Opiniões

Artigo do domingo (II) — O esgotamento do modelo dos Garotinho em Campos

esgotado

 

 

Wilson Diniz e Ranulfo Vidigal bonecos
De cima para baixo, os economistas e analistas políticos Wilson Diniz e Ranulfo Vidigal

Por Wilson Diniz e Ranulfo Vidigal

 

As manchetes do jornal Folha da Manhã ilustram uma série de reportagens sobre os desmandos financeiros da Prefeitura de Campos. Prisões na área da Saúde (aqui), perda em aplicações no mercado financeiro de R$ 110 milhões (aqui, aqui, aqui e aqui), queda de popularidade do governo local nas pesquisas (aqui, aqui, aqui, aqui, aqui e aqui) e muita retórica, com pouca ação concreta escondendo as verdadeiras justificativas que explicam (aqui) o declínio da receita de R$ 106 milhões no caixa da Prefeitura e que, neste ano, já chega a R$ 268 milhões, decorrente da crise do preço do barril do petróleo.

A titular do mandato eletivo — coadjuvante do seu marido e secretário de Governo Garotinho — deveria ir à imprensa e admitir que durante seu governo, desde 2009, recebeu mais de R$ 17 bilhões de repasses dos royalties do petróleo e aplicou injustificadamente em programas populistas, de baixo grau de resolutividade, ou seja, sem gerar desenvolvimento e emprego formal na indústria e agricultura, além de pouco priorizar a Saúde e a Educação do Ensino Básico no município.

Com jeito dócil e interpretando scripts fragmentados de uma peça estafante escrita por seu marido, disfarça e simula números pouco críveis, que não explicam a incompetência da gestão, em administrar receitas anuais de mais de R$ 2,5 bilhões por ano — uma das 20 dotações mais elevadas entre as 5.550 prefeituras brasileiras.

Sabe ela que prefeituras de cidades com a mesma população têm receitas muito menores, mas apresentam indicadores socioeconômicos muito elevado comparado com o município campista que importou as políticas de Hugo Chaves e de Nicolás Maduro.

Para esclarecer ao grupo desta oligarquia provinciana, que comanda Campos há 30 anos, administrando o caixa da Prefeitura como trampolim para projetos pessoais ambiciosos do secretário de Governo, escolhemos cinco outros municípios para fazermos comparações de como, com receitas muito menores, a cidade poderia ser administrada. Vejamos o rol elencado que optamos para comparações:

 

Info artigo Wilson Diniz e Ranulfo Vidigal 17-05-15

 

O quadro acima serve de lente de aumento para a prefeita e seu marido enxerguem as discrepâncias dos números entre cidades com população, quase semelhantes e com receitas muito menores possuem indicadores da Educação que colocam alguns municípios no ranking entre os melhores do país, enquanto Campos está na posição vergonhosa fotografada na 1.427º colocação.

A cidade de São José do Rio Preto, interior de São Paulo, destaca-se entre as elencadas. Com a receita de R$ 1.1 bilhões — menos da metade de Campos —, gasta 22% de sua receita na pasta da Educação e ocupa no ranking a 50º posição. E aí, prefeita, como se explica que a cidade governada pelo seu marido, com receita de R$ 2,5 bilhões/ano, está entre as piores cidades do país, comparada a dos grotões do Nordeste?

Como se explica que São José dos Campos gasta R$ 494 milhões na Educação, representando 26% da receita e o seu governo, com tanto dinheiro no caixa, investe apenas 14%?

Quando comparamos Campos com Niterói e Santos, o quadro é mais dramático. As duas cidades estão entre dez melhores no ranking do IDH, enquanto Campos, no IDH da Educação, tem a classificação de 0,61, índice considerado baixo até para cidades do interior do Maranhão governada pela família Sarney.

A nossa elite política governista da capital do açúcar e dos royalties tem que dar satisfação ao povo campista sem falsa retórica, para disfarçar e simular números fictícios na tentativa de justificar tantos desmandos.

Nós assinamos este artigo, com a convicção de estamos dando uma pequena contribuição, ao acalorado debate que se instala na cidade onde a sociedade campista aos poucos, desmascara esta peça de teatro de ópera bufa, interpretada por uma brilhante atriz coadjuvante, mas escrita pelo seu marido secretário de governo.

A fotografia da última pesquisa publicada (aqui) pela Folha da Manhã, prova que o atual modelo de governo de Campos se esgotou. A oposição unida pode ser algoz desse reinado.

 

Publicado hoje na Folha da Manhã

 

fb-share-icon0
20
Pin Share20

Este post tem 17 comentários

  1. Não aguentamos mais esse desgoverno , agora se a oposição não se unir teremos depois das eleições um boneco a mando da mesma (trecho excluído pela moderação) atual .

  2. Devemos ter o cuidado de não sermos tentado ao pensamento simplista, à presumir que o fato de estar em oposição ao atual governo, significa de fato ruptura com atual modelo de gestão. Urge, um amplo debate sobre o esgotamento do modelo vigente. Problematizar a estrutura piramidal do poder. Objetivando, encontrar alternativas que viabilize as demandas da população.
    O que queremos: requentar modelos? ou ruptura. O novo é sempre desafiador.

  3. Blá,blá,blá…estamos num “imperialismo absolutista campista”. Sabem o que é? Estamos sendo desgovernados pela mesma pessoa no minimo ha vinte anos. Desafio será romper com esse governo e sair desse caos que estamos passando. Comparo Campos a Portugal lá em 1500, quando Portugal possuía grandes riquezas e ainda assim era um país que não investia na ciência, nas tecnologias de ponta. Assim é Campos hj com cara do imperialismo português.

  4. Quando o corpo está doente, ele emite sinais claros de que está falindo e precisa de tratamento. Comparação esdruxula também podemos fazer a um carro defeituoso ou quando um câncer esvai a saúde de alguém e precisa ser extirpado urgentemente. Esses índices de incompetência e descaso é fruto de uma política obtusa e prosélita dos arraiais nordestinos. É politica maldosa, venenosa e degradante, que envergonha não só o povo mas às instituições que deveriam fiscalizar e condenar tais descalabros. O resultado está aí, à mostra, para todos verem. O caos instalado no Município e em todas as suas repartições dizem bem o que acontece nos corredores do poder provinciano. Os números e os indicadores refletem com clareza gritante o tipo de administração retardada, maldosa e ignorante desse grupo pútrido que submete sua terra e sua gente à miséria e à submissão, distribuindo esmola ao invés de progresso e desenvolvimento. Poderiam escrever seus nomes na história como grandes administradores públicos, mas preferem ser escarnecidos e odiados, assim como o fazem os ditadores e déspotas esclarecidos.

  5. O grande problema que a saída da família garotinho do poder abre espaço para a volta de Arnaldo Vianna, que fez um péssimo segundo governo, e que seus sucessores fizeram também como o Mocaiber, por isto a volta dos Garotinhos. E Outra, é interessante observamos que na matéria sobre o Mercado municipal aqui na Folha mesmo, demostrou que de todos os projetos da época do Arnaldo, só saiu aquela praça horrorosa que custou milhões, fora os outros que não saíram do papel, agora pergunto, a (trecho excluído pela moderação) que é de oposição aos garotinhos vai bancar um Arnaldo da vida de novo fazendo barbeiragem na prefeitura????? Eu como cidadão e opositor ao desgoverno populista dos Garotinhos não…!

  6. 70% dos vereadores de Campos dos Goytacazes uma vez reeleitos cantarão na cartilha da situação, seja ela qual for, o que falta neles? Ombridade e caráter! Logo, penso que a população não deveria votar em nenhum dos que lá estão. Há de se pensar em REVOLUÇÃO, esta que só se faz com verdadeira MUDANÇA.Mudemos os rumos do legislativo a partir de hoje, ousemos cada um de nós a semear a semente da mudança.Mas como? Temos nossos pares, seja no local de trabalho, na família, no convívio social(clubes, igrejas, etc),enfim, façamos nossa parte enquanto cidadãos, acreditando que com argumentos verdadeiros e persuasivos, não haverá jeito para os mentirosos prevalecerem. ACREDITEM, UNI-VOS!

  7. Povo Campista vamos ficar de olho nas proximas eleiçoes em quem o coronel bola vai apostar para prefeito,teremos a oportunidade de eliminar ou aniquilar esse grupo maldito que hoje so adoecem nossa cidade,vamos todos corpo a corpo para as filas,praças e etc alertar a todos o quanto sera prejudicial a nossa cidade,a continuaçao dessa aberraçao de desgoverno.

    *********VAMOS DAR UM BASTA NESSE (trecho excluído pela moderação) ROSA**************

  8. Nós, não estamos mais aguentando esse desgoverno, já passou da hora da população de Campos da uma resposta nas urnas para essa família que só pensa em se dar bem, Campos merece coisa melhor.

  9. O ATUAL MODELO POLÍTICO DE CAMPOS, QUE JÁ DURA SEUS 30 ANOS, SÓ FUNCIONA PORQUÊ O POVO ASSIM O DESEJOU, A GRANDE MASSA QUE SE ENTREGOU AO “FANATISMO POPULISTA” DEU SEU AVAL, E PASMEM, SEM PREVISÃO DE ACABAR, POIS AS MAZELAS DA IGNORÂNCIA SE TORNAM SEMPRE UM PRATO CHEIO PARA OS QUE VIVEM DESSA POLÍTICA E SABEM COM EXCELÊNCIA OS CAMINHOS PARA CONTINUAR NO PODER…
    – ASSIM É O BRASIL!!!!

  10. HÁ MUITO TEMPO EU VENHO FALANDO AQUI NA FOLHA DA MANHA, SOBRE A QUANTIDADE DE DINHEIRO DOS ROYALTIES QUE A PREFEITURA DE CAMPOS VEM RECEBENDO POR ANO E NADA DE MUDANÇA NA CIDADE!
    COMO ESSE DINHEIRO DESAPARECE?
    É MAIS SIMPLES QUE IMAGINAMOS…TUDO QUE SE FAZ, É HIPERFATURADO.
    LEMBRA DOS BANHEIROS QUÍMICOS ALUGADOS POR MAIS DE R$200.000,00?
    O PROJETO DA PREFEITURA DAS CASAS POPULARES É OUTRO EXEMPLO. PARA CADA CASA QUE SE FAZ, O DINHEIRO APLICADO NELA, DARIA PARA FAZER OUTRAS 10 CASAS.
    INFELIZMENTE ISSO NUNCA VAI MUDAR!
    ESPERO QUE OS CAMPISTAS TENHAM SE CANSADO DA FAMÍLIA GAROTINHO, QUE JÁ DOMINAM A POLÍTICA DE CAMPOS HÁ MAIS DE 30 ANOS E NADA FIZERAM POR CAMPOS.
    QUADRA ESPORTIVA QUE ELES ESTÃO INAURUGANDO EM ALGUNS BAIRROS, PODEM ATÉ SER UMA BOA INICIATIVA NÃO FOSSE 2 CERTEZAS: OBRAS HIPERFATURADAS E O ABANDONO QUE SERÁ DAQUI ALGUNS ANOS, COMO TUDO QUEBRADO E ABANDONADO A PRÓPRIA SORTE! DUVIDAM? É SÓ ESPERAR PARA VER!

  11. só quero fazer uma perguntinha técnica? será que ninguém vê que vivemos uma espécie de ditadura municipal?????

  12. Garotinho lançará o seu candidato a Prefeito, vai ganhar, e passados até 2 anos de mandatos, o próprio Garotinho vai dizer que este Prefeito que ele elegeu não presta mais. Aconteceu com Sergio Mendes e Arnaldo Viana. É muita Hipocrisia!!!!

  13. Alguma coisa há de acontecer, de modo que jamais esta família e seus marionetes consigam novamente o Poder.
    Com uma Prefeita que entrega a sua diplomação, literalmente, na mão do seu (…) esposo, e depois o nomeia ‘Secretário’, é uma falta de respeito aos cidadãos campistas!

    Os ‘mesmos’ financiam e elegem os piores vereadores possíveis! Ineptos, comandados por um cidadão com mente e intenções duvidosas, e ainda por cima um “presidente de câmara” que perdeu o respeito às suas funções, completamente. Vivemos a maior imoralidade política da história do município! Qualquer coisa é melhor do que esta gente.

    Além de todo este desajuste, ainda há os “secretários” que também são comandados pelo mesmo “dono”. Maior desgraça, impossível!

  14. ABSURDO ! ESTAMOS À BEIRA DE UM PRECIPÍCIO .

  15. Não adiante mostrar estas estastísticas e nnem mesmo outras comparações,quando vier as próximas eleições o povo burro daqui de campos irá votar novamente neste comunistas/facistas/socialistas.São ditadores (MOR)e a população se vende por cincoentinhas, e para as próximas irão ter uma grande inflação que será dde duzentinhos. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  16. Não adianta mostrar estas estastísticas e nem mesmo outras comparações,quando vier as próximas eleições o povo burro daqui de campos irá votar novamente neste comunistas/facistas/socialistas.São ditadores (MOR)e a população se vende por cincoentinhas, e para as próximas irão ter uma grande inflação que será dde duzentinhos. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  17. CADA P0VO TEM O GOVERNO QUE MERECE E ELEGEU, PONTO FINAL!!!!

Deixe uma resposta para andrezza Cancelar resposta

Fechar Menu