Opiniões

Onde Rosinha gastou os R$ 90,7 milhões que recebeu do SUS em 2015?

Ter o jornalista e, como ele gosta de dizer, confrade Ricardo André Vasconcelos de volta à ativa na blogosfera goitacá, é motivo de celebração para quem entende que informação e opinião só têm valor quando juntas com credibilidade. Mas como ele andou meio sumido nos últimos dias por conta de uma viagem pessoal, o hábito da leitura diária do seu blog se acostumou à folga. E isso é um erro! Não por outro motivo, antes tarde do que nunca, este “Opiniões” pede a licença devida a Ricardo para reproduzir a postagem dele apontando quanto o governo Rosinha Garotinho (PR) já recebeu do governo federal em verbas do Sistema Único de Saúde (SUS): de janeiro a agosto deste ano, já foram R$ 90,7 milhões do dinheiro que a prefeita não tem nem vergonha em considerar (relembre aqui) publicamente como seu.

Enquanto o Ministério Público Federal (MPF) de Campos, tão pro-ativo durante o governo municipal Alexandre Mocaiber, passa mais uma semana sem se posicionar sobre a denúncia feita pelo presidente do Grupo Imne, o empresário e médico Herbert Sidney Neves, de que esse dinheiro federal do SUS estaria sendo retido ilegalmente pelo governo Rosinha para fazer caixa, fiquemos com a análise sempre precisa de Ricardo, sarcasticamente finalizada com um certo “bufão” a “desfilar suas asneiras sozinho no palco”, numa patética “caricatura de si mesmo”.

Confira aqui, no blog “Eu penso que…”, e na reprodução abaixo:

 

SUS Prefeitura de Campos
De janeiro a agosto de 2015 Rosinha recebeu R$ 90,7 milhões do governo federal para gerir o SUS no município (clique na imagem para ampliá-la)

 

Jornalista e blogueiro Ricardo André Vasconcelos
Jornalista e blogueiro Ricardo André Vasconcelos

PMCG já recebeu do SUS mais de R$ 90 milhões de janeiro a agosto de 2015

Por Ricardo André Vasconcelos

 

De janeiro a agosto deste ano, a Prefeitura Municipal de Campos, via Fundo Municipal de Saúde, recebeu do governo federal R$ 90,7 milhões para gerir o Sistema Único de Saúde (SUS) no município de Campos. A quantia, acredita-se ser insuficiente para a demanda de um município com quase meio milhão de habitantes e pólo de uma região que atende a pacientes de outras cidades.

O valor dos repasses está disponível no portal da transparência do Governo Federal (aqui) e é deste montante que a PMCG se utiliza para custear sua rede própria de hospitais, Postos de Saúde, como também contratualizar serviços de hospitais conveniados.

De acordo com declarações do secretário de Governo, Anthony Garotinho, hoje (ontem, dia 24) na rádio O Diário FM, a Prefeitura complementa essa verba mensalmente e,  dos hospitais conveniados, só a Santa Casa teria recebido este ano, um total R$ 29 milhões. O secretário quer saber como foi gasto o dinheiro.

Tem toda razão o secretário. Mas como tem tanta credibilidade quanto uma nota de R$ 3, precisa provar com dados oficiais e não com saliva abundante. Todo e qualquer convênio com dinheiro público obrigatoriamente deveria ter seus gastos divulgados centavo por centavo, despesa por despesa, beneficiário por beneficiário. E a PMCG poderia começar dando exemplo e publicando, em seu portal pouco transparente, como gastou os R$ 90.723.981,55 que recebeu do SUS de janeiro a agosto deste ano.

Mas o que se quer é transparência de verdade, com dados oficiais, números de processos, de ordens bancárias, e não “planilha excel” de encomenda para ser publicada na mídia companheira.

Cobrar e dar transparência, seria um bom começo para um diálogo franco e produtivo com a sociedade.

Ficar o secretário Garotinho, gestor de fato deste município, desancando promotores, juízes e jornalistas que não concordam com ele, só aumenta o clima de beligerância que vive a cidade, ao mesmo tempo em que a crise na gestão da saúde se agrava.

Enquanto isso, a prefeita de direito e o vice, que é médico e secretário de saúde (!!!!), saem de cena para deixar o bufão desfilar suas asneiras sozinho no palco.

Uma caricatura de si mesmo.

 

Atualização à 1h42 de 26/10: Mais atento, o jornalista e poeta Fernando Leite foi o primeiro a reproduzir aqui o texto do Ricardo André, no mesmo sábado (24) em que foi escrito.

 

fb-share-icon0
20
Pin Share20

Este post tem 17 comentários

  1. Concordo plenamente, no que diz respeito ao atento Jornalista Ricardo André Vasconcelos! Além de excelente jornalista, dono de um texto preciso, completamente coerente e lúcido.

    Quanto à matéria e o questionamento em si, temos o direito de saber, ainda que os governantes do município pensem que são reis absolutistas, que não devem explicações ou precisem prestar contas.

    Que os Juízes e Promotores que cumprem os seus papéis com dignidade, acrescentem às suas tarefas e empenhos, mais este desvendamento, já que tudo o que ocorre neste município, principalmente quando envolve altos valores e grandes quantias de dinheiro, se não é ocultado, é, pelo menos, obnubilado!

    Precisamos tirar esta densa névoa daquilo que deveria ser o “Portal da Transparência”. É, portanto, importante, que estes mistérios sejam devidamente apurados, esmiuçados à exaustão, e trazidos, finalmente, à luz, ao conhecimento de todos os cidadãos!

  2. Isso é um absurdo, e os pobres coitados que ficam esperando nos corredores, essa espírito sem luz fazendo caixa para tapar o rombo.

  3. O Tribunal de Contas do Estado deve saber, pois aprovou todas as contas dela. Inclusive as de 2014 .

  4. Por essa e outras que sou favorável à FEDERALIZAÇÃO da EDUCAÇÃO, SAÚDE, POLÍCIAS e BOMBEIROS. Alguns ESTADOS e PREFEITURAS simplesmente roubam ou gerem de forma equivocada estas instituições, e quem “paga o pato” são os funcionários públicos e a população que precisa utilizar o serviço público.

  5. Depois que o homem disse que em Campos elege até poste, eu acredito que ele manda até na justiça, pois até hoje ninguém conseguiu provar nada contra ele.

  6. Rosinha deveria ter dignidade e pedir pra sair…

  7. VOTO PODE SER COMPRADO?
    A LEI PERMITE A COMPRA OU VENDA DE VOTO?
    SERÁ QUE O DINHEIRO PÚBLICO, QUE PODERIA ESTAR INVESTIDO NA SAÚDE, EDUCAÇÃO E NA MELHORIA DA CIDADE, PODERIA ESTAR CUSTEANDO ELEIÇÕES?
    SÃO PERGUNTAS QUE NOS LEVAM A GRANDES REFLEXÕES.
    DESSA FORMA FICA AQUI UM PONTO DE INTERROGAÇÃO NA ABEÇA DO POVO. PODE OU NÃO PODE COMPRAR VOTO????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????

  8. Só sei de uma coisa, comigo é que não foi!!!

  9. Essa operação cinquentinha ficou caro para a população vendeu o voto por cinquenta e já sofre a sete anos e meio kkkk

  10. A Câmara Municipal de Campos,através da iniciativa do vereador Fred Machado,convida a todos os donos,gerentes de bares,bistrôs,restaurantes e afins e demais interessados para participarem da Audiência Pública que se realizará no dia 29 de outubro,próxima quinta-feira,às 10 horas da manhã,no Plenário da Câmara,para discutir tema relacionado à classificação de bares,restaurantes e similares conforme acontece com os hotéis que recebem estrelas de acordo com sua classificação.

    Maiores informações:(22)21016330/998972127-Heloisa ou pelo e-mail:[email protected]

  11. Se deu só para Sta Casa R$ 29.000.000,00 com certeza vai se chegar a este número pelo tanto de hospitais conveniados pela Prefeitura !
    Ou não ?

  12. Queria entender como o TCE aprovou as contas de 2014 deste governo.
    Com relação à saúde, só não ver o caos total quem recebe uma boquinha da prefeitura. Parece que estamos vivendo em Cuba….esse Garotinho briga até com a família, imagina com amigos.

  13. Com certeza uma boa parte ficou pra (trecho excluído pela moderação) do patrão… A que tem o GGGGGGGG… rs eee Campos, MPF nos salve deste mal…

  14. A intervenção do Governo municipal na Santa Casa fez com que os corredores dos HGG e HFM ficassem sem pacientes nos corredores que aguardavam vagas disponibilizadas pelo sistema de internações. Somente naquele dia foram internados na Santa Casa cerca de 60 (sessenta) pacientes. E mais, aos desinformados ou se fazem crer desta forma, o HFM e HGG, que recebem todos os dias um número considerável de pacientes de diversos outros Municípios, são hospitais de passagens, ou seja, acolhimento para que as internações sejam promovidas nos Hospitais: Plantadores de Cana, Beneficência Portuguesa e Álvaro Alvim. Segundo é de conhecimento, o Ministério da Saúde é rigoroso no controle e destinação de verbas, tanto que, sempre noticiado pela imprensa nacional quando se detecta algum desvio e malversação das respectivas verbas. Além do mais, o Governo Rosinha é um dos únicos (cerca de cinco) no percentual de mais de 40% na saúde, segundo o próprio Ministério da Saúde.

  15. Não ha fiscalização da bancada governista, são como cachorro de carroceiro
    apanha do dono e ainda balança o rabinho.

  16. Enfiou no (trecho excluído pela moderação) do marido

  17. Só quero saber aonde esta o MPF de Campos que não toma providência alguma a respeito das irregularidades;

Deixe uma resposta

Fechar Menu