Condenação por ofensa à moral de um quadrilheiro

Condenado como quadrilheiro e criminoso eleitoral, o sr. Anthony Matheus, o Garotinho, divulgou ontem, em seu blog (aqui) uma indenização de R$ 8 mil, que a Folha e o jornalista Alexandre Bastos foram condenados a pagar a título de danos morais. Na blogosfera local, o post chegou a ser ecoado pelo candidato derrotado nas últimas eleições de OAB local, na qual teria contado com o apadrinhamento do ex-governador.

Na verdade, tanto eu, quanto meu irmão, Christiano Abreu Barbosa, pensamos em noticar o fato antes de ambos, mas, por motivos éticos, preferimos fazê-lo só depois que se pronunciasse o Bastos, autor do artigo que gerou a condenação. Não por outro motivo, segue abaixo a resposta dada hoje pelo jornalista, em seu blog (aqui), seguido de um meu comentário, mas não sem antes reafirmar que continuo assinando embaixo de tudo aquilo que o jovem articulista, hoje blogueiro mais acessado nesta terra de planície, escreveu em 2004.

 

Vivendo e aprendendo a jogar

Por Alexandre Bastos, em 18-11-2010 – 16h56

Em 2004, aos 22 anos de idade, comecei a publicar artigos na Folha da Manhã. Naquela época, em meio a uma guerra entre Anthony Garotinho e Arnaldo Vianna, entendi que o melhor para Campos seria evitar que o ex-governador voltasse a dar as cartas no município. Para defender o meu ponto de vista, usei palavras duras e fui, de certa forma, ingênuo. Agora, aos 28 anos, fiquei sabendo que por conta de dois artigos publicados em 2004, fui condenado, ao lado da Folha da Manhã, pela 17ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ), a indenizar Garotinho em R$ 8 mil. 

Respeito a decisão da Justiça e creio que tudo isso serviu como aprendizado. No entanto, é importante lembrar que em 2004 eu não atuava como repórter do jornal. Era um colaborador como outros tantos que opinavam e ainda opinam na página 2 da Folha. A Justiça entendeu que se tratava de uma matéria jornalística, quando na verdade o artigo expressava uma opinião. Mas como tudo tem limite, vejo que a minha opinião poderia ter sido demonstrada de uma forma mais branda. Não vou me fazer de vítima e dizer que estou sendo perseguido. Isso combina muito mais com o Garotinho do que comigo.

Perto dos 30 anos, já começo a perceber que gritos e desabafos não resolvem muita coisa. A grande coragem é a prudência. Muitos perguntam se a minha indignação morreu, se concordo com tudo que está aí. Não, ela continua bem viva e discordo de muitas coisas. Porém, ao invés de ficar na arquibancada xingando, resolvi jogar. E posso dizer que no campo as coisas são bem mais complicadas do que pareciam. Sei que vou me decepcionar, acertar e errar. Mas não irei desistir. E apesar de não concordar com várias atitudes do Garotinho, tenho que admitir que ele sabe muito bem perder e se reerguer. O seu grupo perdeu a eleição de 2004, perdeu a suplementar de 2006 e conseguiu voltar ao poder com Rosinha em 2008. Como diria o escritor José Saramago: “O que as vitórias têm de ruim é que não são definitivas. O que as derrotas têm de bom é que também não são definitivas”.

 

Aluysio

Caro Bastos,

Na minha modesta opinião, vc é não só o melhor jornalista da sua geração, mas um dos mais talentosos com que pude conviver em 21 anos de redação. Além do profissional, conheci também o jovem irriquieto, que assisti, não sem orgulho fraternal, se tornar um homem de bem. Não posso dizer o mesmo de quem processou vc e a Folha, por ter publicado seu artigo. Tenho plena convicção de que o juízo que condenou vc e o jornal está eivado de equívocos, mas decisão judicial não se discute, cumpre-se, seja o pagamento de indenização por danos morais a quem nunca teve o menor pudor em atentar à moral alheia, seja, por exemplo, uma condenação federal por formação de quadrilha armada. Isso sem contar a condenação também por crime eleitoral, que garante o mandato de deputado eleitoral do sr. Anthony Matheus sobre o frágil equilíbrio de uma liminar.

Na verdade, nenhum de nós sabe muito bem que placar final nos espera neste jogo de idas e voltas chamado vida. Saiba, no entanto, que tenho orgulho de jogar ao seu lado. E, quando digo isso, creio falar não só em nome de todos nossos colegas de redação, mas, sobretudo, dos nossos leitores.

Do seu amigo e admirador,

Aluysio

fb-share-icon0
20
Pin Share20

Este post tem 38 comentários

  1. jocimar silva martins

    Parabenizo a justiça mais uma vez.Essa condenação meu caro não foi e nunca será resultado da sua ingenuidade,e sim da mediocridade que é o jornalismo praticado em Campos dos Goytacazes.Infelismente Campos tem convivido com essa mediocridade a muitos anos.Talvez seja a hora de voces jornalistas repensarem essa profissão,exercida tão levianamente em Campos e no Brasil.E o resultado não poderia ser outro.Idenização continuará abastecendo as contas bancárias de muita gente por muitos anos, se voces não deixarem a mediocridade de lado e reaprenderem a ser jornalista.

  2. ANDRE

    CARO ALEXANDRE , LEIO SEMPRE SUAS PUBLICAÇÕES E ADMIRO MUITO . NÃO SE ESTREMESSA E NÃO DESANIME DIANTE DE UMA DECISÃO JUDICIAL DESSA . AFINAL DE CONTAS O QUE O CHUCKY SABE FAZER É ISSO , PROCESSAR OS HOMENS DE BEM , “DESONRANDO-OS” PARA QUE “PAREÇA” QUE ELE É O “BOM” E OS OUTROS QUE SÃO OS “DEMONIOS” . MAS COMO TODOS NÓS CAMPISTAS SABEMOS NA HISTÓRIA REAL . QUE DEUS ABENÇOE SEMPRE SUA VIDA !
    AFINAL DE CONTAS , SÓ OS BONS INCOMODAM .
    ABRAÇÃO !!

  3. Néinha Freitas

    Caro Aluysio,
    Conte com o meu total apoio.
    Assinado,
    Néinha Freitas.

  4. simone

    Bastos, te admiro muito, gosto muito do seu jeito de nos transmitir os fatos e suas opiniões.
    Meu querido não perca seu foco, seus ideias, levanta a cabeça, e dê a volta por cima.
    Abraços!!!!!

  5. Néinha Freitas

    Caro Aluysio,
    Conte com o meu total apoio.
    Néinha Freitas.

  6. Giselle

    Bastos,
    Reconhecer os erros é para os grandes homens e você nesse momento demonstra ser um deles. É possível dizer verdades de forma mais suave, sem ser ofensivo, mesmo quando aquele a quem nos referimos não merece a mínima consideração.

    Parabéns pela sua postura!

  7. geraldo raphael

    Esta prática de alguns políticos em processar jornalistas, já é manjada. Amanhã, ele pega o microfone da rádio dele ou escreve no jornal do mesmo nome ” que processei o jornalista fulano de tal e a justiça me deu ganho de causa”. Assim é no Pará com o Jader Barbalho, em São Paulo com o Paulo Maluf com o Roriz em Brasilia. A justiça normalmente ( é mais conveniente) prefere se firmar na verdade formal, deixando de lado a verdade real.Ela é cega, arcaica, usa roupas do século anterior a Cristo. É extremamente romântica. Uma curiosidade, é peculiar nesses casos: Todos esses políticos são cheios de condenações na própria justiça. Claro que não se trata de agravante, mas péssimos antecedentes. E os jornalistas? Pagam indenizações!

  8. Genildo

    Quem deveria pagar essa conta não seria o Alexandre Mocaiber?, pois a campanha não era para ele?

  9. Marcelo Braga

    Mas pera ai,ele processou o promotor que coloca no processo com todas as letras que ele era ou é chefe da quadrilha?
    Como entender uma descisão dessas é no mínimo comico.
    Essa turma vai ser banida da politica por essa mesma justiça e o melhor de tudo é que vai a quadrilha inteira,pois realmente ele é um quadrilheiro e só ele mama nas tetas das trutas que ele mesmo arma ,ninguem tem direito sequer de opinar,por isso toda a quadrilha vai se tornar orfã se Deus quiser até o fim do ano ,pra gente entrar o ano novo de alma lavada QUADRILHEIRO ME PROCESSA

  10. ENOQUE TELES

    É nisso que dá, lidar com essa gente como o tal Garotinho!Até hoje, não vi ninguém falando bem dele!
    Me lembro da vergonhosa greve de fome que o Garotinho fez, o coisinha ruim sÔ!!!!NÃO SEI COMO TEM GENTE QUE AINDA VOTA NESSE SUJEITO!

  11. Noil

    Parabéns grande amigo da nossa cidade, parece que só podemos contar é com você mesmo e com a Folha da manhã para quebrar os feitiços que os garotinhos colocam nas mentes vazias ou mercenárias em nossa cidade!

    Dano moral! Não entendi! Moral de quem? Estão se referindo à alguém de moral ilibada? Até agora fiquei sem entender!

    Pensei que moral fosse termo usado para designar pessoas que não fossem condenadas como quadrilheiras ou criminosas eleitorais!

  12. Edi Cardoso

    E eu como cidadã brasileira e pagadora dos meus impostos, que como é sabido, esses impostos são para melhorias e investimentos sociais, gostaria muito que a Justiça condenasse também o sr. Garotinho a devolver aos cofres públicos tudo que lesou até agora por improbidade administrativa e desvios para ONGs. (Os atos de improbidade praticados por qualquer agente público, servidor ou não, contra a administração direta, indireta ou fundacional de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal, dos Municípios, de Território…)

  13. luiz soares

    Bastos , un nunca vi na vida o mocinho , perder pra bandido . vc é o mocinho , é ficha limpa !!!

  14. luiz soares

    Bastos , un nunca vi na vida o mocinho , perder pra bandido . vc é o mocinho , é ficha limpa e o tempo é o melhor remédio !!!

  15. Geraldo

    E eu que pensei já ter visto de tudo, só quero saber se ele vai declarar esses R$ 8.000,00 junto com ha casinha dele no imposto de renda, ou será que ele é isento? Pois como ele declara é o único patrimônio dele, esse cara é SUPERBOM em arrumar desculpas esfarrapadas, pois assim combina com a pobreza dele, no natal vou enviar para ele um vidro de óleo de peroba e convido ha todos para fazerem o mesmo.

  16. davi

    Caro Bastos, vc é homem limpo rapaz e um excelente jornalista! 8 mil não te deixar mais pobre e nem vai valer para esse político que está cansado de levar nome de chefe de quadrilha etc.. aposto com você que isso vai fazer crescer muito mais…pode crer!

  17. Julio Ramos

    Tanto sóbrio, quando nem tanto, já chamei muito vagabundo de vagabundo e muita gente boa de gente boa, sigo a máxima de que: ” Quem fala a verdade não merece castigo”!
    Você, caro, hoje jornalísta Alexandre Bastos com certeza evoluiu, o Aluysio evoluiu, a comunicação evoluiu, a Folha da manhã evoluiu.
    Eu, venho evoluindo, fico mais próximo de Deus a cada segundo, pois que na minha hora de morte, que a cada milésimo de segundo mais se aproxima, pra junto dele me levará.
    Como o universo precisa de equilíbrio, também evoluem o câncer, a degradação de partículas da sociedade moderna e a criminalidade. Somente os megalomaníacos conceituais, os alienados sociais e os criminosos venais estagnaram; Penso que desta forma, querem manter o domínio dos feudos, que imaginam, ser proprietários vitalícios.
    Vade Retrum ….

  18. erica vellemen

    Danos morais? Virou moda né!!! AAHAHAHHAAA Uma piada mesmo!

  19. jocimar silva martins

    Meu caro Aluysio Barbosa,tentei responder e confirmar a sua solicitação por email e não consegui,razão porque o faço por aqui mesmo,embora seja a primeira vez que tenha que fazer isso.De qualquer maneira,eu confirmo a autoria do comentário a cima.

    Atenciosamente.Jocimar Silva Martins

  20. francisco de assis

    Total apoio ao jornalista, onde está a lei da ficha limpa??como puderam permitir que um elemento que foi condenado por ser considrado ser chefe da quadrilha de alvaro lins, ser candidato???? como pode??? parabéns jornalista.

  21. Eliane Mendes Silva

    Bastos não nos deixe orfâos,os seus comentários são perfeitos para nós leitores.Espere que um dia a aranha vai sucumbir a sua teia.

  22. waithe

    Caro Bastos,
    Vou repetir o que escrevi a alguns dias atrás. Por não terem simpatia pelo Homem/político o argumento é sempre o mesmo: “O Garotinho adora acusar as pessoas”; é verdade. A diferença é que ele prova!
    Não estou aqui querendo tripudiar sobre voce até porque entendo seu chateamento (se é que existe essa palavra)e tambem não vejo motivo pra piadinhas, gracinhas. Mas o que alguns jornalistas (sobre tudo de campos ) fazem com o Garotinho, é como ele mesmo costuma dizer “é uma verdadeira covardia”. Só resta à ele a justiça e tentar de alguma forma compensar o dano que fazem à sua imagem
    Agora falando um pouco de mim, se eu fosse acreditar em tudo que já ouvi do Garotinho, teria concluido que ele é o pior ser que já pisou nesta terra-goytacá. Como me considero uma pessoa sensata, o vejo com erros e acertos (mais acertos) como qualquer um de nós!
    Um abraço!

  23. Beatriz

    Meninos,

    R$ 8.000,00 nao paga o aprendizado diario que é conviver com o ser Garotinho… muito bem colococado por Bastos o tempo e o senhor das razoes para quem nao esta na vida a passeio e Bastos aprendeu que com esse tipo de pessoa vale muito mais o jogo, o ataque fica pra ele que em tantos anos de vida ainda nao aprendeu que aqui se faz aqui se paga. A Aluysio, saiba que nao esta sozinho ao lado de Bastos, estou eu e muitas outras pessoas que acreditam no bem e que sabem que no final o bem sempre ganha ! Juntos somos mais fortes.

  24. jacqueline de souza barros

    Bastos, que vc encontre nessa experiência, força e coragem pra ir além, sempre além! Precisamos de vc! conte com a gente, seus leitores, grande bj!

  25. CHARLES COSTA

    Parabéns ALEXANDRE,pela sua coragem e por não se curvar a essas pessoas.Pois o povo de campos se orgulha muito de vc.E a meu ver vc deve continuar a informar tudo ao povo,principalmente a sua opinião.Vivemos em um país livre,não podemos ser impedidos de expor nossas idéias.O povo precisa da imprensa,pois sem ela viveríamos em uma escuridão informativa.Mais uma vez meus parabéns!Olha desde nossos tempos de L.H.C vc sempre foi um rapaz de opinião própria.Continue assim,pois CAMPOS DOS GOYTACAZES,e principalmente nós aqui da BAIXADA CAMPISTA somos gratos ao seu trabalho e ao trabalho do grupo FOHA DA MANHÃ.OBRIGADO!!!!!

  26. cricio manhaes pinto

    A verdade diante poder das leis Superiores sempre prevalecerá.Um dia a verdade virá aos ouvidos do povo de CAMPOS/RJ. A paz e harmonia irá cair nesta Cidade!

  27. Mauricio Pessanha

    Parabêns ao jornalista pela Ousadia, Inteligência e Maturidade para lidar com essa situação.
    Continue sempre assim contribuindo de forma benéfica à política local.
    Diferentes de outros seres que conhecemos muito bem!
    PS : Espero que a Folha da Manhã num ato de solidariedade e reconhecimento profissional, arque com a indenização, uma vez que 8.000 não é muito dinheiro para uma empresa, já para um Blogueiro e Jornalista fica meio puxado, afinal estamos no Brasil mais precisamente em terras dominadas por quadrilhas.
    Temos todos que assumir nossas posições enquanto instituições e pessoas públicas para contribuir para o término desse legado de contravenções.
    Parabêns a Folha pelo excelente profissional e Staff em Geral.

  28. Abel Donato Deluqui

    Pela sua nobre opinião a respeito desse assunto o admiro muito mais. Você usou o linguajar do Egrégio Rui Barbosa, não precisa gritar ou usar palavras indigestas contra alguém, passou a opinar com palavras mais suaves, com mais responsabilidade. Avante!!!

  29. Cosme da Hora

    O dia em que Garotinho morrer a folha da manhã fecha, vcs só falam nele.!!! se ele não é tão importante assim deixe-o pra lá.
    Mas parece(apesar dos esforços) não ser essa a opnião da maioria da população da cidade.

  30. NÃO FIQUE TRISTE POIS TEM VITÓRIAS SEM BRILHO E TEM DERROTAS QUE NOS FAZ CRESCER, TIPO MASSA DE PADARIA\: ” QUANTO MAIS APANHA MAIS CRESCE “… vC TEM UM FUTURO ENORME PELA FRENTE E DEIXA UMA ESTEIRA DE INTELIGÊNCIA POR ONDE PISA…. pRECISA É DIVULGAR O Nº DE PROCESSOS A QUE RESONDE O MENINO DO ‘DEIXA QUE EU CHUTO ” LAPEANO. ( O CASAL, JUNTO OU SEPARADAMENTE … uM ABRAÇO DO SEU LEITOR E FAN, carlos alberto gomes lima redondo ( ex-candidato à Prefeito em 1988 )*- Advogado militante na Comarca. T F A

  31. Luciana Portinho

    Caro Bastos, tua resposta é perfeita. Tua postura correta. “Apanhar” de certas pessoas só nos engrandece. Não há como fingir que não dói. Dói. Há um dito popular que afirma ‘que o que arde cura’. Neste episódio, você sai íntegro.
    minha admiração e solidariedade,
    Luciana Portinho

  32. Aluysio

    Caros “Paulo” e “Marcelo Corrêa de Souza” (comentaristas das 2h de 20/11/10 e 8h43 de 21/11/10, IPs: 189.25.3.250 e 200.149.0.154),

    Apesar do nome (e até sobrenome, no caso do segundo) seus e-mails ([email protected] e [email protected]) são inexistentes, o que leva à conclusão lógica da falsificação das identidades utilizadas para tentarem participar da discussão. Como nenhum dos blogs hospedados na Folha Online pode publicar comentários anônimos, não podemos publicar os de vcs. Se quiserem repeti-los, bem como fazer quaisquer outros, sobre este, ou qualquer outro post, solicitamos que utilizem seus nomes e e-mails verdadeiros.
    Liberdade, pelo menos nos blogs da Folha, tem que rimar com responsabilidade.

    Abraços e grato pela colaborações!

    Aluysio

  33. Aluysio

    Cara Jocimar,

    Em primeiro lugar, peço a vc e vários outros comentaristas que perdoem o atraso na moderação, mas o blogueiro viajou desde a última sexta e só voltou a acessar a net na tarde de hoje. Após o recebimento dos seus e-mails, o blog resolveu liberar tanto seu primeiro comentário, quanto o posterior, mesmo diante ao estranhamento óbvio de quem assina seus comentários como “Jocimar” e seu e-mail com o curioso nome de “Anotny” (parecido com Anthony, não???).
    Já sobre os comentários em si, diante de tantos erros de ortografia, diria que a reciclagem para se evitar a mediocridade é necessária não só por parte de muitos jornalistas, como também de alguns leitores…

    Abraço e grato pelas colaborações!

    Aluysio

  34. Aluysio

    Caro Cosme,

    Bom lembrar que, na última campanha à Prefeitura de Campos, a então candidata Rosinha chegou a processar a Folha para não falar mais de Garotinho, no sentido do seu nome ser associado ao apelido do próprio marido, por ela também registrado junto ao seu. O caso é que, diferente do processo contra o Bastos, esse eles perderam… (rs)

    Abraço e grato pela colaboração!

    Aluysio

  35. jocimar silva martins

    Obrigado meu caro Aluisio pela sugestão e observação nos meus erros ortográficos.Eu os assumo humildemente.Mas preciso lembrar que eles são menos vergonhosos do que a mediocridade de certos jornalistas.

  36. Aluysio

    Caro Jocimar,

    A mediocridade costuma ser assim mesmo, geralmente mais vergonhosa quando é identificada nos outros.

    Abraço e grato pela colaboração!

    Aluysio

  37. jocimar silva martins

    É assim mesmo caro Aluysio,o mediocre ta sempre tentando justificar a sua mediocridade apontando erros ortográficos.Aliás, erros estes encontrados todos dias nos jornais.

  38. Aluysio

    Caro Jocimar,

    Cá entre nós, medIocre, quando escrito sem o necessário acento agudo no i, no lugar de reforçar o significado do adjetivo a quem o atribui, cumpre este exato papel sobre quem escreve.

    Abraço e grato pela colaboração!

    Aluysio

Deixe um comentário