Santos 4 a 0 Flamengo deve servir de aviso para quem quer encarar o Liverpool

 

 

Que o Flamengo iria perder sua invencibilidade, era só uma questão de tempo. Mas, goleado por 4 a 0 hoje pelo Santos, a forma como foi preocupa. Sobretudo por ter sido o último jogo do time no Brasileirão, que conquistou com sobras, antes de voltar a campo no dia 17 pela semifinal do Mundial no Qatar, contra o vencedor entre o árabe Al Hilal e o tunisiano Espérance, respectivos campeões da Ásia e da África. Quem quer que seja o adversário daqui a 9 dias, para superá-lo e conseguir reeditar a sonhada final com o Liverpool, no dia 21, terá que encarar sua faixa de campeão brasileiro carimbada como alerta.

É compreensível que a cabeça dos jogadores campeões brasileiros e da Libertadores já estivesse no Qatar, após a despedida do Maracanã com os 6 a 1 sobre o lanterna Avaí na quinta. Mas com 10 titulares dentro do campo neste domingo, não se pode atribuir à derrota à escalação de Rodinei, único reserva, na lateral-direita. Bem verdade que ele levou um baile do venezuelano Soteldo, que acabou gerando o primeiro e o terceiro gols do Santos, marcados por Marinho e Sacha. Mas o titular e experiente lateral-esquerdo Filipe Luís também falhou feio no segundo, anotado pelo uruguaio Sánchez, que ainda marcaria o quarto.

Ao lado do campo na Vila Belmiro, a postura apática de Jesus, com gripe após a chuva que tomou no Maracanã de quinta, também não pode servir de desculpa. Na coletiva após o jogo, o treinador português disse: “Eu escalei 11 jogadores, desses 11, cinco ou seis entraram em campo”. Um dos “ausentes” foi Gabigol, que teve as três melhores chances do Flamengo, duas delas antes do placar ser aberto. E foi ele que, no jogo equilibrado com o Santos no 1º turno do Brasileirão, acabou definindo aquela partida pelo placar mínimo, em um belo lance individual. No acumulado dos confrontos entre os dois melhores times e treinadores do Brasileiro, o argentino Jorge Sampaoli deu uma lambada de 4 a 1 no seu xará luso.

Aos torcedores rubro-negros que passaram a cantar “Ô, Liverpool, pode esperar/ A sua hora vai chegar”, chegou a hora de colocar os pezinhos no chão. Se o Flamengo perdeu hoje uma invencibilidade de 29 jogos, o clube inglês em que brilham craques internacionais como o egípcio Salah, o senegalês Mané, os brasileiros Firmino e Alysson, ou os holandeses Wijnaldum e Van Dijk — zagueiro que só ficou atrás de Messi na última eleição da Fifa de melhor do mundo — não perde uma partida desde janeiro. São 33 jogos sem conhecer a derrota na Premier League, maior sequência invicta da história do maior campeonato de futebol do planeta. Que o Liverpool lidera isolado com 46 pontos de 48 possíveis.

 

 

fb-share-icon0
20
Pin Share20

Este post tem um comentário

  1. Lane

    Mengão é assim mesmo – Perde quando pode empata quando precisa e ganha quando quer.
    o Liverpool pode esperar que sua hora vai chegar. Mengão vai disputar se vai ganhar não sei mas vai a final estou muito satisfeito com esta campanha. Saudações Rubro Negra

Deixe um comentário