Fake news de Carla Machado contra crianças gera repúdio na região e país

 

Fake news da prefeita Carla Machado contra a vida das crianças de São João da Barra ganharam a mídia nacional (Montagem: Eliabe de Souza, o Cássio Jr.)

 

 

“O grande inimigo de SJB”

Em 27 de outubro de 2021, a coluna alertou: “Às escuras e esburacada, procura-se governo em SJB”. Registrava as queixas generalizadas do sanjoanense sobre o abandono das ruas e da iluminação pública do município. Cobrado até por vereadores do governo Carla Machado (PP).  E injustificado a quem arrecada, na relação orçamento por habitante, 3,6 a mais que Campos. Nada mudou até 24 de dezembro, quando a Folha publicou um painel com quatro especialistas sobre o 1º ano do quarto governo Carla. Que mereceu nota 4 na média. E foi resumido pelo historiador Arthur Soffiati: “O grande inimigo de SJB é o poder público municipal”.

 

Manchete de capa da Folha da Manhã com o painel de análise de especialistas sobre o primeiro ano do quarto governo Carla Machado em SJB

 

Prefeita contra as crianças

Infelizmente, sob a gestão Carla, São João da Barra confirma o dito popular: “Não há nada tão ruim que não possa piorar”. Além de ignorar os problemas do município, agravados pela cheia do rio Paraíba e afluentes, a prefeita resolveu destruir o bom trabalho que sua equipe de Saúde vinha fazendo, desde 2020, no enfrentamento à pandemia da Covid-19. Primeiro, em 7 de janeiro, ela declarou à InterTV não ter tomado nenhuma dose da vacina contra Covid, alegando “motivo pessoal”. Depois, em live na última quarta (19), atentou contra a saúde das crianças de SJB, ao declarar aos seus pais: “Se eu tivesse filho, não vacinaria (contra a Covid)”.

 

 

Delírio em sua face infanticida

Em 2021, o descolamento de Carla da realidade foi tema de todas as rodas de conversa de SJB. Mas foi neste início de 2022 que revelou sua pior face: a infanticida! Jornalista sanjoanense e editor-geral da Folha, Arnaldo Neto registrou as reações imediatas da ciência aos delírios da prefeita. “Os estudos demonstram a segurança e a eficácia da Pfizer para crianças. Na vida real, são mais de 10 milhões de crianças vacinadas só nos EUA”, chamou à razão o médico infectologista Nélio Artiles. “Temerária essa afirmação, porque a prefeita não é profissional da saúde, nem especialista em vacinação”, alertou o pediatra e infectologista Charbell Kury.

 

Médicos infectologistas Nélio Artiles e Charbell Kury desmentiram a prefeita Carla Machado (Montagem: Eliabe de Souza, o Cássio Jr.)

 

STF quer responsabilização

Na mesma quarta em que Carla jogou contra a vida das crianças de SJB, o ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), delegou aos Ministérios Públicos estaduais a responsabilização criminal e cível dos responsáveis pela não vacinação infantil contra a Covid. Usou o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) a favor da imunização da doença que mata, em média, uma criança a cada dois dias no Brasil. Também na quarta, o presidente governista da Câmara de SJB, vereador Elísio Rodrigues (PL), marcou sua posição contrária à prefeita: “É importante a vacinação de todas as crianças (…) evitando, inclusive, a evolução de óbitos”.

 

Ministro do STF Ricardo Lewandowski e presidente governista da Câmara de SJB, vereador Elísio Rodrigues, pela vacinação das crianças contra a Covid (Montagem: Eliabe de Souza, o Cássio Jr.)

 

Betinho Dauaire, ex-prefeito de SJB

“Tia do Zap-Zap” na mídia nacional

Desde quarta, os delírios infanticidas de Carla ganharam a mídia nacional. “Foram eleger uma tia do Zap-Zap, só pode dar nessas…”, resumiu um leitor do site Diário de Centro do Mundo (DCM). “Torci para que a prefeita trouxesse a justificativa sobre não ter se vacinado, mas o que veio foi muito pior. Como figura pública, erra ao se posicionar contra a vacinação. Minha primeira reação foi um ‘cala-te’, para que o pensamento anticientífico dela não confunda a população. Como ex-gestor, fui responsável por dezenas de campanhas de vacinação em SJB. Não há dúvida: vacina salva vidas”, afirmou à coluna Betinho Dauaire (PSC), ex-prefeito de SJB.

 

Danilo Barreto, administrador público e candidato a vereador mais votado na “pedra” de SJB em 2020

Piada de mau gosto?

“Achei que a prefeita fosse falar na live do desastre ambiental da abertura da barra da Lagoa de Iquipari, ou apresentar um plano de controle das cheias. Pensei que fosse falar da arrecadação municipal recorde de quase R$ 600 milhões em 2021, e explicar o porquê de tanto buraco nas ruas e falta de iluminação. Mas ela usou a live para influenciar os sanjoanenses a não se vacinarem. Parece piada de mau gosto, mas não é. Programa Cidade Integrada? Só se for com três pilares: sem infraestrutura, sem governo e sem futuro”, analisou o administrador público Danilo Barreto (Patri), candidato a vereador de SJB mais votado na “pedra” em 2020.

 

Márcio Nogueira, empresário de Atafona e 2º colocado na eleição a prefeito de SJB em 2020

Crença na ciência

“A prefeita falou na live de temas como Covid, suspensão do carnaval e alagamento em Barcelos. Reconheceu a vulnerabilidade de SJB às enchentes, mas tirou a sua responsabilidade para tentar transferir ao Estado. Faz propaganda do êxito da vacinação, apesar de não ter se vacinado e ainda induzir as mães a não vacinarem seus filhos. Gastou muito tempo falando de autoajuda e saúde ‘alternativa’, ignorando o necessário para enfrentar a pandemia. Nós só vamos vencer se acreditarmos na ciência, imunizando a população”, pregou o empresário Márcio Nogueira (PDT), segundo colocado na eleição a prefeito de SJB em 2020.

 

Renato da Matta, biólogo e professor da Uenf

Palavra da ciência

“Infelizmente, a prefeita de SJB não se vacinou contra a Covid-19. E, para piorar, se declarou contra a vacinação de crianças de 5 a 10 anos. É mais um exemplo de políticos que negam as evidências. O que é nefasto, pois muitas pessoas não têm formação crítica para entender como as doenças acontecem, e acabam influenciadas negativamente contra novas tecnologias que salvam, gerando mais mortes e sofrimento. As vacinas para as crianças seguiram os protocolos e são seguras. Portanto, se é você é mãe, pai ou responsável por alguma criança, vacine-a”, finalizou o biólogo Renato da Matta, professor da Uenf.

 

Publicado hoje na Folha da Manhã.

 

fb-share-icon0
20
Pin Share20

Este post tem 3 comentários

  1. Elizabeth Senra

    O mais grave é a proposta de distribuição de fitoterápicos. Até onde eu sei só médicos podem prescrever qualquer tipo de medicação.

  2. fernandopradomelllo

    Carla cansou-se, a morte do filho acelerou a contaminação do tempo, todavia não há opções, e as falas dos ouvidos pelo ótimo articulista detalham o vazio de propostas reais e a velha política de oposição, quando tudo é fácil até ganhar o poder. O poder em São João é podre de tempo e maresia.

  3. CRICIO MANHAES PINTO

    ISSO SÓ PODE SER JOGADA POLÍTICA MEIO SAIR FOCO POLÍTICO ESTÁ SENDO IGUAL OU PARECIDO CASO DR.ARNALDO VIANA EM CAMPOS/RJ COMO PODE PESSOAS CULTURA;ESTUDO,CONHECIMENTO DIVERSOS!! DIZER ALGO TAMANHA SABENDO QUE IRÁ IMPACTAR GRANDE REPERCUSÃO ???? FICA AÍ DICAS CENÁRIO POLÍTICO TEM DE TUDO!!!!

Deixe um comentário