Opiniões

Anthony anuncia suspensão até do que Rosinha já pagou à GAP

Página da revista Época com a denúncia do fantasma que passou a assombrar o deputado Anthony e a prefeita Rosinha (clique na imagem para ampliá-la)
Página da revista Época com a denúncia do fantasma que passou a assombrar o deputado Anthony e a prefeita Rosinha (clique na imagem para ampliá-la)

Aqui, o jornalista Alexandre Bastos divulgou na Folha Online que o deputado federal Anthony Matheus, o Garotinho (PR), anunciou em entrevista à rádio CBN (ouça-a aqui) e em seu blog (aqui), que a Prefeitura de Campos irá suspender o contrato de R$ 32 milhões, junto à GAP Comércio e Serviços, relativo ao aluguel de 80 ambulâncias, além de fazer uma licitação de emergência para suprir o serviço prestado pela empresa envolvida em falsificação de documentos, na qual Fernando Trabach Gomes se fez passar por pelo fantasma George Augusto Pereira, conforme denúncia da revista Época. Na entrevista à CBN, Anthony Matheus, o Garotinho, informou que sua esposa, a prefeita Rosinha Matheus (PR), já tinha cancelado o pagamento da empresa há dois meses por falta de documentação.

Além do estanhamento óbvio ao fato de um deputado federal exercer, como se natural (ou legal) fosse, a função de porta voz de um governo municipal, pelo menos a segunda parte do que afirmou Anthony Matheus, o Garotinho, sobre o cancelamento de pagamento à GAP já ter ocorrido há dois meses, não corresponde à realidade. De acordo com o que apurou e divulgou aqui, em seu “Eu penso que…”, o jornalista Ricardo André Vasconcelos, naquela que pode ser considerada sem favor a melhor e mais completa cobertura sobre o caso, o governo de Rosinha liberou R$ 522.928,00, em 30 de abril deste ano, pelo pagamento das notas fiscais 169, 170, 171 e 172, todas emitidas cinco dias antes, no dia 25 de abril. Ou seja, ao contrário do que afirmou aqui o sub-procurador do município Matheus José, em nota oficial da Prefeitura, rapidamente transcrita aqui pelo “porta voz” do governo de Campos, a administração Rosinha não suspendeu aquilo que aqui, em seu próprio Portal da Transparência, divulgou ter pago à GAP.

Abaixo, colhendo o milho já debulhado pelo Ricardo André, seguem as transcrições do pagamento feito pela municipalidade em abril, de notas da GAP emitidas em abril, bem como do trecho da nota oficial que afirma que os pagamentos à empresa, desde março, já haviam sido suspensos pelo governo Rosinha…

(Clique na imagem para ampliá-la)

Atualização à 1h48 de 22/05: Aqui, em seu blog, o jornalista Ricardo André noticiou que na sessão de ontem na Câmara, edis governistas, entre eles a professora Auxiliadora Freitas (PHS), negaram a informação de que a GAP tenha recebido da Prefeitura depois de março.

fb-share-icon0
20
Pin Share20

Este post tem 6 comentários

  1. Quem tem janela de vidro NÃO FAZ FESTA COM O TELHADO DE VIDRO dos outros.

  2. E será que Garotinho sabe disso, Edi ??…

  3. Caraca.Como é possível isto?

  4. Tá fedendo há tempos!

  5. A final de contas quem e o prefeito?
    Garotinho tem esse poder de mandar suspender o pagaMento da empresa GAP. Sera pq só agora que ele foi descobrir que essa empresa era suja? Foi pq apertarão ele? Esse tal de garotinho não emole sujeitinho (trecho excluído pela moderação)

  6. O garotão está com medo?

Deixe uma resposta

Fechar Menu