Nahim e Odisséia

Embora tenham respondido com declarações infelizes à forte reação contra o aumento salarial máximo concedido pelos atuais vereadores aos próximos, o fato é que os oposicionistas Nelson Nahim (PPL) e Odisséia Carvalho (PT) colocaram a cara na reta. Combativos representantes de uma minoria em luta inglória para manter suas cinco cadeiras na Câmara de Campos, mesmo com o total delas passando de 17 para 25, os dois edis tiveram mais coragem que a maioria da situação, cuja opção foi simplesmente ignorar o que não quer ouvir e não tem como responder.

Longe de novidade, a atitude passiva dos governistas reproduz sua negligência nos questionamentos mais elementares diante de tudo que vem da administração Rosinha Garotinho (PR). Os demais oposicionistas, Rogério Matoso (PPS), Marcos Bacellar e Ilsan Vianna (ambos do PDT), não entraram na discussão. O primeiro, embora também tenha votado a favor do reajuste salarial, dele não usufruirá, pois é vice na chapa de Arnaldo Vianna (PDT), enquanto os outros dois desistiram de tentar a reeleição e sequer participaram da sessão do último dia 28, na qual o aumento foi aprovado.

Sem apoio da máquina municipal, que sempre pesa mais na periferia, alvo preferencial do tudo a R$ 1,00 (subsidiado com dinheiro público) dos Garotinho, Nahim e Odisséia precisam mais do voto da “pedra”, geralmente mais consciente e, portanto, mais crítico. Por isso, neles, o golpe da reação ao aumento salarial foi mais acusado. Não por outro motivo, poderiam ter pensado um pouco melhor antes de terem subestimado a indignação popular, à flor da pele nestes tempos de julgamento do Mensalão.

De qualquer maneira, por questão de merecimento pessoal e equilíbrio coletivo, alvissareiro seria se ambos conseguissem se reeleger, possibilidade que o deputado federal Anthony Garotinho (PR) tem se empenhado pessoalmente para impedir, tanto ou mais do que em eleger seus candidatos. Todavia, como as redes sociais e seu eco na Folha têm provado, não basta ter teflon com meia dúzia de blogueiros, inconciliavelmente comprometidos com a militância política de oposição, para calar quem ainda teima em pensar por conta própria.

Publicado na edição de hoje da coluna Ponto Final, da Folha da Manhã.

fb-share-icon0
20
Pin Share20

Este post tem 3 comentários

  1. maria

    Não importa,os dois fazem parte de um turma que queremos LONGE da Câmara dos Vereadores.Nada fizeram até agora e nada farão….

  2. marta

    É Maria,você com certeza absoluta desconhece o trabalho da vereadora Odisséia.A vereadora que mais tem projetos aprovados na Câmara a favor do povo.

  3. Maria

    Mas pisou feio na bola….

Deixe um comentário