Opiniões

Palpites para a Copa (antes dela começar)

Na véspera da bola rola na Àfrica do Sul, no blog Folha na Copa (aqui) dei meus palpites (aqui) sobre o favoritos para levantar a Copa, sobre quem será a surpresa do Mundial e os times que passarão da primeira fase. Infelizmente, com a lentidão da net anteontem, por obra e graça da Via Cabo, acabei não reproduzindo o post no mesmo dia, o que faço agora, antes tarde do que nunca, até porque parte das previsões começam a se desenhar com apenas dois dias de Copa…

 

Palpites

Por aluysio, em 10-06-2010 – 19h20

Como em época de Copa, todo mundo se julga credenciado a dar palpites, mesmo um idiota que não sabia quem era Ramires (ex-Cruzeiro e atual Benfica) até os seus dois gols no amistoso recente contra a Tanzânia, aqui vão alguns palpites do blogueiro:

Candidatos ao Título: A Espanha tem o melhor time, o Brasil o melhor retrospecto e a Argentina, apesar de Maradona, os melhores jogadores. A Holanda, com a recuperação do atacante Arjen Robben (Bayer de Munique), e a Inglaterra, com a consistência dos times treinados por Fabio Capello, aparecem correndo por fora.

Candidatos a supresa: Costumam surgir do Leste Europeu ou da África. Nesta Copa, a Eslováquia e a Eslovênia, que se classificaram à Copa no mesmo grupo das Eliminatórias, e a Sérvia, que abriu mão do jogo criativo em nome da competitividade, já surprenderão se chegarem às oitavas. Quanto aos times africanos, Gana seria a candidata mais forte do continente, mas a ausência de Michel Essien (Chelsea), por contusão, e a dúvida quanto a Sulley Muntari (Inter de Milão), complicaram as coisas. Se Didier Drogba estiver em condições e se o treinador sueco Sven-Goran Eriksson (ex da Inglaterra) conseguir transformar bons jogadores num time, a Costa do Marfim poderá fazer bonito, mas pegou o “Grupo da Morte”, com Brasil e Portugal. Só Samuel Eto’o (da Inter), que já viveu melhores dias, deve ser muito pouco para Camarões, que ainda assim disputará com a Dinamarca a segunda vaga no grupo da Holanda. A Nigéria, assim como o atacante camaronês, também não vive seu melhor momento, embora tenha chances na disputa com Coréia do Sul e Grécia pela segunda vaga no grupo da Argentina. Time da casa, a África do Sul de Parreira (que já dirigiu Arábia Saudita, Emirados Árabes e Kwait, mas só venceu jogos em Copas com o Brasil) está no Grupo A, o mais equilibrado do Mundial, junto com França, Uruguai e México. Por fim, a Argélia, representante da África árabe, tem pouquíssimas chances no grupo da Inglaterra, cuja segunda vaga deve ficar com os Estados Unidos. Muito embora deva pegar a Alemanha nas oitavas, a equipe estadunidense é o palpite para supresa do Mundial. Único time a derrotar a Espanha nos últimos anos, na semi-final da Copa das Confederações — sendo derrotado pelo Brasil na final, mas de virada, após marcar 2 a 0 —, os EUA lembram muito o Botafogo campeão estadual: um time limitado tecnicamente, mas sólido na defesa, perigoso no contra-ataque e muito aplicado taticamente, com um pivô alto e forte na frente (Jozzy Altidore, do Villareal da Espanha, que lembra o uruguaio Loco Abreu) e um meia de ligação habilidoso (Landon Donovan, do Los Angeles Galaxy, ao estilo Lúcio Flávio).

Classificados às oitavas: O Grupo A, como já foi dito, é o mais equilibrado. Os palpites vão para França e México, mas pode muito bem dar Uruguai e África do Sul, ou qualquer outra variante. No Grupo B, como também já foi falado, a Argentina é favorita. Na segunda vaga, o palpite é a Nigéria, muito embora possa dar Coréia do Sul. No Grupo C, qualquer resultado que não seja a classificação de Inglaterra e EUA será uma surpresa. No Grupo D, a Alemanha deve ficar com a primeira vaga. Quanto à segunda, na disputa entre Gana e Sérvia, o palpite é africano. No Grupo E, como também foi adiantado, a primeira vaga da Holanda é quase certa, sendo Camarões o palpite na disputa pela segunda com a Dinamarca. No Grupo F, a coisa é parecida, com o franco favoritismo para a Itália e palpite sul-americano a favor do Paraguai, na disputa com a Eslováquia pela segunda vaga. No Grupo G, com a primeira vaga para o Brasil (e é bom ficar, porque o segundo deve pegar a Espanha nas oitavas), o palpite pende mais para Drogba do que para Cristiano Ronaldo, na disputa entre Costa do Marfim e Portugal pela segunda vaga. Por fim, no Grupo H, com a primeira vaga praticamente garantida à Espanha, muito embora o Chile seja favorito para a segunda vaga, o palpite vai para a Suíça.

fb-share-icon0
20
Pin Share20

Deixe uma resposta

Fechar Menu