Opiniões

BR 101 fechada — Oposição não a um governo, mas à lógica

Manifestação de hoje, fechando a BR 101 em frente ao aeroporto de Campos (foto de Rodrigo Silveira)
Manifestação de hoje, fechando a BR 101 em frente ao aeroporto de Campos (foto de Rodrigo Silveira)

Lendo alguns dos blogs feitos por assumidos opositores do governo municipal, chega a espantar a cobertura companheira ao ato de se fechar a BR 101, em protesto contra a votação no Congresso Nacional ao veto da presidente Dilma Rousseff (PT) à proposta de partilha dos royalties, como a Folha Online noticiou aqui. Lógico que quem mora em Campos, se opõe ao atual governo de Campos, mesmo acomodado ao papel de oposição como mero meio de subsistência, bancada pelo dinheiro público estadual, que igualmente diminuiria com a redivisão dos royalties do petróleo, tenha que lutar pela manutenção destes integralmente aos estados e municípios produtores. Aliás, este tem que ser o papel, inclusive, daqueles que aqui residem e têm que trabalhar para sobreviver.

Muito embora, qualquer um que pense seja capaz de enxergar a completa inutilidade, em Brasília, de tais protestos em Campos, que na prática só servem para atrapalhar a vida de quem trafega na principal rodovia do país.

O que espanta é que esses mesmos blogs locais sabidamente de oposição, alimentados por fontes sabidamente da situação, agora divulguem como algo positivo, digno de elogios, o protesto de fechamento da BR 101, feito hoje pelas mesmas pessoas e usando a mesma logística já aplicada para protestar, interditando a mesma rodovia, contra as duas cassações da prefeita Rosinha (PR), em seu mandato anterior, quando tais atos foram alvos de profunda crítica de quem, ao sabor dos ventos, agora bate palmas. Resumo da ópera dessa oposição virtual (com duplo sentido, por favor): quando é para protestar pelos royalties, fechar a BR 101 é legal, mas quando é para protestar a favor de Rosinha, fechar a BR vira crime.

Com essa oposição não a um governo, mas à própria lógica, como alguém pode ainda pode levar essa gente a sério?

fb-share-icon0
20
Pin Share20

Este post tem 5 comentários

  1. Quando os moradores do parque Imperial e vizinhos tentaram fechar trecho da estrada que liga Campos a Donana, porque a “novo rodovia” não tem acesso para ir e sair do bairro, os moradores tem que percorrer mais de quatro quilometros e ainda ter que enfrentar o piscinão, no entorno PRE, consideram também como crime o fechamento da pista, diga-se de passagem so ficaram sabendo porque o presidente da d”assossiação de moradores” abriu antecipadamente o bico.

  2. Concordo com o Carlos Heitor, quem mora nos bairros vizinhos ao Pq Imperial, está há 2 anos passando por problemas com está obra que não acaba nunca, e ainda com o aumento de percurso para quem entra ou sai dos bairros. O comércio dos bairros no lado contrário ao Imperial a maioria já fechou a porta, ninguém quer se arriscar escalando o barranco criado para isolar os bairros.
    A Associação de moradores se existe não tenta organizar nenhuma manifestação “pacifica” para fechar a RJ216, e assim chamar a atenção do governo municipal e do estadual já que esta rodovia é estadual.
    Nenhuma consulta foi feita por parte deste governo “democrático” aos moradores e contribuintes destes bairros sobre a construção desta pista, sobre os seus retornos e entradas e saídas dos bairros.

  3. Isso não adianta nada! Mais ainda, mostra o quanto vimos andando para trás nesse governo que obriga seus funcionários- ditadura- a agir como vândalos, como ” índios” ( no sentido pejorativo da palavra, óbvio), para aparecer na mídia e nos envergonhar! Pessoas inteligentes usam argumentos e não essas baixarias terroristas! Fora famiglia! Libertemos- nos do seu jugo!

  4. Laila tens razão .Fechar esta rodovia é apelar.Pessoas que não sabem argumentar utilizam destes meios.

Deixe uma resposta

Fechar Menu