Denúncia de falta de pagamento de eventos pelo Fundo Municipal de Cultura

A falta de pagamento parece se alastrar nos últimos dias do governo Rosinha Garotinho (PR). E a vítima agora é a já combalida cultura goitacá, em editais do Fundo Municipal de Cultura (FMC) publicados em Diário Oficial (DO). Na democracia irrefreável das redes socias, quem faz a denúncia aqui foi a produtora cultural Anna Franthesca, com a respectiva publicação dos editais por serviços que teriam sido prestados, sem ser pagos pela atual administração municipal.

Confira abaixo:

 

Calote

 

 

NOTA FESTIVAL ARTE URBANA: Vamos esclarecer uma coisa aqui eu Anna Franthesca não sou responsável por pagar ninguém, tive essa conversa quando fui convidada a fazer a curadoria do edital , fizemos o regulamento , executamos o evento, mais cabe ao FUNDO MUNICIPAL DE CULTURA liberar as premiações, sei que todos executaram os projetos com EXCELÊNCIA e que todos precisam receber, A PREMIAÇÃO CONSTA NO DIÁRIO OFICIAL está devidamente registrada assinado por Orávio de Campos Soares que até o final desse mandato é o representante da gestão municipal como Presidente do Conselho Municipal de Cultura, assim como todas as documentações foram entregues no prazo em mãos, agora não cabe a mim pagar ninguém e sim a secretaria responsável pela liberação dessa verba, de forma alguma estou tirando o corpo fora pois assim como todos os artistas o meu esposo Andinho Ide precisa também receber, até o presente momento a informação que temos é de que toda documentação foi encaminhada para secretária de Fazenda, somos favoráveis a decisão que tomarem e a cobrar o que é direito dos artistas mas não somos os responsáveis, executamos o projeto assim como todos vocês, já pedimos esclarecimento do pagamento assim como vocês, e estamos exaustos de sermos cobrados, por isso estou fazendo esta postagem, e marcando as pessoas, afim de ter o mesmo esclarecimento, a partir de agora vamos a redes sociais, jornal, TV, o que for necessário, pois é notória a preocupação da mudança de governo e o prazo de final de ano. Enfim, sinto muito que isso esteja acontecendo e espero que seja resolvido o mais rápido possível.

 

Cultura 1

 

 

Cultura 2

Cultura 3

 

Cultura 4

Cultura 5

Cultura 6

 

Atualização às 17h34: O blog fez contato com o presidente do Fundo Municipal de Cultura (FMC), o professor e diretor tetral Orávio de Campos Soares. Mostrando-se bastante preocupado com as denúncias dos eventos abertos a partir do FMC, cujos editais assinou, ele disse que são nove os processos já realizados, mas ainda em aberto: 1) Arte e Grafite, 2) Street Dance, 3) Produção Videográfica, 4) Contação de Histórias, 5) Prêmio de Literatura (Crônicas), 6) Festival Curta de Teatro, 7) Samba de Terreiro, 8) Folia de Reis e 9) Poesia Rap.

Orávio garantiu que os processos foram todos encaminhados à secretaria municipal de Fazenda. E admitiu que nem ele sabe o motivo pelo qual os pagamentos ainda não teriam sido honrados pelo governo Rosinha.

Em sequência, o blog procurou o secretário de Fazenda Roberto Landes, que se mostrou bastante solícito. Ele anotou os nove processos mencionados por Orávio e, após uma consulta interna, deu retorno. Segundo ele, seis pagamentos relativos ao FMC já foram autorizados: dois no valor de R$ 2.904,80, cada; um datado de 03/11, para Poesia Rap, e outro, de 23/11, para Street Dance. Além de outros quatro também de 03/11, todos destinados à Premiação de Jovens Talentos, sendo dois de R$ 3.736,13 e outros dois, de R$ 5.219,36.

Quanto a outros pagamentos ainda em aberto, Landes disse que eles podem ainda estar cumprindo os trâmites burocráticos antes de chegarem à Fazenda do município.

 

Leia a matéria completa amanhã (07) na capa da Folha Dois, na Folha da Manhã

 

fb-share-icon0
20
Pin Share20

Este post tem 4 comentários

  1. Henrique

    O dinheiro que vcs não receberam foi pra o advogando de cinco milhões que o chefe da quadrilha usou td história cuidado com o Avião preto japonês da federal vaivim ai

  2. gevaldo

    interessante isso!!!! na propaganda política alguns representantes da área defenderam com unhas e dentes este governo!!!

  3. Eu não vejo uma matéria da mulher de Cabral.(Trecho excluído pela moderação).Porque será?Os advogados de Cabral são do Ministerio público.

Deixe um comentário