Opiniões

Hitler e a torcida brasileira

Favoritos ao primeiro lugar de seus grupos, assim como ao título, caso confirmem as previsões, Brasil e Alemanha só se cruzariam nas semifinais da Copa do Mundo, mais precisamente em 8 de julho, às 17h, em Belo Horizonte, no Mineirão. Quer isso aconteça ou não, desde que Hans Staden caiu prisioneiros dos tupinambás no séc. 16 (veja aqui), já se deram muitos outros cruzamentos entre tupiniquins e germânicos. Na tribo goitacá, por exemplo, não tem muito tempo, fez sucesso na taba virtual a montagem de um vídeo de Adolf Hitler, encarnado visceralmente pelo ator Bruno Ganz, no necessário filme “A Queda — As Últimas Horas de Hitler” (2004), do diretor Oliver Hirschbiegel. Aproveitando algumas cenas em que Hitler perde o contato com a realidade em acessos de fúria e depressão, diante da iminência da derrota (a)final, as legendas em português ao áudio em alemão foram alteradas para colocar o deputado federal Anthony Garotinho (PR) falando pela boca do ditador da Alemanha Nazista.

Assim como foi feita aquela analogia entre alguns aspectos de Hitler e Garotinho, não é necessário esforço para fazê-lo também entre o último e outro conhecido político. A prioridade às ações assistenciais (ou assistencialistas?) como alicerce de uma política popular (ou populista?), o inchaço e a ocupação desavexados da máquina do estado, as constantes denúncias de superfaturamento nas obras públicas, os pífios desempenhos em saúde e educação, a promiscuidade entre público e privado, os indícios de manipulação dos instrumentos da Justiça, a pretensão messiânica da liderança, a catequese fundamentalista dos liderados, a incapacidade de conviver pacificamente com qualquer mídia que não seja chapa branca, a demonização do contradito e do contraditor, o maniqueísmo fascista que só admite o “conosco” ou o “contra nós”, são algumas das características que o ex-governador do Rio comunga, por exemplo, com um certo ex-presidente do Brasil.

Difícil crer, portanto, em coincidência quando um gaiato teve uma ideia muito parecida, mesmo sem provavelmente conhecer nada de Campos, ao decidir usar o polêmico episódio do “Ei, Dilma, vai tomar no c(…)!” e a democracia irrefreável das redes sociais para divulgar uma outra montagem, com as mesmas cenas do filme “A Queda”. Por anacronismo ideológico, talvez não faça o mesmo sucesso por aqui do que a montagem anterior, mas enquanto não se cumpre a previsão de violência eleitoral feita aqui por Lula, da Copa até as eleições de outubro (e novembro), e ainda dá para rir mais do que chorar, confira abaixo o resultado hilário da nova montagem:

 

 

fb-share-icon0
20
Pin Share20

Este post tem 6 comentários

  1. Muit hilário.Show.

  2. Muito hilário.Show.

  3. Por aqui também não foi diferente…

    Um blog há muito decadente parece estar bastante preocupado com o que se escreve aqui sobre a Copa do Mundo. Até torcer pela seleção brasileira, está torcendo, logo quem sempre torceu contra tudo e contra todos, inclusive contra si. As postagens de lá, que sempre tentaram induzir seus parcos leitores a teorias de conspiração das mais estapafúrdias, típicas da ideação persecutória e da megalomania dos esquizofrênicos, agora não questiona nem a marcação do pênalti inexistente em Fred, que toda a mídia brasileira e do mundo afirmou não ter existido.

    Em um dos comentários no blog de lá, sempre feitos por quem parece ter orgasmos identitários ao se auto-comentar, diz que no vídeo do show do Rappa publicado numa postagem daqui e visualizado, só no Youtube, por mais de 106 mil pessoas, o Falcão teria dito para o público que mandava em coro Dilma tomar no cu, que era para não votar nela. Como é uma mentira deslavada e sobretudo burra, como pode comprovar qualquer um com capacidade de audição e visão, só evencia o desespero delirante, embora cômico, dessa gente descendo a ladeira em cada nova pesquisa eleitoral.

    Falcão só pediu por saúde, educação, transporte e segurança. Pedir isso, então, é pedir para não votar em Dilma? Na negação que confirma, parece que tudo que o cara queria era também gritar aquilo. Freud explica… rs

    Os chapa branca estão raivosos, Aluysio. Mas a vantagem é que nos divertem.

  4. COMO SOU FANÁTICO POR HISTÓRIAS REFERENTES A 2ª GUERRA MUNDIAL, ESSE FILME ASSISTI VÁRIAS VEZES, POIS A INTERPRETAÇÃO DESTE ATOR COMO PERSONAGEM DE HITLER É SIMPLESMENTE PERFEITA.
    PARA SE TER UMA IDÉIA, TENHO FOTOS DE TODAS AS CRIANÇAS MORTAS PELO HITLER, QUE DORMIAM NO BUNKER POUCO ANTES DO SUICÍDIO DE HITLER.
    ESTA MONTAGEM É BOA, POIS O QUE ACONTECEU EM 1945, NÃO DIFERE MUITO DO QUE ACONTECE NOS “BASTIDORES” DA POLÍTICA.
    ELES (OS POLÍTICOS) QUEREM FAZER DE NÓS ELEITORES, SEUS COBAIAS, SEUS PALHAÇOS. QUEREM SIMPLESMENTE DINHEIRO E PODER, QUE SE DANE OS ELEITORES DEPOIS DE ELEITOS (JÁ ESTÃO NO PODER NÉ?).
    TENHO CERTEZA, QUE NAS URNAS DESTE ANO OS BRASILEIROS IRÃO DAR SUAS INSATISFAÇÕES!
    FORA PT!
    FORA GAROTINHO!
    FORA DILMA!
    FORA CRIVELLA!
    FORA TODOS QUE NÃO QUEREM O BEM DO POVO BRASILEIRO!
    TEM DINHEIRO (E MUITO DINHEIRO) PARA FAZER CAMPOS DE FUTEBOL PARA A COPA, GASTANDO BILHÕES, MAS NÃO TEM DINHEIRO PARA MUDAR O PAÍS, COM MELHOR EDUCAÇÃO, MELHORES HOSPITAIS E MELHORES TRANSPORTES PÚBLICOS?
    NÃO DÁ PARA AGUENTAR…O POVO ACABA XINGANDO A PRESIDENTE PORQUE ELA NÃO FAZ PELO POVO.
    USA TODA A REDE DE TV E RÁDIO PARA FALAR DE MELHORIAS EM PLENA COPA DO MUNDO? QUE MELHORIA? A DOS CAMPOS DE FUTEBOL NÉ???
    NINGUÉM É MAIS OTÁRIO, NINGUÉM QUER SABER DE PALAVRAS, TODOS QUEREM AÇÃO!

  5. AH QUE HISTÓRA É ESSA DE GAROTINHO POR NA TV QUE É FICHA LIMPA?? NUNCA FOI, TODOS SABEM DISSO!!

  6. AJUDEM A ESPALHAR: CHEFÃO DO PT PEDE ABERTAMENTE A CABEÇA DE JORNALISTAS NA PÁGINA DO PARTIDO. ESTOU NA LISTA. NÃO SEI O QUE FARÃO OS OUTROS. ESTOU ANUNCIANDO AQUI QUE VOU PROCESSAR O SR. ALBERTO CANTALICE POR CALÚNIA E DIFAMAÇÃO. CABE INDAGAR SE CHEFÃO PETISTA NÃO ESTÁ DANDO UMA ORDEM PARA QUE ESSAS PESSOAS SEJAM AGREDIDAS NAS RUAS. É PRECISO CUIDADO! ELE É DO PARTIDO A QUE PERTENCIA CELSO DANIEL!
    Por Reinaldo Azevedo-Veja

    DECIDI MANTER ESTE POST ANO ALTO DA PÁGINA. COMENTEM COM MODERAÇÃO E SERENIDADE, TUDO AQUILO QUE ESTE SENHOR QUE APARECE AÍ ABAIXO NÃO TEM. SOMOS DE OUTRA NATUREZA.
    *

    Alberto Cantalice, vice-presidente do PT, divulga no site do partido lista negra de jornalistas. Um assunto para a Justiça e para a Polícia Federal

    Os petistas saibam os senhores, pedem a cabeça de jornalistas para seus respectivos patrões. O partido tem nas mãos instrumentos para fazê-lo: anúncios da administração direta e propaganda de estatais. Alguns cedem, outros não! Denunciei aqui a fala de um certo José Trajano na ESPN e AFIRMEI QUE ELE NÃO ESTAVA PENSANDO APENAS POR SUA CABEÇA. DEIXEI CLARO QUE ELE VOCALIZAVA PALAVRAS DE ORDEM DO PT. Muitos não acreditaram. Pois é…

    A opinião do sr. Trajano sobre mim e sobre os demais que ele atacou (Augusto Nunes, Diogo Mainardi e Demétrio Magnoli) pode ser moralmente criminosa, mas não vai além disto: dolo moral. Ele tem o direito de achar a respeito dos meus textos o que bem entender. E eu tenho o direito de responder. Se ele se sente bem com o seu oficialismo de contestação, aí é problema dele.
    É diferente, no entanto, quando um político acusa jornalistas de cometer um crime. Aí a coisa pega. O sr. Alberto Cantalice, vice-presidente do PT e “coordenador das Redes Sociais do partido” escreveu um artigo no site do PT em que se pode ler esta pérola.

    “Personificados em Reinaldo Azevedo, Arnaldo Jabor, Demétrio Magnoli, Guilherme Fiúza, Augusto Nunes, Diogo Mainardi, Lobão, Gentili, Marcelo Madureira entre outros menos votados, suas pregações nas páginas dos veículos conservadores estimulam setores reacionários e exclusivistas da sociedade brasileira a maldizer os pobres e sua presença cada vez maior, nos aeroportos, nos shoppings e nos restaurantes. Seus paroxismos odientos revelaram se com maior clarividência na Copa do Mundo”

    Observem que os quatro da lista de Trajano estão também na de Cantalice, que vem ampliada. Não sei o que farão os outros. Sei o que eu farei. Estou anunciando aqui que vou processá-lo. E a razão é claríssima. Ele está me acusando se estimular a que outros “maldigam os pobres” e os discriminem em ambientes públicos. Se eu faço isso, então eu sou um criminoso. Violo um artigo da Constituição e da Lei 7.716, alterada pela Lei 9.459. Vale dizer: transgrido a Carta Magna do meu país e cometo um crime previsto em lei. ENTÃO O SR. CANTALICE VAI TER DE PROVAR O QUE DIZ. ELE VAI TER DE DIZER EM QUE ARTIGO E EM QUE MOMENTO EU PREGUEI A DISCRIMINAÇÃO CONTRA OS POBRES.

    Para esclarecer a questão constitucional e legal. Estabelece o Inciso XLI da Constituição:
    “XLI – a lei punirá qualquer discriminação atentatória dos direitos e liberdades fundamentais”.
    Define a Lei 7.716, depois de alterada pela 9.459:
    “Art. 20. Praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional. (Redação dada pela Lei nº 9.459, de 15/05/97)
    Pena: reclusão de um a três anos e multa.(Redação dada pela Lei nº 9.459, de 15/05/97)

    Como sabem os advogados, a discriminação por condição econômica tem sido considerada pelos juízes da mesma natureza das categorias acima previstas. Assim, o sr. Cantalice acusa esse grupo de jornalistas de cometer crimes que rendem até três anos de prisão. Vai ter de provar. Se não provar, incorre no crime de calúnia e difamação.
    Atenção! Este senhor é o “coordenador da redes sociais DO partido”, entenderam? Não é que ele seja o coordenador do partido para as redes sociais. Não!!! Levadas as palavras ao pé da letra, os petistas julgam já ter privatizado as redes sociais. Não deixa de ser verdade.

    O sr. Cantalice vai mais longe, Ele descobriu que esse grupo de jornalistas — e vejam quanto poder ele nos confere — é responsável pela vaia que Dilma levou nos estádios. Também ele recorre à metáfora canina para nos designar. Leiam:

    “O subproduto dos pitbulls do conservadorismo teve seu ápice nos xingamentos torpes e vergonhosos à presidenta Dilma na abertura da copa, na Arena Corinthians. Verdadeiro gol contra, o repúdio Imediato de amplas parcelas dos brasileiros e brasileiras ao deprimente espetáculo dos vips, demonstram que a imensa maioria da população abominam essa prática.
    Desnudam-se os propagadores do ódio. A hora é de renovar acreditar no Brasil e acreditar no Brasil!”

    Muito bem! Vocês sabem o que isso significa: quando o maior partido político do país, que tem, de fato, milhares de seguidores — alguns deles podem estar dispostos ao tudo ou nada — nomeia um grupo restrito de jornalistas como propagador do ódio, acusando-o, adicionalmente, de responsável por vaiais e xingamentos de que foi alvo a presidente Dilma, isso corresponde, me parece, a um convite a uma ação direta.
    Não é segredo para ninguém que certo tipo de militância não precisa de palavras explícitas para agir. O sr. Cantalice está pondo em risco a segurança de profissionais da imprensa. Talvez queira isto mesmo: calar a divergência por intermédio da intimidação e do terror. Que este post sirva de alerta à Polícia Federal e ao Ministério Público. Evidentemente, nenhum de nós deve esperar a solidariedade e o protesto de entidades de defesa da categoria. Sabem por quê? Porque os respectivos comandos da maioria delas pensam a mesma coisa. Também elas acham que deveríamos ser proibidos de escrever o que escrevemos, de falar o que falamos, de pensar o que pensamos. IMAGINEM O QUE ACONTECERIA SE UM GRUPO OU UMA ENTIDADE CONSIDERADOS DE DIREITA TORNASSE PÚBLICA UMA LISTA DE DESAFETOS. O MUNDO VIRIA ABAIXO. O PT repete a tática da ditadura militar e resolveu espalhar no mural da rede os nomes e as fotografias dos “Procurados”.

    Bando de fascistas!
    O petismo é a mais perfeita definição do que muitos chamam nos EUA de “fascismo de esquerda”. Qualquer pessoa que tenha lido o que escrevemos ou ouvido o que falamos sabe que pensamos coisas distintas sobre um monte de assuntos. Nunca nem mesmo conversei com Guilherme Fiúza, por exemplo. Duvido que Arnaldo Jabor queira papo comigo.
    Com isso, estou deixando claro que não formamos um grupo. Pode ser que os petistas estejam acostumados a conversar com quadrilheiros disfarçados de jornalistas. Não é o caso.

    Eu, sim, acuso o governo do seu partido, sr. Cantalice, de financiar com dinheiro público páginas na Internet e blogs cujo propósito é difamar a imprensa independente, as lideranças da oposição e membros do Poder Judiciário que não fazem as vontades do PT. E o senhor certamente não vai contestar porque é autodemonstrável.

    O PT começou a sua trajetória no poder hostilizando a imprensa que não se limitava a prestar assessoria ao partido. Depois, passou a financiar o subjornalismo “livre como um táxi”. Aí tentou (e tenta ainda) criar mecanismos de censura. Agora, já chega ao ponto de estimular, ainda que de modo oblíquo, a agressão aos profissionais que não rezam segundo a sua cartilha. A esmagadora maioria da categoria vai silenciar — até porque alguns fazem esse mesmo trabalho em suas respectivas colunas, não é mesmo? Ok. Hoje, somos nós. Amanhã, chegará a vez de vocês. É simples assim. E é sempre assim.

    Vaias
    Eu sou responsável pelas vaias? Eu não! Quem estimulou as manifestações de rua em junho foi o PT. Eu sempre as critiquei. Ademais, sabem o que motiva vaia em estádio, meu senhor? Eu conto: roubalheira, safadeza, associação com o PCC.
    Sem contar que quero encontrar cara a cara com esse sujeito num tribunal. Quero perguntar quais são as suas credenciais e sua origem para falar em nome do povo. Quero opor as minhas às suas. Quero lhe dizer que o governo que ele representa financiou, por exemplo, a ação de sem-terra e índios que resultou em policiais feridos em Brasília. Quero lhe dizer que seus aliados deram suporte a coisas como a “Mídia Ninja” na esperança de que os alvos seriam os adversários. O tiro saiu pela culatra, a despeito das intenções da turma.

    O sr. Cantalice quer saber onde estão os responsáveis pela hostilidade a Dilma nos estádios? Comece por se olhar no espelho. O PT estimula a desordem. O PT estimula o desrespeito às leis. O PT estimula o desrespeito a qualquer hierarquia. O PT estimula o desrespeito até mesmo à organização familiar. O partido esperava escapar do clima que ele próprio criou?

    De resto, se as hostilidades a Dilma foram um “gol contra” dos que não gostam dela e se a maioria “abominam” (sic) aquele comportamento, o sr. Cantalice deveria estar contente, não é mesmo? O PT está empenhado em fazer do limão uma limonada. Ao isolar o grupo dos “jornalistas do mal”, ameaça, na prática, todos os outros. É como se dissesse: “Comportem-se, ou vocês vão entrar na lista negra”. E, claro!, muita gente vai se comportar e ainda achar pouco!
    É claro que fico preocupado quando lembro que o sr. Cantalice pertence ao partido de Celso Daniel. Terei, é certo, de tomar as devidas providências para a minha segurança. E acho que os outros devem fazer a mesma coisa.

    http://abr.ai/1n79fH9

Deixe uma resposta

Fechar Menu