OPOSIÇÃO!!! (À mentira)


Aqui, o deputado federal Anthony Matheus, o Garotinho (PR), afirmou que se trata de “mais uma tentativa de golpe” a ação do Ministério Público Eleitoral (MPE) que pediu a cassação do registro da candidatura de Rosinha Garotinho (PR), já indeferido no TRE, mas cujo recurso aguarda julgamento do TSE, ou do seu novo diploma de prefeita, caso consiga concorrer e se reeleger, como indicam todas as pesquisas. Tudo por conta da desnecessária pintura dos semáforos públicos, com dinheiro público, na cor particular da campanha de Rosinha. No seu já manjado (e carcomido) estilo de tentar se defender atacando a tudo e a todos, Anthony reproduziu parte da capa da Folha, em sua edição de ontem (dia 29), para depois classificar o jornal como “de oposição”. Na dúvida se a conclusão do deputado se dá por eliminação, a partir da admissão tácita de que o outro único diário impresso da cidade pertence de fato à situação, como reza o entendimento de direito quase unânime do campista, fica uma certeza, intelegível a todos as pessoas normais, em pleno gozo das suas faculdades mentais: ser independente, necessariamente, não significa ser oposto.

Ao fim e ao cabo, vale a pena conferir aqui, no “Sob licença poética”, uma veraz definição de Anthony Matheus feita por seu próprio sobrinho…

fb-share-icon0
20
Pin Share20

Este post tem 4 comentários

  1. Cesar Botelho

    Eu como pagador de impostos gostaria que o dinheiro público gasto na pintura cor de rosa foi devolvido aos cofres públicos, bem como toda a despesa com HH de pessoal, combustível, etc., isso nas duas pinturas.

  2. Maria

    Precisaríamos de toneladas de sabão para limpar toda esta sujeira.A charge foi muito feliz,

  3. MARCOS ANTONIO GOMES

    porque voces não pedem o dinheiro dos politicos anterioresvoces são uma vergonha!

  4. Aluysio

    Caro Marcos Antonio Gomes,

    Da vergonha, como vc sabe (ou não) dizem só arder na cara de quem a possui.

    Grato pela colaboração!

    Aluysio

Deixe um comentário