Feijó tabela com Rafael e Bruno toca CPI das Desapropriações no Açu

Feijó tabela com Rafael
Praticante assíduo de futevôlei, o deputado federal Paulo Feijó (PR) bateu uma tabela inesperada na manhã do último sábado (04), no Farol de São Thomé. Num verão com menos trios elétricos e mais paz entre os veranistas, enquanto Feijó descansava de uma partida, quem chegou e se sentou ao seu lado, para uma conversa política, após cumprimentar aos demais, foi o prefeito Rafael Diniz (PPS).
Hospital do Hemocentro
O único deputado federal da região se colocou à disposição do prefeito para ajudar Campos em Brasília. Embora tenha destacado que a conversa foi informal, demandando ser aprofundada, Feijó citou um exemplo onde poderia ajudar diretamente: a conclusão projeto do hospital do Hemocentro, no Hospital Ferreira Machado (HFM). Iniciado a partir de uma emenda do parlamentar, ele destacou que verbas federais podem ser também alocadas para equipar a nova unidade, depois que a obra civil for concluída.
Diálogo x distanciamento
Através da sua assessoria, Rafael repetiu ontem seu discurso de campanha, quando prometeu governar aberto ao diálogo não só com quem o apoiou. Eleito deputado no grupo do ex-governador Anthony Garotinho (PR), Feijó apoiou Dr. Chicão (PR) na sucessão de Rosinha Garotinho (PR), vencida ainda no primeiro turno pelo atual prefeito. Mas desde abril de 2016, na aprovação do impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) pela Câmara Federal, com o voto de Feijó e contra a vontade de Garotinho, os dois políticos se distanciaram.
CPI das Desapropriações
Outro político do grupo de Garotinho, o deputado estadual Bruno Dauaire (PR), vem sendo bastante procurado pela imprensa carioca e nacional. Menos pela votação do polêmico pacote do governo Luiz Fernando Pezão (PMDB), a partir de amanhã, na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), que pela CPI das Desapropriações do Porto do Açu. Proposta pelo jovem parlamentar, tudo indica que será aprovada na Alerj e presidida por ele.
InterTV, SBT e Record
Enquanto políticos e empresários, do Rio de Janeiro e São João da Barra, receiam o que Eike Batista possa revelar à Justiça, caso faça delação premiada, Bruno tem falado bastante sobre o objetivo da CPI: violação dos direitos humanos e do valor pago pelas desapropriações. Esclarecendo que sua iniciativa não é contrária ao empreendimento, fundamental para a economia da região, mas à maneira como ele foi imposto aos produtores rurais do Açu, o deputado já foi procurado pela InterTV RJ, SBT e Record para falar sobre o assunto.
Gabeira em SJB
Além das principais emissoras de TV aberta, quem esteve no último final de semana em São João da Barra, para investigar o objeto da CPI proposta por Bruno na Alerj, foi o conhecido jornalista e ex-deputado federal Fernando Gabeira. Em seu programa na Globo News, ele se prepara para trazer, também na TV por assinatura, uma ampla reportagem sobre o caso. Aguardemos as cenas dos próximos capítulos…
Caos no ES
O Espírito Santo, estado vizinho ao do Rio e bem perto de Campos, por diversas vezes já foi destaque pelos seus altos índices de violência, mas nada que se compara ao que está acontecendo com a ausência de grande parte da polícia militar nas ruas. A onda de homicídios e saques está se espalhando por todo território capixaba e se aproxima cada vez mais de cidades perto de Campos. Em Guarapari, praia bastante frequentada por campistas, o medo tomou conta das ruas e tem muito turista colocando as coisas na mala e voltando para casa.
Medo por aqui
Em Campos, a situação da violência também é bastante preocupante. Em seis dias de fevereiro, sete pessoas já foram executadas a tiros, aumentando para 27 o número de assassinatos só em 2017. Um ano que começou seguindo os altos índices de 2016, que superou em quase 62% os homicídios em 2015. A situação se torna mais preocupante quando já começam a circular pelas redes sociais supostos informativos que no próximo dia 10 haverá um movimento dos PMs do Rio semelhante ao que acontece no ES.
Com a colaboração do jornalista Rodrigo Gonçalves

Salvar

fb-share-icon0
20
Pin Share20

Este post tem 2 comentários

  1. Rosana

    E cade? Cade? Cade? o menino maluquinho? onde estara? No pineu? No Joao Viana?

  2. Sandro Santos

    E o Feijó ? Após ser ressuscitado pelo “irmão menininho da Lapa”, assim como alguns veículos de comunicação , já entendeu que para uma sobrevida maior na política , caminho mais curto e ceder aos encantos de Guarus! Enquanto isso, na planície,nada de novo no horizonte. Ação midiática no HFM, mas, a saúde básica, leia-se postos de saúde, a linha de frente, não tem o básico. E os seus secretários ,ma que vieram? Cidade esburacada, sinais de trânsito que não funcionam, enfim, até quando o xororô sobre a “herança ” da outra administração. Ou o jovem é bem intencionado alcaide, acreditava que seria diferente? Meus caros,como não haverá carnaval em Campos, medida acertada, aliás, 2017 começou. Que tal sairmos na frente do restante do país?

Deixe um comentário