Opiniões

Com Medel e Vidal, Chile também tem problemas no time titular

Jorge Sampaoli, competente treinador argentino do Chile, na coletiva de agora há pouco, no Mineirão
Jorge Sampaoli, competente treinador argentino do Chile, na coletiva de agora há pouco, no Mineirão

 

Se vai com Fernandinho no lugar de Paulinho no meio de campo, na dúvida entre Daniel Alves ou Maicon na lateral-direita, e apreensivo na zaga com as dores nas costas sentida por David Luiz, o time do treinador Luiz Felipe Scolari não é a único a ter problemas para as oitavas de final de amanhã, contra o Chile. No palco do jogo, no Mineirão, o técnico argentino da seleção chilena, Jorge Sampaoli, encerrou há pouco sua entrevista coletiva sem confirmar a escalação de Gary Medel, volante de origem, mas titular da zaga, que teve problema muscular na coxa esquerda. Já o meia Arturo Vidal, da Juventus de Turim e  um dos mais importantes jogadores do Chile, entrará em campo amanhã, mesmo que tenha voltado a sentir dores no joelho direito operado há 45 dias.

— Medel teve uma distensão muscular ontem [quinta-feira]. Vamos ver. Arturo está em condições para jogar. Se fosse hoje, não jogaria. Porém, ele tem personalidade e característica que nos faz pensar que irá jogar. Com esses jogadores, temos sempre esperança. Esperaremos até ultimo o minuto para que Gary esteja em campo. Entretanto, há coisas imutáveis. Veremos se 24 horas nos darão a oportunidade de chegar lá — disse Sampaoli sobre sua dúvida na zaga. Se Medel não puder jogar, o treinador tem duas possibilidades. Para manter o esquema com três zagueiros, usado na derrota de 2 a 0 para a Holanda, o escolhido será Albornoz. Mas se a opção for mais ofensiva, Valdívia entrará no meio-campo, no clássico esquema tático do 4-4-2.

Sobre a escalação de Arturo Vidal, poupado no último jogo da fase de grupos, contra a Holanda, para disputar em melhores condições a oitava de final, Sampaoli admitiu que o jogador dificilmente poderá atuar durante todos os 90 minutos, muito menos uma possível prorrogação:

— Nós sabemos que Arturo nem esta perto de 100%, mas concordamos com a Juventus (que ele faça parte, pela valentia, pelo símbolo que é. Não sabemos o tempo que aguentará. Ele está fazendo todo o possível para estar presente, já fez isso contra a Espanha.

 

fb-share-icon0
20
Pin Share20

Deixe uma resposta

Fechar Menu