Opiniões

Placar virgem no Maraca

Final do primeiro tempo no Maracanã, sem abertura de placar. Diferente da maneira que conquistou a maioria de suas vitórias sob comando de Andrade, o Flamengo encontra dificuldades para jogar no campo do adversário. Defendendo-se bem, o Goiás adota a tática rubro-negra, se fechando na defesa e explorando os contra-ataques. Aguerrido, Williams foi o melhor do Fla. Zé Roberto, sumido do jogo, o pior.

Duas chances de gol criadas de lado a lado. Pelo time da Gávea, uma cobrança de Pet que roçou o ângulo e um cruzamento deste, para Adriano, dentro da pequena área, que o zagueiro cortou em providencial antecipação. Pelo Goiás, um quase chute sem ângulo de Fernandão e uma batida de classe de Léo Lima, que teria endereço certo, não fosse interceptada por Bruno em defesa salvadora.

Que venham os próximos 45 minutos, possivelmente sem o zagueiro Álvaro, que caiu ao final da primeira etapa e deve desfalcar o Fla. 

O Botafogo fez sua parte. Se quiser ser campeão, cabe ao Rubro-negro fazer a sua.

Lagoa de Cima: mortes anunciadas

Corpo na canoa e com rosto no detalhe de Rogério Silveira de Sá, morto por afogamento em Lagoa de Cima (foto e repordução de Rodrigo Silveira)
Corpo na canoa e com rosto no detalhe de Rogério Silveira de Sá, morto por afogamento em Lagoa de Cima (foto e repordução de Rodrigo Silveira)

Hoje, no dia seguinte em que a Folha publicou matéria na qual moradores e banhistas de Lagoa de Cima reclamavam da falta de guarda-vidas, dois corpos foram retirados das águas pelo Corpo de Bombeiros. Rogério Silveira de Sá, de 43 anos, e uma criança ainda não identificada, de idade estimada em 5 anos, morreram afogados em Lagoa de Cima. 

Não que se deva aceitar a cômoda justificativa do comandante do 5º Grupamento de Bombeiro Militar, Sila Pereira Rocha, ao elencar as praias como prioridade, com a chegada do verão, mas será que o poder público municipal não poderia também colocar guarda-vidas no local para evitar novas mortes?

Agora é com o Flamengo…

Acabou de acabar: Botafogo 3 x 2 São Paulo. Mesmo com três jogadores expulsos, dois a mais que o tricolor paulista, o time da estrela solitária conseguiu não só espantar a zona do rebaixamento — em que ficaria em caso de empate ou derrota —, como pavimentar o caminho do Flamengo ao Hexa.

Agora, pela primeira vez neste Brasileirão, o time de Petkovic, Adriano e Andrade só depende dele mesmo para ser campeão.

Que venha o Goiás!

PT vence com Eduardo

Acabei de falar, ao telefone, com a professora Odisséia Carvalho, vereadora do PT. Embora a apuração da eleição para presidente do diretório municipal esteja ainda em andamento, ela dá como certa a vitória do ex-marido, o também professor Eduardo Peixoto, no pleito que mobilizou o maior número de votantes na história do PT em Campos: 681.

Seja pela seriedade de Eduardo, ou pela arrogância desprovida de motivo do principal grupo que disputava com ele o controle do partido, é uma vitória a ser comemorada não só pelo PT, como pelo bem da vida política de Campos.

Assim que sair, o blog divulgará o resultado oficial.

Fogão empatou

Um minuto após a virada tricolor, num bate-rebate na área são-paulina, o meia Renato acabou de usar a cabeça para empatar e reacender as esperanças do Hexa do Flamengo.

Haja coração!!!…

São Paulo virou

Após uma deixadinha de Washington, Jorge Wagner, de canhota, acabou de virar o placar a favor do São Paulo, aos 10 do segundo tempo, no Engenhão. Falha da defesa botafoguense, sobretudo do tão decantado volante Leandro Guerreiro, que marcava Jorge Wagner.

Fechar Menu