Opiniões

“Melhor nome para concorrer a prefeito de Campos é Gil Vianna”

Se, como gênio do futebol, Romário de Souza Faria sempre foi econômico nos toques, a coisa não parece ter mudado para o político, senador da República e presidente estadual do PSB. Pelo menos não nesta entrevista concedida, por e-mail, à Folha, onde Romário preferiu falar pouco para contornar assuntos polêmicos, como a “venda do futuro” de Campos pelo governo Rosinha Garotinho (PR). Mas se foi econômico nas palavras, o “Peixe” manteve a contundência em suas conhecidas tiradas, como ao afirmar que “político morto, para mim, é só no São João Batista ou no Caju”, reforçando sua descrença na decadência do grupo político que há 26 anos governa Campos. Ainda assim, ele aposta na pré-candidatura do vereador “independente” Gil Vianna (atual PR) à sucessão da prefeita Rosinha, em 2016, assim como do ex-prefeito Armando Carneiro (atual PSC) em Quissamã e do deputado estadual Chico Machado (atual PMDB), em Macaé, além da sua própria à Prefeitura do Rio de Janeiro.

 

Romário senador

 

Folha da Manhã – Como foi seu convite (aqui) para o vereador Gil Vianna (atual PR) para ser seu candidato a prefeito de Campos? E por quê?

Romário de Souza Faria – Conheço o Gil desde sua primeira eleição para vereador e sempre estivemos unidos na defesa das mesmas causas. Diante disso, o melhor nome para concorrer à Prefeitura de Campos é o de Gil Vianna, que faz um trabalho que eu posso confiar.

 

Folha – Onde e quando será a filiação dele ao seu PSB? Você estará presente ao evento? 

Romário – Faremos um ato em Campos para marcar a filiação do Gil, no final de setembro ou início de outubro. E eu estarei presente.

 

Folha – Qual a importância de Sérgio Barcelos, secretário geral estadual do PSB, nessa costura? Como campista que já trabalhou com o ex-governador Anthony Garotinho (PR), que visão ele lhe passa da política no município e suas possibilidades para 2016?

Romário – Em função do meu trabalho e das minhas responsabilidades em Brasília. A experiência que o Serginho tem com política e no dia a dia do partido são fundamentais para a construção do partido no Estado.

 

Fol/ha – Em entrevista recente (aqui), Gil apostou no seu apoio para disputar a sucessão da prefeita Rosinha Garotinho. Com todo o respeito ao seu inegável carisma, mas isso basta? Se não, o que mais será necessário?

Romário – Não tenho nenhuma dúvida de que só isso não basta, como também não tenho dúvida de que outras forças irão se unir a favor dos projetos que temos para Campos.

 

Folha – Os pré-candidatos de oposição a prefeito de Campos apostam (aqui e aqui) no apoio do governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) para 2016. Da mesma maneira, qualquer candidato governista terá o apoio dos Garotinho para tentar vencer a disputa. Gil terá o seu. Pezão tem a máquina estadual, e os Garotinho, a Prefeitura. Como equilibrar?

Romário – Vamos procurar fazer com o Gil em Campos uma campanha parecida com a minha, que não precisou de máquina, mas teve o que é fundamental, que é o apoio do povo.

 

Folha – Em Campos, você fez 106.953 votos (impressionantes 49,0%) para senador nas urnas de 5 de outubro, mais do que Garotinho e Pezão, que fizeram, respectivamente, 96.584 (39,78%) e 73.035 (30,08%) votos na eleição de primeiro turno a governador. Dá para vencer novamente os dois dentro de Campos?

Romário – Uma das coisas que eu e o Gil conversamos e concordamosé que o nosso projeto para Campos não é contra A, B ou C. Ele é a favor do povo de Campos, isso é o mínimo que eu posso fazer pela população que acreditou e acredita nas minhas propostas e no meu trabalho no Senado.

 

Folha – Se Pezão é evasivo (aqui) sobre seu apoio na sucessão de Rosinha, o presidente estadual do partido dele e da Assembleia Legislativa, Jorge Picciani, já definiu (aqui) que o candidato do PMDB a prefeito de Campos será o deputado estadual Geraldo Pudim (atual PR). É outro ex-aliado dos Garotinho, como Gil e Alexandre Tadeu (PRB), também vereador e pré-candidato a prefeito. Não são muitos ex contra o grupo original? A debandada indica decadência?

Romário – Não acredito em decadência. E essa história de político morto para mim, é só no São João Batista ou no Caju. Isso quem vai dizer e julgar será a população de Campos. O que eu posso garantir é que, com o Gil Vianna, nós iremos apresentar uma nova alternativa para a cidade.

 

Folha – Segundo Gil, o motivo pelo qual ele, Tadeu e outros vereadores abandonaram a bancada governista na Câmara foi a antecipação de receitas do município, na ordem de até R$ 1,2 bilhão, aprovada a mando dos Garotinho em sessão de 10 de junho, julgada ilegal pela Justiça, mas aprovada novamente no último dia 17. Chamada pelo povo de “venda do futuro”, a operação foi reprovada (aqui) por 88,7% dos campistas, em pesquisa do instituto Pro4, rejeição muito próxima à registrada em enquetes da Folha Online (85%) e da InterTV (90%). Qual sua opinião sobre o assunto?

Romário – Dos outros vereadores eu não posso dizer, mas em relação ao Gil sei que ele votou com a sua consciência.

 

Folha – Sobre Pudim, Gil também observou que o maior desafio do deputado será convencer o eleitor não ser um plano B dos Garotinho. Como fazer o campista acreditar que o próprio Gil , dentro do mesmo raciocínio, não é um plano C?

Romário – O único plano que eu conheço é o de telefone, que na maioria das vezes é caro e não funciona. O que nós temos é um projeto com a pré-candidatura de Gil Vianna à Prefeitura de Campos.

 

Folha – Até que ponto essa imagem de Gil como “Cavalo de Tróia” é reforçada (aqui) pelos movimentos do senador Aécio Neves (PSDB/MG) de estímulo à sua candidatura a prefeito do Rio pelo PSB, com a deputada federal Clarissa Garotinho (atual PR) como vice, após migrar ao PSDB?

Romário – Já tenho mostrado para vocês que muitos veículos publicam o que querem… E isso não passa de mais uma simples nota de jornal. Ponto!

 

Folha – Essa aproximação com Clarissa já gerou reações do eleitor. E não só em Campos. Após postar em seu perfil do Facebook uma foto com a deputada, no início de julho, apesar das mais de 22 mil curtidas, você colheu (aqui) vários comentários como o do Pepê Cesarim: “Nãooooo!!!! Isso só pode ser montagem!! Qual foi Romário?? Vai perder todo o seu conceito e respeito comigo e com um monte de gente! Família Garotinho é…! Sai dessa!!”. Se valeu como teste para 2016, qual o resultado?

Romário – Sou um senador da República, meu gabinete está aberto não só para os parlamentares do Rio de Janeiro, como também de outros Estados. Estou te falando isso, porque a deputada Clarisse foi ao meu gabinete juntamente com o deputado Júlio Delgado (PSB/MG) me fazer uma visita para discutirmos alguns projetos, nos quais a minha participação poderia ser útil, tanto para o Rio de Janeiro, como para Minas Gerais.

 

Folha – Acha que saiu fortalecido do episódio com a revista Veja, que publicamente (aqui) desmentiu a notícia e lhe pediu desculpas, após noticiar em julho que você tinha uma conta não declarada no banco BSI, da Suíça, no valor de R$ 7,5 milhões? Se isso foi a 15 meses da eleição de prefeito do Rio, o que pode vir caso confirme a candidatura? O atacante nunca teve medo de catimba, cara feia e pontapé de adversário. E o político?

Romário – Você já terminou a pergunta respondendo por mim, realmente nunca tive medo de catimba, cara feia e pontapé. Em relação ao episódio da Veja, se o objetivo da matéria era me enfraquecer, não deu certo.

 

Folha – Em seu blog, o jornalista Ricardo Noblat foi bem explícito (aqui) ao colocar a denúncia da Veja na conta do prefeito carioca Eduardo Paes (PMDB), cujo candidato à sua sucessão é seu chefe da Casa Civil, o deputado federal Pedro Paulo (PMDB). Vê algum fundamento?

Romário – Isso quem vai dizer é a justiça, mas com certeza a verdade irá aparecer e os envolvidos irão pagar, e caro.

 

Folha – Em relação a Campos, é correto supor que você se empenharia mais numa candidatura a prefeito de Gil, caso decida não concorrer a prefeito do Rio, ou é indiferente? E em relação às sempre complicadas, mas necessárias montagens das nominatas, como estão as costuras aqui e aí?

Romário – Não só na de Gil, mas também na do Armando Carneiro, em Quissamã e Chico Machado, em Macaé. No que se refere a Campos, o vereador Gil Vianna está com total autonomia não apenas para montar a nominata, mas também para dar uma nova cara ao PSB. Assim como no Rio está sendo feita pela nossa presidente municipal, Aspásia Camargo.

 

Folha – Novamente no paralelo entre Rio e Campos, entre sua pré-candidatura e a de Gil, até onde uma e outra trabalham com a possibilidade de composição de chapa? Para você, que lidera todas as pesquisas internas dos partidos, seria a cabeça de chapa ou nada? E para Gil?

Romário – Hoje a minha prioridade é construir o PSB em todo estado. Essa discussão se dará mesmo, creio eu, a partir do ano que vem. Mas não posso negar que desde já o meu nome, no Rio, e o de Gil, em Campos, estão à disposição do partido para a disputa das eleições de 2016. Queria agradecer ao jornal Folha da Manhã pela oportunidade da entrevista e aproveitar para agradecer ao povo de Campos pela confiança depositada em mim, que honrarei até o último dia do meu mandato.

 

Página 3 da edição de hoje da Folha
Página 3 da edição de hoje da Folha

 

Publicado hoje na Folha da Manhã

 

fb-share-icon0
20
Pin Share20

Este post tem 17 comentários

  1. Sr. congressista, com todo respeito, vá cuidar e dar paupite em seu “terreno”.
    Falou (e anda falando) muita (trecho excluído pela moderação)

  2. Gil Viana sempre foi responsável pelo apoio dado ao grupo, faz parte do farelo deste saco…Se o povo quer trocar o tudo de ruim pelo que sempre se achou o próprio até ter a oportunidade de ser ele mesmo, vota errado outra vez para Campos nunca mais sair do fundo do poço. Esse Gil Viana tem um estafe de (trecho excluído pela moderação) para o povão errar mais uma vez. Só servem pra isso: atrapalhar e (trecho excluído pela moderação)

  3. Eu sou Vasco meu freguês….kkkkkkkkkkk

  4. Quem é esse Gil Viana? O que ele fez ou faz nesse período que está na câmara em benefício dos campistas?

  5. Romario, tenho admiracao por ser um politico, que briga, mais nimguem esta em melhor condcoes do que Rafael Dniz, , da uma estudada e pesquisa, pra termos uma Campos-limpa, analise, bem antes de jogar em cima do homem errado.

  6. Pelo amor de Deus!
    Pensei que vc tivesse respeito por nós Campistas!
    Este cara não tem se quer expressão política, quem fira disposição e inteligência para governar nossa cidade.
    Piedade Romário… Faça uma pesquisa Pq você verá como está enganado em seu apoio.
    Gil nunca!

  7. sei que para os campista é. Difícil acreditar pois estamos sofrendo com p governo garotinho. Mas com Gil Vianna vamos voltar a crescer e campos terá. Um prefeito família que ama e respeita campos

  8. Com todo respeito ao nobre senador, não concordo. Acho que melhor do que Gil Vianna é o Tchê Tchê Tchê.

  9. Senhores, antes de postarem o que vocês não sabem, procurem saber mais um pouco sobre Gil Viana, quem o conhece sabe da sua seriedade e compromiss com o povo de Campos, Gil Viana é o melhor para Campos!

  10. Romario.
    está conversando com Crivella. Então tudo pode mudar.

  11. Postura , respeito, experiência,… essas são algumas das principais características que fazem de Gil Vianna o único nome que pode fazer de Campos a melhor cidade melhor.

  12. ostura , respeito, experiência,… essas são algumas das principais características que fazem de Gil Vianna o único nome que pode fazer de Campos a melhor cidade do Brasil.

  13. Estou com Romário: GIL VIANNA. O vereador que mais anda nesta cidade, parceiro do povo, um lutador. A mudança é Gil!

  14. Povo de Campos: Perdoe o Romário, ele não sabe o que diz!

  15. Pois é! E quem dá esta “brilhante” sugestão é o mesmo parlamentar (trecho excluído pela moderação)! É por isso que o Brasil não vai pra frente! É jogador de futebol que aproveita por ser conhecido e se candidata, é humorista analfabeto, é treinador, cantor, é o diabo! Já não basta os semi-analfabetos locais? E as inúteis, que se candidatam pra votar moções de aplausos?

    Chega! Já temos subservientes e ‘teleguiados’ demais da conta!

  16. Por favor Romário … Vc vai queimar seu filme!
    Gil nunca foi nem vereador direito… Imagine prefeito!
    Não gosta de povao.. Virou empresário , por favor Rafael,Diniz e a mudança !

Deixe uma resposta

Fechar Menu