Opiniões

Crítica de cinema — Animação inusitada

Cinematógrafo

 

 

Bob esponja 1

 

 

Mateusinho 4Bob Esponja — Um herói fora d’água — Além de insólito, extraordinário, incomum, inusitado significa, em sua raiz, fora do lugar. Stephen Hillenburg, biólogo marinho, transportou para a animação o mundo que domina muito bem, mas de forma inusitada. Além de cientista, ele é artista, não se preocupando com a veracidade em suas criações, notadamente Bob Esponja Calça Quadrada. Sua criatividade é também inusitada na medida em que inverte e cria uma nova realidade.

No fundo do mar que ele concebe, Bob Esponja é a personagem central de sua turma, com Lula Molusco, uma lula irritadiça, Patrick, uma estrela do mar afeminada, Sr. Siriguejo, um siri dono de um Fastfood, uma esquila que vive embaixo do mar com um escafandro. A Fenda Biquini é o lugar fora de lugar onde Bob Esponja vive com sua exótica turma.

O que Hillenburg faz é colocar sob as águas do mar o mundo continental, em que os personagens tomam banho de sol e contam com outros meios típicos da superfície da terra. E, nesse contexto esdrúxulo, o autor parodia e ironiza filmes.

Agora, com “Bob Esponja: um herói fora d’água”, Hillenburg, em seu segundo longa, inverte a inversão: o ambiente continental no fundo do mar vem para a superfície continental. Quem depende do oxigênio dissolvido da água, vive em atmosfera livre, como os animais pulmonados. Hillenburg está consciente dessa inversão por sua formação acadêmica. Esse mundo seco pode ser visto em 3D pelos espectadores.

Como sempre, Plakton, o vilão, tenta novamente subtrair a receita de hambúrguer. Ele é o vilão. Até nesse ponto existe humor. Parodiando os filmes apocalípticos, Hillenburg transforma a Fenda de Biquini num mundo futuro e desolado, como em “Mad Max”. A natureza se apodera da casa de Bob Esponja, como em “Eu sou a lenda”. Sandy pira com os cálculos sobre documentos deixados por alguém, como em “Presságio”. Mas, no final, o bem triunfa sobre o mal e toda a turma do nosso herói se confraterniza.

A segunda animação do inteligente criador de Bob Esponja é repleta de referências e metalinguagem, arrancando gargalhadas do público infantil e adolescente, mas se dirigindo aos adultos conhecedores de cinema.

 

Mateusinho viu

 

Publicado hoje na Folha Dois

 

Confira o trailer do filme:

 

 

fb-share-icon0
20
Pin Share20

Deixe uma resposta

Fechar Menu