Fernando Leite — Credo dos cretinos

 

 

 

No tempo presente, os criminosos, das mais diferentes patentes, flagrados no confessionário das escutas telefônicas e das lentes multivariadas das câmeras dos telefones celulares, exibem ao público passivo seu deboche e sua certeza de impunidade.

Todos, invariavelmente, todos acusados da devastação no erário público, se defendem, invocando o CREDO DOS CRETINOS, aquele que alega para os mais desavergonhados culpados o álibi da perseguição política.

Qualquer semelhança com o tempo presente, não é mera coincidência. É intencional.

 

Mitômano

 

Estão atrás de mim

Os moinhos de vento,

Os dragões de papel,

Os bedéis,

Os bacharéis,

Os coronéis

E todos os juízes

E todas as atrizes

E as Meretrizes de todos os matizes.

Correm atrás de mim

Cavalos alados,

Pigmeus de jardim,

Os mandarins,

Soldados de marfim,

Arautos do meu fim.

 

E quando não há ninguém

eu mesmo corro atrás de mim.

 

Perseguem-me

Gigantes de aço,

O polvo dos mil braços,

As volantes do cangaço.

Fujo dos girondinos,

dos jacobinos,

dos florentinos,

de todos os meninos que

como eu, resistem em crescer.

Os anjos da noite

Me espreitam

Nas esquinas,

Sou maldito fruto

Entre as meninas,

O menos cobiçado arlequim

Do carnaval.

Sobre mim

A fúria dos calvinistas,

Dos kardecistas,

Dos luteranos,

Sem contar a conspiração

do Vaticano.

Deus e o diabo

Ameaçam me devorar.

Contudo, resisto, inimigos de todos os reinos,

Senhores dos impérios mais distantes,

Algozes gigantes do alto dos arranha-céus.

 

Sei que até os desconhecidos

querem meu fim,

pela mais insana inveja,

porque sou protagonista

da mentira que inventei

pra mim.

 

fb-share-icon0
20
Pin Share20

Este post tem 6 comentários

  1. Fernanda Salles

    Essa mania de perseguição é conhecida do campista. Ali bem perto da curva da Lapa.

  2. Armonia Gimenes de Salvo Domingues

    “E quando não há ninguém/eu mesmo corro atrás de mim”. Diz o poeta…Talvez para disfarçar a perseguição, pois tal como a lenda do Curupira do Brasil, que tem os pés pra trás para não se deixar pegar…À medida que corre, desmancha a pp rota. Fernando nosso poeta mor…gosto mto…

  3. Sandra Maria Teixeira dos Santos

    Lindo poema

  4. sandro

    verdade Fernanda!
    o interessante que por muito menos o avião preto pousou em campos e levou politicos de menor proporção para um passeio!

  5. Fernando Leite

    Aos caros leitores, agradeço-lhes a generosidade, as palavras de estímulo, o que aumenta sempre a responsabilidade de trocar informações neste espaço democrático do Blog Opiniões. Abraços gerais!
    Fernando.

  6. Josias

    Já disse São Paulo aos Coríntios: “Procurai os melhores dons!” Parabéns, Fernando Leite, você achou! Um brinde à eloquência sucinta! Um basta aos prolixos inócuos!

Deixe um comentário