Pelo confronto entre ideias e argumentos, jamais das pessoas

Stoa Sul da ágora de Atenas, berço da democracia, julho de 2009 (foto de Ícaro Barbosa)
Stoa Sul da ágora de Atenas, berço da democracia, julho de 2009 (foto de Ícaro Barbosa)

Já disse mais de uma vez que grande barato da lida blogueira, além do retorno em tempo real, é que muitas vezes os debates gerados nos comentários acabam sendo tão ou mais interessantes do que as próprias postagens que os geraram. Não por outro motivo, em dia de manifestações pró-Dilma hoje, antevéspera das passeatas que no próximo domingo pedirão nas ruas o impeachment da presidente reeleita, no desejo sincero de que as ideais e os argumentos que as sustentam (ou não) se digladiem na ágora da democracia, jamais as pessoas, o blog reproduz abaixo, na relevância maior de post, um debate gerado aqui entre o titular deste espaço e o ator Tonin Ferreira:

 

  • tonin ferreira

    O motorista dirige mal? Matem o dono da empresa! A água do rio Paraíba está poluída? Prendam o Presidente da antiga CEDAE! Seu condomínio aumentou? Joguem o síndico pela janela do último andar e culpem o porteiro! Eu fico assustado com a falta de vergonha, de decência, de educação, e de sentido lógico em algumas atitudes de pessoas que se dizem revoltadas com a Dilma. Lembrei-me da galera do “crucifica-o! Crucifica-o!”, pedindo a libertação de um bandido (o tal Barrabás). Fico assustado quando não posso ir ao estádio torcer pelo meu time, pois é capaz do meu vizinho me agredir sem perceber, simplesmente por ser torcedor do time rival. Fico assustado quando o campo do Americano é vendido para dar lugar a edifícios e ninguém se mexe em nenhuma manifestação de repúdio a especulação imobiliária. Fico assustado quando o talento é substituído por BBB’s, teste de fidelidade ou qualquer coisa by nigth. Fico assustado com panelaços durante um programa gravado na televisão (quanta burrice), manifestantes destruindo lojas e alegando liberdade de expressão, pessoas me mandando voltar pra Cuba (se fosse Cubano talvez pensasse nisso), pelo simples direito de votar em quem eu quiser,de salários defasados, professores desprestigiados (desde sempre)… não dá pra confiar nem no antidopping!!! Mas falar da Dilma sem antes falar de si mesmo, pra mim, fica uma conversa meio “de um lado só”. Lembrei-me de José Cisneiros, diretor de teatro de Campos, falando comigo e Adriana Medeiros sobre atitudes: “limpa teu quintal antes de reclamar da rua”. Que os ladrões sejam presos… que os corruptos paguem por seus pecados… que o dinheiro surrupiado seja devolvido aos cofres públicos… e que a democracia seja respeitada.
    Esse é o meu desejo.

     

  • Aluysio

    Caro Tonin Ferreira,

    Prazer tê-lo aqui! Sim, a democracia tem que ser sempre respeitada, mas desde que observadas duas das suas próprias ressalvas. A primeira: que os ladrões sejam presos, consequentemente apeados dos cargos públicos que eventualmente ocupem e/ou impossibilitados de novamente ocupá-los, segundo reza a lei. A segunda, só para constar, é que o fato de você ter direito de votar em quem quiser não é diferente daqueles que, no exercício democrático do mesmo direito, escolheram há dois mil anos salvar a vida de um bandido: “o tal Barrabás”.

    Abç e grato pela chance do debate!

    Aluysio

     

fb-share-icon0
20
Pin Share20

Este post tem 2 comentários

  1. Leniéverson

    Acontece que os tais defensores da Dilma, por certa idolatria, não costuma ver a vida – creio eu – do ponto de vista mais emocional do que racional. Infelizmente, o Tonin, é mais um que vê o PT e a Dilma, como um mero e singelo, respectivamente, partido político e uma presidente da república, sem defeitos, sem pecados eque não comentem erros. E mais: que não podem ser criticados, nem vaiados, nem imputados, etc. Enfim, é o transformar pessoas em deuses, sempre dispostos a serem cultuados. O Tonin parece ver as coisas e um mundo baseado em falsas teorias da conspiração. Sim, panelaço foi feita por gente verdadeiramente do povo, que é está indignado, que paga a farra de todos os escândalos que estamos vendo por aí. Não somos como esse povo da matéria abaixo.
    http://www.valor.com.br/politica/3952318/manifestantes-recebem-r-35-para-ir-ato-favor-de-dilma-em-sp
    Somos muito mais do que isso. É uma pena que haja pessoas cujas ideologias, sejam tão destrutivas de neurônio.
    Sugiro o Toni, ler o brilhante artigo do Fernando Gabeira.É brilhante.
    http://opiniao.estadao.com.br/noticias/geral,domingo-e-dia-imp-,1649913

  2. Gildo Henrique

    Ai vírgula ai reticências

Deixe um comentário