assaltos viram rotina e a ausência de policiamento na divisa com o Espírito Santo, por exemplo, é a prova que aqui entra quem quer e para fazer o que quiser.

 

Com a colaboração do jornalista Rodrigo Gonçalves

 

Publicado hoje (03) na Folha da Manhã

 

fb-share-icon0
20
Pin Share20

Este post tem um comentário

  1. Sandra Maria Teixeira dos Santos

    Fora Pesão Vc é (trecho excluído pela moderação)

Deixe um comentário