Opiniões

“Pudim não é problema nosso. É dele, do Picciani e de Garotinho”

Pudim de abacaxi

 

 

Médico, articulista da Folha, ex-candidato a prefeito de Campos e a deputado federal, Makhoul Moussallem
Médico, articulista da Folha, ex-candidato a prefeito de Campos e a deputado federal, Makhoul Moussallem

Sucessão Municipal

Por Makhoul Moussallem

 

De pronto vou deixar bem claro: não sou candidato a nada no pleito municipal de 2016. Ganhando os candidatos que apoiarei a vereadores e prefeito, não quero nem cargo de aspone. Participo, mas não entro. Portanto o que eu falar ou escrever, posturas e atitudes que tomar, não estarei pleiteando nada para mim e nem para os meus. Nunca legislei e não legislo em causa própria. Pelo que já realizei em prol da população de Campos na área da saúde (implantação do primeiro Pronto Socorro de Campos, fundação e viabilização da Unimed-Campos, implantação do Hospital Escola Álvaro Alvim, representação da medicina de Campos no Conselho Regional e Federal de Medicina, entre outras ações), e por ter me colocado como candidato a prefeito e a deputado federal — não ficando só no na zona de conforto daqueles que apenas discursam, mas não põem a cara na reta — estou a cavaleiro para opinar e participar como cidadão da política municipal, regional e nacional.

Isto posto, entremos na análise da sucessão que o Fernando Leite (aqui) no domingo, o Ricardo André (aqui) a seguir e  Geraldo Machado, na quarta feira, colocaram em discussão. Permito-me discordar do Leite, quando coloca que o Pudim é o mais preparado para a tarefa de governar Campos após a atual gestão. Pergunto: baseado em qual histórico de atividades dele? Acho louvável a lealdade e a fidelidade que este devotava ou devota ao grupo político do qual fazia ou ainda faz parte. O fato de ele querer sair do PR e ir para o PMDB não o torna desleal, nem tampouco infiel às suas origens. Pode ser que seja uma simples estratégia de enfrentamento do grupo para a dura batalha que vem pela frente. Parece-me que também a deputada federal Clarissa sairá do PR, se já não saiu, e vai para outro partido, e nem por isso está sendo taxada de traidora da própria família.

Diz o provérbio libanês “Não durmas entre as sepulturas e não tenhas pesadelos”. Por que vamos ficar perdendo nosso precioso tempo e discutindo se Pudim saiu ou não saiu do grupo e dormimos preocupados com esta questão? Não precisamos ter essa dúvida; não é problema nosso. É dele, do Picciani e do Garotinho. Além do mais, mesmo que tenha saído, sabemos que o uso do cachimbo faz a boca torta; daí conclui-se que as suas práticas e visão da gestão pública deve ser a mesma do Garotinho e do Picciani, o que em definitivo não nos serve. Portanto, não durmamos no cemitério e não tenhamos pesadelo. Nada tenho de pessoal contra o Pudim, até porque gosto muito de pudim. Tenho é contra a maneira de se fazer a política e a gestão pública do grupo do qual fazia ou faz parte.

 

Publicado hoje na Folha da Manhã

 

fb-share-icon0
20
Pin Share20

Este post tem 19 comentários

  1. Boas falas.”o uso do cachimbo faz a boca torta; daí conclui-se que as suas práticas e visão da gestão pública deve ser a mesma do Garotinho e do Picciani, o que em definitivo não nos serve” . ” a maneira de se fazer a política e a gestão pública do grupo do qual fazia ou faz parte”. Colocações perfeitas.

  2. Ate, que vc se enchergou, olhou num espelho e entendeu, que nao serve so iria fazer mal ou seja piorar, o municipio, gracas a Deus, que teve bom senso, pelo o menos isto.

  3. Muito lúcido, consequentemente coerente o depoimento do Dr. Makhoul!

    Resumindo à expressão mais simples, realmente, o problema é mesmo do Garotinho, e digo mais, é do próprio Pudim, e ele sabe disso.Até aqui, jamais foi dono de suas próprias pernas, o tempo todo esteve “comandado” pelo Garotinho.

    É como “pixe”! Isto não desgruda com facilidade. Se há uma manobra para que o Pudim se eleja, alguém não tem a menor noção de realidade, o que, aliás, não me causa o mínimo espanto: É normal nos petulantes e arrogantes perder a noção de realidade.

    Neste “xarope” todo, o que me causou algum espanto mesmo, foi esta declaração curiosamente espontânea do Jornalista Fernando Leite. Confesso que fiquei um tanto estarrecido ou decepcionado, mas me lembrei em tempo, que o mesmo também é político, logo, nada há para espantar, afinal, ele conviveu com o mesmo “mentor” do Pudim…

  4. Parabéns ao Dr pela lúcida escrita!

  5. Excelente colocação!
    Devemos rezar diante as sepulturas para dar caminho aqueles que já partiram ou estão prestes a partir.
    Quanto aos pesadelos, devemos procurar suas origens e cuidar para que tenhamos noites de sono tranquilo e dias menos temerosos.
    No mais, se cada um fizer sua parte, garanto que teremos uma sociedade mais justa, uma melhor distribuição de direitos e uma vida mais tranquila onde poderemos viver segundo a vontade de Nosso Senhor e Salvador, Jesus Cristo, e não sob a vontade políticos tiranos e centralizadores, que surgem de acordo com as situações que são criadas dentro e fora da política.
    Estamos chegando a trinta anos de um grupo político que atrasou a história de Campos dos Goytacazes em mais de 50 de anos. Nilo Peçanha, José do Patrocínio, Benta Pereira, Barcelos Martins, Zezé Barbosa, Alair Ferreira e muitos outros que enalteceram e não envergonharam o nome de “CAMPOS”, devem estar se remoendo e se revirando em seus túmulos.
    O próximo prefeito do Município terá que começar do negativo e levará alguns anos para equilibrar e sanar esta horrenda e negativa situação em que se encontra.
    Para tirá-la do buraco no qual, Campos dos Goytacazes, foi colocada, nossos representantes, tanto no Executivo quanta no Legislativo, não podem ser repetidos, porém, se for do mesmo grupo, aí, vai continuar chovendo no molhado e/ou costurando o remendado.
    Administração Pública é coisa séria e não brincadeira de “criancinha”, principalmente se for brincadeira de mal gosto. Com um orçamento bilionário e o Município quebrado, onde o Legislativo não cumpre o seu papel e o Executivo “dá carta e joga de mão”, isto não é brincadeira, É CRIME!

  6. Concordo plenamente, pois, o capacho mesmo depois de lavado, não deixa de ser o que sempre foi.CAPACHO.

  7. Não é de hoje que os lobos, quando percebem que o pelo está cheio de sangue, tentam virar cordeiros em pele nova.

    Alguém ai se lembra da sigla partidária PFL? E qual é a sigla que hoje tem os mesmos nomes que o PFL tinha?

    O PR está mais sujo que pau de galinheiro, a saída agora é sair fora e encampar em alguma legenda nanica para num futuro próximo transforma-la “em um partido honesto e que luta pela população”.

  8. Belas e lúcidas palavras e vindo de uma pessoas honrada e que muito já fez e faz por Campos na área da saúde.Tenho os mesmos pensamentos do Savio em relação ao F.leite…quem te viu? É de estarrecer!

  9. LI TUDO AQUI, DESDE O QUE DISSE O Makhoul, ATÉ OS COMENTÁRIOS DOS LEITORES E POSSO DIZER QUE, AS PESSOAS ESTÃO MAIS MADURAS E ENCHERGANDO BEM A SITUAÇÃO DE CAMPOS.
    OS CAMPISTAS JÁ NÃO AGUENTAM MAIS O DOMÍNIO DOS “GAROTINHOS” EM NOSSA CIDADE.
    GAROTINHO, PUDIM, ROSINHA, CLARISSE E TODOS QUE O APOIAM NA CÂMARA DOS VEREADORES, (trecho excluído pela moderação) E QUEREM A TODO CUSTO, UM EMPRÉSTIMO BILIONÁRIO, PARA SER PAGO NOS PRÓXIMOS 30 ANOS, ISSO NÃO TEM O MENOR CABIMENTO! SE ISTO ACONTECER, CAMPOS SERÁ UMA CIDADE FALIDA!!
    RECENTEMENTE ROSINHA E CHICÃO TIVERAM SEUS MANDATOS CASSADOS PELA JUSTIÇA!

  10. Realmente é incrível como os políticos de Campos temem o Garotinho. De fato foi um grande político. Inteligente, articulador, estrategista. Mas isso até o seu jeito de fazer política dar certo. Atualmente ele está mais perdido que cego em tiroteio e mais sozinho do que pensa. O eleitorado do garotinho está descontente e desacreditado com o governo. Prova disso foi o fiasco da última eleição para governador. E digo mais, o grupo político do garotinho está respirando por aparelhos, se essa venda dos royalties não se concretizar, aí já era. Torço por isso!

  11. Concordo com o amigo Dr Mackool,para que ,alimentar,discursões que procuram em beneficio de apontar qual o melhor para a velha politica de pequenos grupos,só por não ter mais a famosa fortuna roubadas da prefeitura para campanhas publicas ,a escolha perlo que se observa,vai na contra mão de tudo que se praticava,ou seja o candidato mais aceito,sera o mais barato de se eleger,já que não temos dinheiro para comprar ,impor nossa vontade,vamos deixar que escolha o mais barato de nosso grupo para se eleger.”NEM NÓS QUE VIVEMOS NA POLITICA LOCAL,QUE SOMOS POLITICOS ,AGUENTAMOS MAIS,ESTAS PRATICAS,APLICADAS EM CAMPOS”

  12. ( *pelo)

  13. Esse PUDIM não tem preparo nenhum para administrar esse município, se que o grupo que ele foi CAPACHO tantos anos não teve, deixou a cidade da forma que esta, como ele vai administrar, sabe de nada esse inocente. Chega desse Grupinho que querem vender o futuro nosso de nossos filhos e netos. Com um orçamento bilionário e ainda assim a cidade esta quebrada. FORA ESSE GRUPINHO, temos sangue novo, com ideias novas, vamos pensar nisso.

  14. Adorei.Perfeitas as tuas colocações ,não poderia ser diferente ,posto que é um dos homens mais inteligentes de Campos ,que eu conheço

  15. Concordo que isto é possìvelmente ,uma manobra política

  16. “NUNCA HOUVE POLITICO,NESTE ULTIMOS TRINTA ANOS EM CAMPOS,PELO QUE ME CONSTA TODOS DEPENDERAM DA LUZ E DÁ VONTADE DE UM GAROTINHO,ATÉ A CHAMADA OPOSIÇÃO DE HJ,SAIU DO COLO DO GAROTINHO,SÓ PORQUE OU FORAM PELEGOS DELE, OU SE REVOLTARAM POR NÃO GANHAR UM BISCOITO.

  17. SAUDADE DAS DISCURSÕES SOLIDAS DO CALÇADA DA OPOSIÇÃO ,SAUDADE DA OPOSIÇÃO DO GAROTINHO AO GOVERNO DE ZEZÉ BARBOSA

  18. NO RIO EXISTIA A MALANDRAGEM,HOJE EXISTE A VAGABUNDAGEM,EM CAMPOS EXISTIA A POLITICA,HOJE EXISTE A POLITICAGEM

  19. GAROTINHO E TEUS COLABORADORES,SE AFOGARAM NO MAR DE ILUSÕES QUE CRIARAM,PROMETIAM SE SALVADORES DO GOVERNO ZEZÉ BARBOSA,HOJE SE COLOCAM NA POSIÇÃO DO ACUSADO,SE TORNARAM ALGOS DE SI MESMO

Deixe uma resposta

Fechar Menu