Restaurante Popular: como Rodrigo, gestão Rafael acusa interferência de Wladimir

 

Depois do deputado estadual Rodrigo Bacellar (SD) ter afirmado hoje (confira aqui) no Folha no Ar 1ª edição, da Folha FM 98,3, que o Restaurante Popular será retomado ainda este ano pelo governo Wilson Witzel (PSC), mas sem a parceria proposta (reveja aqui) pelo governo municipal Rafael Diniz (Cidadania), foi gerada a este a demanda de posição. Em junho de 2017, o Restaurante teve suas atividades interrompidas (relembre aqui) pelo município, que à época alegou falta de verba.

A resposta à revelação hoje do deputado no Folha no Ar veio da secretaria de Desenvolvimento Humano e Social de Campos, hoje comandada pela advogada Priscila Marins. Sua pasta, como fez Rodrigo, creditou como principal causa da decisão da administração Witzel a interferência do deputado federal Wladimir Garotinho (PSD), pré-candidato a prefeito em outubro.

Confira abaixo a resposta da gestão Rafael ao anúncio de Rodrigo sobre o Restaurante Popular:

 

Prédio do Restaurante Popular desativado em junho de 2017 pelo governo municipal, de propriedade estadual (Foto: Genilson Pessanha – Folha da Manhã)

 

A entrevista do deputado estadual Rodrigo Bacelar (SD) demonstra a dificuldade encontrada pelo município em reinaugurar o restaurante popular Romilton Bárbara. Assim que assumiu o comando da secretaria municipal e Desenvolvimento Humano e Social, o ex-secretário, agora deputado federal Marcão Gomes (PL) buscou junto ao Governo do Estado a renovação do convênio para utilização do imóvel e equipamentos para reabertura do Restaurante, reunindo-se (relembre aqui e aqui) com o vice-governador do Estado.

O município recebeu a visita de técnicos da subsecretaria estadual de Segurança Alimentar, que vistoriaram o imóvel para dar início ao novo convênio, orientando o município a formalizar esse interesse por escrito.

Assim, em 29 de março de 2019, após visita técnica do Estado e a reunião do ex-secretário Marcão Gomes com o vice-governador, foi protocolado na secretaria municipal de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos o ofício no 168/2019 – GAB/PREF, onde foi requerida a adoção das medidas cabíveis para a formalização do acordo de cooperação técnica para gestão compartilhada do Restaurante Cidadão Romilton Bárbara.

Ocorre que, até a presente data o referido ofício não obteve resposta, mesmo diante das insistentes cobranças do município.

Infelizmente, a resposta não veio e a parceria não foi formalizada em virtude da interferência do deputado federal Wladimir Garotinho (PSD), que encaminhou ofício ao governador solicitando a retirada da gestão do Restaurante do governo municipal. O que foi denunciado pelo ex-secretário Marcão Gomes e, agora, confirmado pelo deputado estadual Rodrigo Bacelar.

A secretaria de Desenvolvimento Humano e Social tentou devolver à população o Restaurante Popular, por meio de programa municipal próprio, o que restou frustrado ante o alto custo envolvido e a crise financeira que o município vem passando, agravada pelas quedas sucessivas dos repasses dos royalties do petróleo.

Infelizmente, o interesse político do deputado federal Wladimir Garotinho foi e vem sendo o principal responsável pela não reabertura do Restaurante Popular.

 

fb-share-icon0
20
Pin Share20

Deixe um comentário