Opiniões

Para mais de sete entre cada 10 campistas, governo Rosinha é exemplo a não ser seguido

(Infográfico de Eliabe de Souza, o Cássio Jr.)
(Infográfico de Eliabe de Souza, o Cássio Jr. — clique na imagem para ampliá-la)

 

Você quer ver mudanças na maneira de administrar Campos a partir de 1º de janeiro de 2017? Pois para 73,9%, ou mais de sete entre cada 10 campistas, o governo Rosinha Garotinho (PR) serve apenas como exemplo a não ser seguido pelo prefeito que será eleito em outubro de 2016.

De acordo com a pesquisa do instituto Pro4, realizada com 981 eleitores das sete Zonas Eleitorais (ZEs) do município, entre 22 e 24 de outubro, hoje 39,1% do eleitorado campista quer mudança total do sucessor de Rosinha. Foi a maior parcela, seguida dos 34,8% que querem mudar muita coisa. Apenas 14,3% quem poucas mudanças na maneira rosácea de governar, enquanto irrisórios 6,1% desejam total continuidade. Em outras palavras, em cada 10 campistas, menos de um quer manter as coisas como estão. A margem de erro da amostragem é de 3,1 pontos percentuais para mais, ou menos.

Esse sentimento de mudança já tinha sido revelado em outros índices da mesma pesquisa Pro4 divulgada desde a edição último domingo (08/11), na qual foi revelado (aqui) que se tivesse condições jurídicas e se a eleição fosse hoje, Arnaldo Vianna (PDT) seria eleito prefeito mais uma vez, e em turno único, com 55,2% dos votos válidos. Este foi o resultado da consulta estimulada, muito embora o pedetista tenha liderado com folga também a espontânea (19,2%), na qual Rosinha apareceu em segundo lugar (com distantes 3,8%), e seu marido e secretário de Governo, Anthony Garotinho (PR), teve a lembrança de apenas 0,2% dos campistas — exato 0,1 ponto percentual à frente de Beto Cabeludo (aqui), que disputou pelo PTB, mas não venceu a última eleição para vereador.

A liderança de Arnaldo na corrida à sucessão de Rosinha, embora não tão folgada, foi também registrada por uma pesquisa do instituto Pappel, que ouviu 1.400 eleitores entre 21 e 28 de outubro, para conferir ao ex-prefeito 29,43% das intenções de voto na consulta estimulada, seguido do vereador independente Alexandre Tadeu, o “Tô Contigo” (PRB), com 11,29%, e do vereador de oposição Rafael Diniz (PPS), com 8%. A pesquisa foi divulgada (aqui) pelo Blog do Bastos, na Folha Online, na última sexta-feira (13/11), e (aqui) na edição de ontem (14/11) da Folha da Manhã.

 

Publicado hoje na Folha da Manhã

 

fb-share-icon0
20
Pin Share20

Este post tem um comentário

  1. OU MUDA TUDO OU VAMOS PARA O BURACO DE UMA VEZ, COMEÇANDO PELA PREFEITURA E TROCANDO TODOS OS VEREADORES DA PREFEITA, SÓ ASSIM PRA CAMPOS VOLTAR A CRESCER.

Deixe uma resposta

Fechar Menu