Opiniões

Convocação de Clarissa a Magal em 2013 agora não está nas suas dobradas para 2014

(Montagem de Eliabe de Souza, o Cássio Jr.)
(Montagem de Eliabe de Souza, o Cássio Jr.)

 

Sempre atenta, sob comando do jornalista Antunis Clayton, a assessoria do vereador Jorge Magal (PR) lembrou que  aprovação pessoal da deputada estadual Clarissa Garotinho (PR) à pré-candidatura do edil à Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), em outubro próximo, não é de agora. Em 13 de julho de 2013, numa reunião em Campos com o grupo político de Magal, Clarissa afirmou:

— Então, nosso plano já está montado: Garotinho, governador. E eu quero ir para Brasília. Para quê? Para que a gente continue tendo a representação política que a gente tinha lá, para que a gente possa renovar, colocar gente jovem na Câmara dos Deputados, para que a gente possa fazer uma política com seriedade. Mas nós não podemos esquecer da Alerj. Eu estou saindo da Alerj, mas tem outros que precisam entrar. Então, Magal, você tem que ser candidato a deputado estadual.

Como se vê, o apoio da deputada ao vereador veio numa assertiva convocação ao seu lançamento à Alerj. O fato foi noticiado aqui, no blog “Na curva do rio”, da jornalista Suzy Monteiro, assim como aqui, na Folha Online, em matéria do jornalista Mário Sérgio Junior, além de aqui e aqui, no blog de Magal. De fato, quem visse e ouvisse Clarissa, em julho de 2013, como todos que noticiaram sua fala, teria a mesma impressão da proposta pública de dobrada para outubro de 2014, dela para federal, com o vereador para estadual — possibilidade que ela não abriu aqui, em seu comentário feito na noite de ontem neste “Opiniões”, reproduzido hoje aqui, na forma mais relevante de post. Agora, Clarissa só cogita casar chapa com os pré-candidatos à Alerj Bruno Dauaire (PR), Geraldo Pudim (PR) e Kitiely Freitas (PR), vereadora como Magal, mas em Quissamã.

Abaixo, à livre interpretação do leitor, o que disse Clarissa, ao lado de Magal:

fb-share-icon0
20
Pin Share20

Este post tem 8 comentários

  1. Só rindo!!! De incompetentes e de gente que só olha pro próprio umbigo, já estamos mais do que fartos! Chega! Divertido será ver o resultado futuro, vendo todas estas ambições atolarem a cara no chão.

  2. Bicho que tanta insegurança. A Clarissa tem todo o direito de escolher com quem quer se casar politicamente. Vocês estão se desvalorizando,mostrando que não tem voto para dar mas só para tirar.Esqueceram que o candidato a deputado estadual é a noiva na política por ser liderança local e o deputado federal é o cortejador. Se valorizem, forçar casamento nunca deu certo em lugar nenhum e não vai dar na política. Se vocês não estão sendo cortejados mude a forma de encantar,porque essa de pressionar só afasta.

  3. Que tal a gente ficar atento e eleger nenhum desses nomes citados?

  4. infelizmente nesta política é assim Clarisse falo então ela tem que cumprir com tua palavra , por que não queremos políticos com dois pensamentos se falo que é tem que ser ou ela não tem palavra, o vereador Magal tem que ser o candidato a deputado estadual mais cobiçado por ela o nosso Garotinho federal tem palavra e sua filha não tem ?
    O Garotinho Federal vai resolver isso meu amigo Magal .

  5. Essa menina mimada esta atrapalhando o projeto do proprio pai, alias, não só ela mais o irmão tambem. O mais curioso é que o lider não se pronuncia hora nenhuma. Será que ele esta de acordo com tudo isso? O certo seria todos os pré-candidatos boicotarem as eleições e deixar a filinha junto com os coleguinhas dela pedirem votos para o papai. Parece até que essa eleição virou brincadeira de criança. Bom, Garotinho nos já temos.

  6. Sou candidata do povão e tenho um trabalho social, muito importante e não tenho ainda nenhum mandato espero ter nesta eleição, não prometo nada a ninguém sinprismente faço a paz do senhor jesus

  7. Pela minha ótica, não existe alguém atrapalhando o projeto político do Garotinho,o que acontece é uma acomodação política local,o que não interfere nas eleições de Governador. Achar que esse pequeno resmungo,causaria algum dano, seria muita pretensão dos chamados “Sem Clarissa”. Será que dos nomes citados, alguém vai deixar de dar apoio ao Garotinho.Vai ter muita pressão e pedido de colo mas cada um sabe se tem ou não condição de ser candidato.Ninguém mais do que a família de Garotinho,quer o melhor para ele.

  8. quero muito ver Garotinho governador. a Clarisse não pode ditar regras aqui em campos. no rio j sim aqui não quem parou o pedagio da br 101 foi Magal ele mostrou que esta bem assessorado e tem capacidade para ser o nosso deputado estadual assim como em 1997 eleito vereador pela primeira vez levou 5 mulheres 5 homens representando os sem tetos do parque guarus ao prefeito garotinho na época onde ajudou 130 famílias. tenho jornais que prova tudo que escrevo eu mesmo fui o lide dos sem tetos. o garotinho fala tudo isso nos jornais que tenho guardado.

Deixe uma resposta

Fechar Menu