Opiniões

Neném e Fred: Roupa suja na “paternidade” da Ficha Limpa foi lavada em Casa

Ao contrário do que garantiu aqui ao blog, o vereador Luiz Alberto Neném (PTB), chegou não só a pensar, como realmente preparou uma representação contra o oposicionista Fred Machado (PSB), sob alegação de quebra de decoro parlamentar. Mas também ao contrário do que afirmou aqui o jornalista Saulo Pessanha, o governista acabou não pedindo a cassação do mandato do colega de Câmara, como chegou a anunciar em sua fala no plenário, na sessão de ontem. Aqui, no último dia 18, Fred havia acusado Neném de roubar sua ideia de implantar a Lei da Ficha Limpa em todos os cargos do Executivo e Legislativo de Campos, apresentada como emenda modificativa da Lei Orgânica, desde o dia 11 de abril, seis dias antes do governista propor o mesmo, a partir de projeto de lei apresentado no dia 17. Assim como, no dia 19, Neném garantiu que sabia da iniciativa de Fred e não havia roubado a ideia de ninguém.

Ocorre que antes da sessão de ontem, na sala do presidente da Câmara Edson Batista (PTB), que já tinha defendido aqui a iniciativa de Neném, este e Fred se reuniram e esclareceram a questão. Diante da garantia de Edson de que Neném não teve acesso prévio à proposta de emenda de Fred, este se desculpou com o colega pela acusação e o verbo empregado. Embora tenha chegado a mostrar a representação já preparada contra o oposicionista, por quebra de decoro, Neném aceitou o pedido de desculpas, decidindo encerrar a questão. Todavia, na sessão que se seguiu à reunião reservada, como já havia preparado antes seu discurso, Neném acabou não suprimindo o trecho final, lendo também a parte em que anunciaria a representação contra Fred, mesmo depois de já ter desistido de fazê-la.

Assim, a roupa suja da discussão pela “paternidade” da Ficha Limpa entre os vereadores, na verdade proposta e aprovada pela ex-vereadora petista Odisséia Carvalho desde a Legislatura passada (relembre aqui), acabou mesmo sendo lavada em Casa.

fb-share-icon0
20
Pin Share20

Este post tem 6 comentários

  1. Nós, que estamos alinhados com a oposição em todos os atos de interesse da população, aproveitamos aqui a oportunidade para dizer que na audiência pública da Lei Orgânica na Câmara, no dia 04/04/2013, no pronunciamento do nosso diretor geral do OBSERVATÓRIO DE CONTROLE DO SETOR PÚBLICO aqui, José Paes, pleiteamos naquela oportunidade, a inclusão desse princípio na Lei Orgânica em elaboração. O vereador Fred Machado, incorporou a proposta e apresentou na forma de emenda.

    O que todos queremos, independente da paternidade da “idéia”, e da inocuidade dessa celeuma, a não ser como estratégia para cassar o mandato do nobre Edil, é a inclusão do critério da ficha limpa naquele diploma maior, pra valer para os dois Poderes e Autarquias municipais.

  2. depende da roupa, essa tinha que ser lavada no plenário da câmara mesmo…parabéns neném.

  3. Caro Gustavo,

    Recomendo a leitura do artigo transcrito dois posts acima.

    Abç e grato pela colaboração!

    Aluysio

  4. Esse vereador n tem nada de nenen.. (trecho excluído pela moderação) ..mas enfim…e tao facil ser vassalo dos garotinhos e ter um rolo compressor na camara naum é nenen…FRED A LUTA VAI SER ÁRDUA MAS N SE DEIXE ABATER COM OS VASSALOS DA ROSINHA…E DO CORONEL BOLINHA…

  5. Nao importa a paternidade e sim o resultado favoravel.

  6. triste e lamentavel ver um cidadao (trecho excluído pela moderação) como nenem roubar ideias, pq simplesmente (trecho excluído pela moderação) !!!

    Faz o que Garotinho mandam, (trecho excluído pela moderação) nem sabe o que esta fazendo !!! Faz por fazer, pq foi MANDADO !!!

    Acho o mais importante a ideia, quem idealizou, isso sim e importante !! Pq simplesmente mostra quem realmente faz…

    TRISTE CAMPOS !

Deixe uma resposta

Fechar Menu