Opiniões

“Rolo compressor” de Rosinha não esmaga vozes da oposição

Makhoul, Zé Geraldo e Schunk (montagem de Eliabe de Souza, o Cássio Jr.)

“Truculência pura” para o petista Makhoul Moussallem, “descumprimento da função constitucional” para José Geraldo (PRP) e “falta de transparência” para Erik Schunk (Psol). Foi assim que os três ex-candidatos à Prefeitura de Campos, derrotados ainda no primeiro turno de outubro passado, na reeleição de Rosinha (PR), reagiram ao “rolo compressor” governista da Câmara Municipal, que na sessão de ontem aprovou as contas da prefeita no ano anterior, mesmo com os vereadores oposicionistas presentes solicitando mais tempo para a devida análise. Os 18 governistas presentes ainda  negaram todos três pedidos de informação feitos pela oposição: 1) acerca do resultado da auditoria feita sobre o programa “Campos Cidadão”, 2) sobre a empresa que teriam sido contratada para auditar a Prefeitura, e 3) quanto ao “Cheque Cidadão”, cujo aumento foi prometido na campanha de Rosinha, entrou no orçamento, mas não foi pago à população nos dois primeiros meses do ano.

Na Câmara, na ausência de Nildo Cardoso (PMDB), seus colegas Fred Machado (PSD), Rafael Diniz (PPS) e Marcão (PT) protestaram. Fora dela, a oposição também marcou sua posição sobre a atitude governista:

Makhoul — É o que eles chamam até com certo orgulho de “rolo compressor”. Prevalece a vontade da maioria, mas não dentro das regras do jogo democrático, que resguarda também direito de voz às minorias, que foi cassado da oposição na negação de simples pedidos de informação. Não é só aprovar passivamente tudo que vem do governo. Percebe-se a arrogância de querer se demonstrar que se aprova o que bem se entende, quando bem se entende. Isso não é democracia, é prova de força, é truculência pura.

Zé Geraldo — Quem foi esmagado por esse “rolo compressor” não foram os vereadores de oposição, mas os cerca de 100 mil campistas que votaram na oposição, que votaram pelo direito de ser legitimamente representados. Mas a verdade é que o governo faz o que quer, aprova o que quer, sem que se discuta absolutamente nada. Os pedidos de informação não foram nem considerados na sessão. Os vereadores da situação não têm independência, se limitam a abaixar a cabeça a  tudo que vem do executivo. Só que se insistirem em não fiscalizar os atos do executivo, ignorado sua função constitucional e institucional, terão que ser questionados na Justiça, com risco até da perda de mandato.

Schunk — Isso é fruto do autoritarismo claro da gestão atual, sem dar chance aos vereadores de oposição de sequer questionar. E isso não  é de hoje, sempre foi a prática de Anthony Matheus e Rosinha. Alguns até pensam que eles possam amadurecer, no sentido de realizar um governo mais democrático e transparente, mas a gente percebe que isso nunca acontece. Se os vereadores de oposição, eleitos democraticamente com votos de oposição, não tem direito de exercer seus mandatos de oposição, o que dizer de nós, políticos de oposição sem mandato, ou da população?

fb-share-icon0
20
Pin Share20

Este post tem 11 comentários

  1. Concordo plenamente com as opiniões emitidas pelos ex-candidatos, mas também lastimo pela maioria!

    Embora maioria, representam igualmente os mal-informados, os tolos e até mesmo uma boa parcela de inocentes. Ainda na maioria, encontram-se aqueles que são oportunistas, que levam ou pensam que levam alguma vantagem na escolha de seus representantes.

    Cabe aqui um belo de um estudo para Antropólogos, Sociólogos e Psicólogos Sociais. Embora a conclusão seja tão óbvia quanto dedutível, caberia um profundo estudo das Ciências Sociais no levantamento comprovado destas questões.

    É evidente que a “Inteligentzia” da máquina ou ‘rolo compressor’ como gostam de se autodenominar, conhece com precisão cirúrgica todas as etapas do processo manipulatório e como exercer um eficiente “controle” de todo o esquema persuasivo.

    Não são tolos, ao contrário, estão sempre atentos a qualquer possibilidade de ‘desvios’ e estão sempre prontos a corrigir os rumos.

    Nada que ocorre na política de nosso Município é “por acaso”, cada passo é meticulosamente articulado e estudado.

    Poucas vezes os três candidatos que pleitearam governar o Município procuraram esclarecer à população o jogo a que estão submetidos. Talvez seja a hora de reunir pessoas inteligentes e capazes de analisar a fundo cada ação articulada e preparar ações para desnudá-las ao nível da compreensão popular.

  2. Infelizmente,vamos continuar com uma Câmara,pífia,covarde e sem mostrar a população a que vieram?Poxa vão continuar “negando informações”?Cadê a TRANSPARENCIA?Afinal,para pessoas honestas e com caráter vale o ditado popular de QUEM NÃO DEVE NÃO TEME?Vamos ter mais 4 anos com um Cãmara COVARDE?Sinceramente votei em alguém que não faz parte dessa “curriola”,imagino o que ele deve estar passando,devido ao “continuismo do governo passado,e a ACEITAÇÃO E ENTREGA DOS NOVOS”.Muito triste isso!!!

  3. Da oposiçao na camara so ouço FRED MACHADO questionar esse governo….ks od outros……

  4. Eu sabia que isso aconteceria. Quando me perguntavam em qual vereador iria votar, eu dizia: “em qualquer um da oposição”, pois se a maioria for da situação, vai continuar a mesma coisa.

  5. Enquanto clamamos no CONGRESSO NACIONAL o direito do royalties, acusando as lideranças ali presentes, que nos cerciavam de AUTORITÁRIAS e ARROGANTES. O mal exemplo vem de casa, melhor esclarecendo da CASA LEGISLATIVA DE CAMPOS DOS GOYTACAZES lamentavelmente… Os homens que nos representam neste momento, só respiram o CONTRACHEQUE DE 15.000 (quinze mil reais) e BERÇO EXPLENDIDO…

  6. NÓS NÃO PODEMOS VER E FINGIR QUE ESTÁ TUDO BEM! ENTÃO SE FOSSE ASSIM O DITADO QUE FALAM: NÃO DIRECIONADO PRA ALGUÉM “TÁ DESVIANDO VERBAS MAS, PELO MENOS ESTÁ FAZENDO OBRAS” ESTE PENSAMENTO ME DEIXA EM SITUAÇÃO DE IMPOTÊNCIA QUANDO SE FALA EM POLÍTICA NO BRASIL.

  7. Concordo com o Schunk! O nome disso é autoritarismo! O tirano faz o que quer na cidade e todos acabam abaixando a cabeça! Ditadura disfarçada da duplinha maldita!

  8. NAO DA PRA ENTENDER E NEM ACEITAR UMA ATITUDE DESSAS !!!

    ISSO NAO E DEMOCRACIA E NEM TAMPOUCO TEM A TAL TRANSPARENCIA QUE AFIRMAM TER….

    NA VERDADE SO FALAM, FALAM E NINGUEM SABE DE NADA QUE ACONTECE NA SURDINA E RASTEIRAMENTE COM NOSSO DINHEIRO !!!

    ME DESCULPEM, MAS SE E PRA CONTINUAR ASSIM E MELHOR NAO TER DINHEIRO, PQ O MESMO ACABA INDO PROS PROJETOS DO SR GAROTINHO QUE NA VERDADE E QUEM GOVERNA ESSA CIDADE TAO CARENTE DE TUDO!!!

    NINGUEM AGUENTA MAIS TANTO DINHEIRO E SER UM NADA !!!

  9. NÃO SEI PORQUE ME LEMBREI DAQUELE FILME “TRES PATETAS”!!!

  10. A DEMOCRACIA NÃO DEU CERTO. PELA VOLTA DOS MILITARES URGENTE….

  11. Quando, lá no Congresso Nacional, o deputado-prefeito reclamou do Senador Renan sobre a forma de tratar as oposições como que “passando um trator sobre elas”, esqueceu ele que manda fazer aqui na Câmara de vereadores, o mesmo remédio que reprova lá – “rolo compressor dos vereadores da situação”. Usa aqui o mesmo critério. O que é ruim pra eles lá, é bom pra eles aqui. Chamo a isso descaramento puro.

Deixe uma resposta

Fechar Menu