Opiniões

Rosinha abre Santa Casa e diz que não deve. Um promotor fala em crime, outro apoia

Casal Garotinho, acompanhados de seu estafe, agora, na frente da Santa Casa (reprodução)
Casal Garotinho, acompanhados de seu estafe, agora, na frente da Santa Casa (reprodução do Facebook de Débora Batista)

Na rede de WhatsApp em que hoje roda a política de Campos, com a Saúde Pública a reboque, partiu na tarde de hoje uma determinação do secretário de Governo Anthony Garotinho (PR) para que sua esposa, a prefeita Rosinha Garotinho (PR), junto do procurador-geral do município, Mateus da Silva José, ambos acompanhados de força policial, forçassem a entrada dos doentes pelo Sistema Único de Saúde (SUS) na Santa Casa de Misericórdia de Campos. Maior hospital conveniado do município, segundo a junta interventora informou ontem, ele teria cerca de 80 leitos ociosos por falta de repasses dos recursos federais por parte da Prefeitura, na ordem de R$ 7,5 milhões. Após chegar, acompanhado também do promotor estadual de Justiça Marcelo Lessa, o grupo do governo deu uma coletiva, na própria Santa Casa. Nela, a prefeita disse que a única dívida do seu governo com o hospital seriam os R$ 3 milhões depositados neste final de semana, que a junta interventora ontem disse ser referente apenas à parte da dívida de agosto:

— Essa é a única dívida que reconhecemos. E pagamos. Qualquer outra dívida alegada carece de comprovação.

A decisão de abrir na marra a Santa Casa foi tomada após uma reunião convocada às pressas por Garotinho, no início da tarde de hoje, na sede da Prefeitura, como consequência dos flagrantes do quadro falimentar da Saúde Pública do município, estampados na capa de hoje (20) da Folha da Manhã. Entre eles o caso da jovem Leire Daiane Fonseca (aqui), de apenas 33 anos, que infartou até a morte entre as últimas sexta-feira e sábado, sem receber monitoramento ou atendimento adequado, amontoada junto a outros tantos pacientes numa maca do Hospital Geral de Guarus (HGG).

Colega de Marcelo Lessa na Tutela Coletiva de Campos, do Ministério Público Estadual (MPE), o promotor Leandro Manhães disse que a atitude da prefeita Rosinha foi “arbitrária” e configura descumprimento da decisão judicial que decretou a intervenção na Santa Casa.“É uma intervenção da Prefeitura sobre uma intervenção da Justiça”, definiu. Ele disse que irá representar contra a prefeita por crime de desobediência e de improbidade administrativa. Este último, em caso de condenação, pode cassá-la do cargo.

— Tudo que nós queremos é que a Prefeitura acolha os doentes do município, que mais gente não morra num corredor de hospital por falta de atendimento. Se a prefeita quer assumir a Santa Casa, não haverá resistência, embora haja consequência jurídicas aos crimes de desobediência judicial e improbidade administrativa que entendo terem sido praticados. Mas o que interessa é saber se Prefeitura conseguirá atender os doentes assumindo diretamente a Santa Casa, provavelmente querendo usar como base a lei 8080 do SUS, no lugar de repassar os recursos federais que recebe para pagar o atendimento já prestado pelo hospital. Para tratar dos pacientes em novos leitos, terão que fornecer os remédios que a Santa Casa não pode comprar porque não tem dinheiro, terão que convencer seus profissionais com atrasos nos salários a trabalhar dobrado. Veremos — disse o promotor.

 

Prefeita Rosinha ao lado do promotor Marcelo Lessa em coletiva na Santa Casa (reprodução)
Prefeita Rosinha ao lado do promotor Marcelo Lessa em coletiva na Santa Casa (reprodução do Facebook de Débora Batista)

 

Presente no apoio direto a mais uma ação de força do governo Rosinha contra quem alega dívidas da Prefeitura para manter o atendimento na Saúde Pública de Campos (relembre aqui e aqui o polêmico e reincidente caso do home care, com direito à prisão de quem prestou serviço ao governo municipal sem receber), Marcelo Lessa disse ao repórter da Folha Marcus Pinheiro, sobre o posicionamento de Leandro, seu colega de MP:

— Não tenho como comentar a opinião de um colega, mas não tenho que necessariamente concordar com ela. Na minha visão o que aconteceu aqui hoje foi um ato administrativo com o objetivo de garantir a continuidade de um serviço que é essencial. Se não fosse isso, eu não teria vindo. Mas toda opinião é digna de respeito.

 

Atualização às 17h34: Na blogosfera local, o primeiro a noticiar o fato foi o blogueiro Ralfe Reis, aqui, quase sempre à frente nos assuntos do governo municipal. Entre os blogs hospedados na Folha Online, a primeira a repercutir a notícia foi a sempre atenta Suzy Monteiro, aqui, no seu “Na curva do rio”.

Atualização às 17h53 para inclusão de foto na postagem.

Atualização às 17h50: Rosinha informou que pacientes de unidades da Saúde Pública municipal, sem especificar quais, já estariam a caminho da Santa Casa. Daqui a pouco a Secom vai emitir um nota oficial e será dada uma coletiva.

Atualização às 18h01 para colocar a reação do promotor de Justiça Leandro Manhães.

Atualização às 18h35 para inclusão de negativa de Rosinha da dívida do seu governo com a Santa Casa, adiantada aqui, no Blog do Bastos, assim como a presença do promotor Marcelo Lessa acompanhando a prefeita, em ato aparentemente contrário ao entendimento do seu colega Leandro Manhães.

Atualização às 19h17 para inclusão do comentário do promotor Marcelo Lessa sobre o entendimento do seu colega Leandro Manhães sobre a ação do governo Rosinha Garotinho na Santa Casa de… Misericórdia de Campos.

 

Leia amanhã a cobertura completa do caso na Folha da Manhã

 

 

fb-share-icon0
20
Pin Share20

Este post tem 26 comentários

  1. Vivemos uma ditadura em Campos. Pois a justiça até tenta, mas no final a influencia dessa família no corrupto sistema jurídico do nosso país sempre decide a seu favor. Ela já acampou na prefeitura, já fechou a BR 101, etc….e aí?? Não deu em nada.

  2. “ELLES” tem o dedo podre…

  3. Sera que o coronel soube de alguma informacao privilegiada?
    Sera que a Prefeita seria (trecho excluído pela moderação) amanha?

  4. e isso ai leandro manhaes eu sou a favor da justica entao to com tigo.

  5. e isso ai leandro manhaes eu to com tigo.

  6. e isso ai leandro manhaes eu to com tigo.

  7. Junto deeeela, sempre eeeeeeele… a justiça de canto de sala, aquela guardadinha para quando necessária ser utilizada para seus propósitos.

    Se fosse um advogado particular, imagino o quanto estaria cobrando.

  8. a pior cegueira é a do entendimento. Na mente cega de muitas pessoas a mentira se torna verdade e nada que o governo faz tá certo. Se ela deve, por que o pessoal da Junta Interventtora da Santa Casa fugiu em disparada e não aproveitou a imprensa lá para desmascarar a Prefeita?

  9. Um espetáculo circense! Infelizmente esta ação da prefeitura nada tem haver com a preocupação com saúde do povo. É outra perseguição do Garotinho contra o promotor Dr. Leandro Manhaes. Quer mostrar força cuela baixo.

  10. Quem tem ainda alguma dúvida de que o Promotor Marcelo Lessa usa o cargo para proteger Garotinho, Rosinha e seus interesses?
    Como diria o Boris Casoy: Isso é uma vergonha!!!!!!!!!!!
    A atuação tendenciosa desse representante do Parquet inviabiliza a sua presença no cargo e traz inestimáveis prejuízos para a sociedade campista. O povo de Campos precisa reagir.
    A ocupação arbitrária da Santa Casa, com a cumplicidade do Promotor Marcelo Lessa, em flagrante violação de uma decisão judicial, como esclareceu o também Promotor de Justiça, Leandro Manhães, foi uma manobra política de Garotinho, para abafar o caso da jovem Leire Daiane Fonseca (aqui), de apenas 33 anos, que infartou até a morte entre as última sexta-feira e sábado, sem receber monitoramento ou atendimento adequando, amontoada junto a outros tantos pacientes numa maca do Hospital Geral de Guarus (HGG).
    Os demônios estão soltos na cidade! Sem Jesus, não encontraremos saída.

  11. É o fim tudo comprado e dominado ,ministério público federal kd vc ?

  12. a folha da manhã está prestando um trabalho de grande relevancia a cidade de campos! pós os descasos mostrados na folha logo faz o governo correr pra fazer algo: eles tem mais medo que os descasos venham atona do que o diabo da cruz! principalmente quando começa a se avizinhar um preito, já no proximo ano e a rejeição cada dia cresce mais. eles respiram votos e não o bem estar do povo! muito abrigado folha da manhã não deixe de prestar esse trabalho por nós campistas.

  13. Parabens, Dr Leandro, e so o Sr. colocar , para uma Vistoria, nos Hospitais, da Pref,. Como vi recentemente, , o esgoto entrando na s enfermarias Do Ferreira Machado, que vai ver que eles sao Adm. Tem que ter um Promotor para defender os interexes do Povo, , nao. Concrdar com todas as barbaries, que a familia quer, tdos os erros cometidos, , querem tomar a OAB, Tomaram e acabaram com 107, 5. Estao tomandi o coando Universitario, Sempre apoiado, pelo Dr. Marcelo Lessa, , e hora de parecer outras opinioes, nao so a dele, muda Campos.

  14. O que me causa estranheza é ver o Ministério Publico se repartindo. Um promotor contra o outro? O que é isso?
    Me causa estranheza também ver o Promotor de Justiça sentado ao lado de uma Prefeita responsável pelo caos instalado na saúde da nossa cidade há tantos meses.
    Não seria mais sensato se um apoiasse o outro? É normal(ou legal) um promotor descaradamente ir contra o trabalho de seu colega? Claro que ninguém é obrigado a concordar com ideias alheias, mas esse papel que o Sr.Promotor assumiu hoje é ridículo! A troco de quê? Ibope? Um cargo para a esposa em que a remuneração gira em torno de R$10.000,00? Cadê o Ministério Público Federal? Cadê o Juiz?

  15. COMPROVAÇÃO DO INTERESSE DO PROMOTOR EM DEFENDER A PREFEITA Prefeita -Portaria Nº 2119/2013

    A PREFEITA DO MUNICÍPIO DE CAMPOS DOS GOYTACAZES, no uso de suas atribuições legais,

    RESOLVE, nomear ,com base na Lei nº 8.385/13, Viviane da Silva Machado Lessa Bastos , para exercer na Secretaria Municipal de Saúde, o cargo em comissão de Diretor do CRTCA – 2, Símbolo DAS – 03, com vigência a contar da data de publicação.

    PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPOS DOS GOYTACAZES, 02 de julho de 2013.

  16. Agora ficou comprovado o que todo mundo já sabia! Marcelo Lessa é o Toffoli dos garotinhos!

  17. isso que o ANTÔNIO acaba de provar é lamentável! não precisa falar mas nada: percebi porque o casal se sente tão a vontade ao invadir tudo que quer, como fez com os ônibus, sabia que teria apoio: com essa prova de ANTÔNIO eu diria que enquanto nós no ano que vem não tirarmos esse grupo nos votos: não HAVERÁ esperança!

  18. um promotor fala em crime, o outra aprova e apoia. e voces do jornal, oque acham?

  19. Será que os órgãos superiores da justiça brasileira já tomaram conhecimento do que ocorre em Campos? E a chamada grande imprensa nacional? A oposição não pode ficar apenas no âmbito doméstico,tem que botar a boca no trombone lá fora também. superio

  20. A OAB é uma instituição de classe que sempre esteve presente nos maiores acontecimentos políticos do nosso país, inclusive para se posicionar contra irregularidades do governo e parcialidade de membros do ministerio publico.

    A atitude da prefeita, assistida por um promotor que sempre possuiu conduta duvidosa, beira ao absursdo, CLARA AFRONTA A DECISÃO JUDICIAL e a divisão dos poderes prevista na Constituição da República. Trata-se do Poder Executivo agindo contra determinação do Poder Judicial.

    Acredito que não veremos em Campos qualquer posicionamento da OAB sobre o assunto, pois seu presidente e candidato da situaçao tem rabo preso com o Grupo Garotinho (membros de seu escritório tem cargos na prefeitura e sua esposa é a secretária especial de Rosinha). GRANDE ABSURDO!

  21. eles assumiram depois de depositar os tres milhoes, agora vão dizer que vão resolver o problema da santa casa com dinheiro é facil porque ela não tomou esta iniciativa antes do deposito do dinheiro.

  22. Afinal, quem representa o MP-RJ?

  23. Se as ações da Prefeitura teve um desfecho feliz por que a tropa de rosinha está cabisbaixa e com cara de enterro? Será que foi a imposição de ter que acompanhar a Prefeita? A verdade é que naquele momento havia pessoas que nada tinha a ver com a área de saúde.

  24. Isso é matéria para o jornal nacional e Boechat.
    Em tempo:
    Não ficaria surpreso se o digníssimo promotor fosse o próximo desembargador.
    Vamos conferir.

  25. Por acaso o Ministério Público não tem nenhuma Corregedoria?
    Pelo amor de Deus socorro…

  26. O candidato à reeleição da OAB-Campos estava sentado no colo do garotinho…estão com esperança de que povo campista.

    Quem peguem suas (trecho excluído pela moderação)

Deixe uma resposta

Fechar Menu