Opiniões

Denunciados pela Odebrecht — “Que se vão todos!”

Conhecido apenas parte do teor da “delação do fim do mundo”, feita por 75 executivos da empreiteira Odebhecht, o jornalista e blogueiro Ricardo Noblat escreveu um texto que resume o que a imensa maioria da população pensa acerda dos políticos denunciados, do Planalto Central à Planície Goitacá, onde o casal Garotinho apareceu (aqui) como destinatário de R$ 9,5 milhões de propina para manipular as licitações do “Morar Feliz”, no valor total de mais de R$ 1 bilhão.

Confira abaixo:

 

Inocente

 

“A delação da Odebrecht, que mal começou, já provoca espanto, horror e nojo. Os atingidos por ela se dizem vítimas inocentes de infâmias e apostam que no futuro serão absolvidos pela Justiça e redimidos pela História.

E nós? O que falta para concluirmos que fomos governados nos últimos 14 anos por um bando de suspeitos de corrupção, mas que seguimos governados ainda por uma parte expressiva deles?

Digo suspeitos porque à luz das leis é o que eles são. Mas é difícil acreditar na inocência deles”.

 

Leia aqui a íntegra do texto do Noblat

 

fb-share-icon0
20
Pin Share20

Este post tem 2 comentários

  1. Lamentável é ler, mais uma vez, o lapso temporal resumindo somente aos últimos 14 anos a corrupção no Brasil.

    AÉCIO – o mineirinho – também está na lista.
    José Serra, Geraldo Alckimin, Marconi Pirilo, Beto Richa…estão todos na lista. Todos do PSDB…os menos solicitados pelo Santo Moro.

    Do DEM nem se fala, não salva quase ninguém…..

    1. Caro Leo,

      Lamentável é essa tentativa canhestra de retroagir a corrupção brasileira a Pero Vaz de Caminha, para não se punir ninguém entre os vivos. Sobretudo aqueles alinhados idelogicamente aos dogmas ideológicos de quem, contra o sol, busca defesa na peneira. Como bem disse o Noblat, no título do seu texto, copiado no blog: Que se vão todos!

      Abç e grato pela chance das observações!

      Aluysio

Deixe uma resposta

Fechar Menu