Opiniões

Fábio Ribeiro critica Rodrigo Bacellar e minimiza posição de Caio

 

Fábio Ribeiro, presidente da Câmara Municipal de Campos (Foto: Folha da Manhã)

 

“Existe uma carga pesada do deputado estadual Rodrigo Bacellar (SD) para desestabilizar o governo Wladimir (Garotinho, PSD)”. Foi o que o presidente da Câmara Municipal de Campos, vereador Fábio Ribeiro (PSD), disse hoje à noite ao blog. Parlamentar cotado (confira aqui) para assumir a secretaria estadual de Governo, Rodrigo estaria, na visão de Fábio, estimulando distensões com o governo municipal. Como a dos vereadores que se reunem para criar um grupo “independente” (confira aqui) e dificultar a aprovação de um pacote de 17 projetos do Executivo. Entre eles, o corte de benefícios dos servidores da Saúde e o aumento do ITBI.

Fábio confirmou que o pacote terá todos os seus 17 projetos explicados aos vereadores pela equipe técnica do governo Wladimir, na Câmara, às 17h desta segunda (24). E que a votação deve ocorrer na terça (25). No mesmo dia, também está marcada uma reunião do prefeito Wladimir com a presidente do Servidores Públicos Municipais de Campos dos Goytacazes (Siprosep), Elaine Leão, para debater os cortes dos servidores que serão propostos. Fábio e outros vereadores também devem participar desse encontro. Sobre o mesmo tema, ele também questionou a discussão que esquentou a semana dos edis:

— Tenha conversado com todos meus colegas vereadores. E argumentado com eles que não tem sentido ser contra projetos que ainda não foram nem apresentados. Acalorar agora o debate, por algo que ainda não está definido, é colocar o carro na frente dos bois. Mas nenhum vereador pode ignorar a situação de calamidade financeira do município, cuja decretação pelo prefeito Wladimir eles ratificaram. Vamos realizar essa discussão de maneira técnica e democrática, com todos os lados envolvidos.

Fábio também opinou sobre a posição de Caio Vianna (PDT), ex-candidato a prefeito de Campos em 2016 e 2020 e atual secretário de Ciência e Tecnologia de Niterói. Ele deve orientar os três vereadores do seu partido — Luciano Rio Lu, Marquinho do Transporte e Leon Gomes —  a votarem contra o pacote de Wladimir e a aprovação das contas de 2016 da ex-prefeita Rosinha Garotinho (Pros):

— Respeito a posição de Caio, mesmo se ela realmente se consumar contra os projetos do governo e a aprovação das contas da ex-prefeita. Mas a executiva municipal do PDT é provisória. Caio também se manifestou contrário ao decreto de calamidade financeira do município pelo prefeito Wladimir. E, ainda assim, o decreto foi ratificado pelos três vereadores do PDT.

 

Atualizado às 13h54 de 23/05: desde o final da noite de ontem (22), demandas foram geradas a Rodrigo Bacellar e Caio Vianna, em busca do contraditório. Até agora, nenhum dos dois retornou. Alguns vereadores do grupo “independente” de vereadores que está se formando, no entanto, garantem que a iniciativa é deles, não de Rodrigo.

 

fb-share-icon0
20
Pin Share20

Deixe uma resposta

Fechar Menu