Opiniões

Sem suspeita de Covid-19, jovem campista de 28 anos morreu hoje no CCC

 

Centro de Controle e Combate ao Coronavírus (CCC) de Campos, no dia de sua abertura, em 30 de março (Foto: Divulgação)

 

Além das duas novas suspeitas do novo coronavírus em Campos (confira aqui), uma delas em estado grave, o Centro de Controle e Combate ao Coronavírus (CCC) registrou hoje um novo óbito. Foi de um jovem de 28 anos, que teve a suspeita de Covid-19 descartada pela clínica, epidemiologia, laboratório e exame de imagem. Seu diagnóstico, no entanto, não pôde ser divulgado por sigilo médico.

Por questão de procedimento, o material do jovem morto hoje no CCC foi coletado e enviado ao Laboratório Central Noel Nutels (Lacen), credenciado pela secretaria estadual de Saúde para confirmação oficial dos casos de Covid-19. O mesmo que até o presente momento ainda não confirmou a morte (confira aqui) do caminhoneiro Hudisson Pinto dos Santos, de 39 anos, casado e pai de dois filhos pequenos, no último sábado e no mesmo CCC, por Covid-19.

Tudo leva a crer nas informações sobre rapaz morto hoje no CCC, passadas pela Vigilância em Saúde do município. Em cujo comando a médica infectologista Andreya Moreira tem se desdobrado nestes tempos de pandemia, fake news e medo. Mas até em defesa da seriedade desse trabalho, cabem perguntas lógicas, sem as quais não se pratica ciência, incluída a medicina:

1 – Se não tinha diagnóstico de coronavírus, por que o jovem foi internado no Centro de Controle e Combate ao Coronavírus?

2 – Se um doente que não tem suspeita de Covid-19 é internado em um local montado para atender pacientes de Covid-19, ele não correrá o sério risco de se curar da doença original e ganhar de presente uma infecção de Covid-19?

Óbvia como as respostas é a ética pela qual o nome e o local de residência do jovem campista morto hoje no CCC serão resguardados.

 

fb-share-icon0
20
Pin Share20

Deixe uma resposta

Fechar Menu