Opiniões

Das lições que a oposição em Campos nunca aprende com a situação

Por onde anda a Frente Democrática?

Por Rafael Vargas, em 02-08-2013 – 10h31

Não há nenhuma novidade em afirmar que existem muitas divisões dentro do grupo liderado pelo deputado federal Anthony Garotinho (PR). Entretanto, quando a “corda aperta”, todos seguem as regras do comandante. Já no caso da oposição, a situação é diferente. Sem uma figura central, a minoria oposicionista em Campos está dividida em capitanias hereditárias e corre sérios riscos de passar vergonha nas eleições de 2014. Durante as articulações visando o pleito é possível observar a tática do “cada um no seu quadrado”. São muitos pré-candidatos, muita vaidade e pouca estratégia. Um bom exemplo desta falta de diálogo é a Frente Democrática, que sumiu completamente do mapa.

fb-share-icon0
20
Pin Share20

Este post tem 2 comentários

  1. Tem que se ter união,tem que se deixar a vaidade de lado, coisa muito difícil num político. (rs)

  2. Com toda certeza tem que se fazer uma grande reflexão quanto aos últimos acotecimentos políticos de nossa Campos. Especula-se sobre a candidatura do Verador Nildo Cardoso, o que seria bom para dar suma sacudida na oposição que estar, numa avaliação geral, igual um “cachorrinho” quando cai de um caminhão de mudança.Nas eleições de 2014, o povo da região vai ter várias opções de esolha de seus representantes, pois teremos para Camara Federal alguns nomes como: Dr. Arnaldo, Nildo, Mackol, Feijó, Clarissa e Barbosa Lemos, o homem que foi determinante nas vitórias de Rosinha nas últimas eleiçoes, não sabemos porque o seu nome não aparece entre os pré-candidatos apoiados pelo grupo dos Garotinhos, o que é com toda certeza uma grande injustiça. Mas Barbosa é bão de briga, se esse pessoal o trair, Ele junta os amigos e vai em busca do seu espaço. “Projeto Portas Abertas”.

Deixe uma resposta

Fechar Menu