Opiniões

Com dois candidatos, Garotinho aposta na divisão da oposição para tirá-la do 2º turno

Oposição reunida em 23 de dezembro de 2015 (foto: divulgação)
Oposição reunida para a câmera em 23 de dezembro de 2015 (foto: divulgação)

 

 

Seis pré-candidatos de Garotinho no último dia 1º de março (foto: divulgação)
Seis pré-candidatos de Garotinho em pose de amigos no último dia 1º de março (foto: divulgação)

 

 

Por Aluysio Abreu Barbosa

 

“Garotinho sabe que a melhor chance do seu grupo é lançar duas candidaturas a prefeito. No segundo turno, com o desgaste muito grande do governo, qualquer candidato de oposição leva vantagem no enfrentamento contra qualquer rosáceo. Baseado em números, a ideia é levar dois governistas ao segundo turno, liquidando a fatura desde o primeiro. Se a oposição se fragmentar nesse bando de candidaturas anunciadas, estará fazendo o jogo de Garotinho”. O raciocínio é de alguém que conhece como poucos, pessoal e politicamente, o modus operandi do ex-governador, ex-prefeito, ex-deputado e atual secretário de Governo de Campos: seu irmão, o ex-vereador Nelson Nahim (DEM).

Publicamente, nenhum dos seis pré-candidatos governistas já definidos à sucessão da prefeita Rosinha Garotinho (PR) admite. Informalmente, todos dentro e fora do grupo já sabem: serão duas candidaturas rosáceas à Prefeitura de Campos. A primeira já estaria definida com a filiação (aqui) do vereador Mauro Silva ao PSDB pelas mãos do próprio senador Aécio Neves (PSDB-MG), em Brasília, no último dia 25. A outra cabeça de chapa rosácea será disputada entre o vice-prefeito Chicão Oliveira (PR), os vereadores Edson Batista (PTB) e Auxiliadora (PHS), e os secretários municipais Fábio Ribeiro (PR) e Thiago Ferrugem (PR).

Foi Ferrugem quem, em entrevista à Folha (aqui), bateu pé pela necessidade do PR em também apresentar candidatura própria a prefeito. Assim, como Mauro foi o primeiro a viabilizar seu caminho fora do grupo e com um apoio nacional de peso, diminuem as chances de Edson e Auxiliadora na disputa pela outra vaga, que seria preenchida por um dos três pré-candidatos abrigados no partido dos Garotinho: Chicão, Fábio ou Ferrugem.

Enquanto isso, na oposição, já são seis as pré-candidaturas à sucessão de Rosinha: dos deputados estaduais João Peixoto (PSDC) e Geraldo Pudim (PMDB), dos vereadores Rafael Diniz (PPS) e Nildo Cardoso (PSD), do ex Rogério Matoso (PMB) e de Caio Vianna (PTB), filho do ex-prefeito Arnaldo Vianna (PTB), que continua com muito voto, mas inelegível. Da bancada dita “independente”, que não estão no governo, nem na oposição, há mais duas pré-candidaturas a prefeito: dos vereadores Alexandre Tadeu, o “Tô Contigo” (PRB), e Gil Vianna (PSB). Também o Psol estaria pensando em lançar nome próprio à sucessão de Rosinha, segundo já informou Leo Zanzi, dirigente municipal do partido.

— Se todas essas candidaturas se consumarem na eleição, estarão entregando esta nas mãos de Garotinho. O DEM está fazendo seu papel. Conversamos nesta semana com Caio e Arnaldo, e com Pudim. Na segunda (amanhã), estaremos com Rafael. Enquanto partido, ainda não definimos nosso apoio, apenas que ele será dado a um candidato da oposição. Mas, na minha visão, de alguém que conhece a maneira de pensar de Garotinho, a oposição não pode ter mais de três pré-candidaturas. Venho falando isso desde lá detrás, há seis meses, muito antes de Mauro ir para o PSDB — alerta Nahim.

O ex-presidente da Câmara usa de números para tentar explicar a estratégia eleitoral do irmão para perder a Prefeitura de Campos:

— Campos teve quase 280 mil votos válidos na última eleição. Todas as pesquisas eleitorais feitas de lá para cá, de institutos daqui e de fora, mostram que de cada 10 pessoas, três ainda votam no governo. Trinta por cento de 280 mil vai dar quase 100 mil votos, mesmo com o governo desgastado. Se Garotinho conseguir dividir isso com algum equilíbrio entre seus dois candidatos, um com uns 50 mil votos, outro com uns 40 mil, seria muito difícil para um candidato oposicionista conseguir superar o segundo colocado governista, com a votação da oposição pulverizada com seis, oito candidaturas.

 

Página 2 da edição de hoje (03/03) da Folha
Página 2 da edição de hoje (06/03) da Folha

 

Publicado hoje (06/03) na Folha da Manhã

 

fb-share-icon0
20
Pin Share20

Este post tem 13 comentários

  1. Sem sobra de dúvidas o rapaz da lapa esta certo, até porque, não existe oposição, já que se juntar todos os nomes que se dizem de oposição na política da cidade não da um por ser todos fracos, sem projeto para o município e com a visão totalmente distorcida em relação a complexidade do que seja governar uma cidade como Campos dos Goytacazes, que esta mergulhada em dividas quase que sem fim, fruto de um desgoverno afiançado por uma câmara de vereadores irresponsável e sem o mínimo de consciência político administrativa e sem compaixão pela nossa população que tanto sofre.

    E não adianta culpar a crise do petróleo não, porque se fizermos um cálculo de todos os recursos que a cidade recebeu, desde que foi feito o PRIMEIRO DEPÓSITO dos recursos proveniente da compensação dos royalties do petróleo na conta de prefeitura de Campos dos Goytacazes, podemos afirmar que os recursos depositados ao longo destes anos até os dias atuais foi imenso, só que todos aqueles que passaram pela administração da cidade como prefeito e vereadores de 1985 até os dias atuais, só se preocuparam em dilapidar o erário público deixando a nossa cidade na situação vexatória em que se encontra.

    Enfim, quem morava em favela passou a ter casa e carro pra andar, quem era pobre ficou rico, quem era rico ficou milionário ou seja, se gritar pela ladrão não fica um meu irmão, pra contar essa história triste em que a nossa cidade esta mergulhada.

    Como diz o Boris Casoy em seu bordão jornalístico “ISTO É UMA VERGONHA”.

    Alberto Coutinho
    Secretário Geral da Executiva Municipal do Psdc de Campos dos Goytacazes e Membro do Diretório do Partido.

  2. A primeira pergunta: Porque é dado ao Bolachudo, o poder de escolher canditados para a chapa do Governo, ele é o xerife de Campos?
    A segumda pergunta: Vocês acham que os campistas são burros a ponto de votarem nos candidatos do Bolachudo?
    Acho que não!
    ROSA MURCHA e o Bolachudo se preparem, logo estaremos tirando vocês do poder!

  3. alguns amigos meus e inclusive politicos que tenho acesso é testemunha que uma de minha principal preocupação é essa! e tenho postado em comentárois da folha e em meu face e dei e dou mais uma vez a sugestão: faça uma pesquisa séria entre todos que valerão os votos e analisem entre os oposicionistas os dois com melhor aprovação e menos rejeição e lançam como candidatos: e o tô contigo deva masmo ser lançado pelo seu partido, sendo assim viria 3 candidatos contra a maquina e salgaria o pirão do rapazinho da lapa:pós um dos 3 chegaria ao segundo turno e venceria o grupo atual. ao meu ver nunca foi tão facil venver o rapazinho, mais se a oposição for vaidosa e individualista perderá um jogo ganho: e ai com um pais demogratico como vivo vou dizer o seguinte pra oposição: vocês alimentando a vaidade serão uns BURROS DE ORELHA BEM GRANDE. ouçam a preferencia dos campistas nas pesquisas e não venham sem ser desejado pelo povo!

  4. Garotinho leva a eleição, de novo. Isso é tão certo como Deus é bom. O cara é aguia e a “oposicao” é uma piada. Gostem ou não, o Garotinho é um estrategista ardiloso, um politico profissional, é de uma inteligencia e capacidade inigualavel em Campos. Dentre outras coisas…. A venda do futuro, feita pelo Governador que foi eleito com o apoio aqui da oposicao, vai virar arma poderosa dele na hora dos embates. Aguardem e verão.

    1. KKKKKKKKK ESSA EU PAGO PRA VER . UM GOVERNO FALIDO FINANCEIRAMENTE E POLITICAMENTE … VÃO PASSAR VERGONHA, NÃO PASSAM DOS 50 MIL VOTOS.

  5. Mauro se deu bem indo para o PSDB; Terá um grande proveito da popularidade do Aecio. Pena ser ligado ao Ditador.

  6. São 3 os candidatos do Garotinho, esqueceram do Pudim.

  7. Vale lembrar que o Pudim tbm deverá vir como candidato. Sendo assim, o Garotinho teria três representantes.

  8. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    O GOVERNO ATUAL VAI PASSAR MAIOR VERGONHA NESTAS ELEIÇÕES MUNICIPAIS DE 2016 EM CAMPOS DOS GOYTACAZES – RJ. SÃO ELES QUE NÃO VÃO CHEGAR AO SEGUNDO TURNO E DIGO MAIS: NÃO PASSARÃO DE 50 MIL VOTOS MESMO SOMANDO OS DOIS CANDIDATOS DO GOVERNO MUNICIPAL.

    PERDEU! CAMPOS VOLTA A SER DO POVO.

  9. SE JUNTAR OS DOIS NÃO FAZ NEM A METADE DE UM.

    O PODER DO GOVERNO COR DE ROSA DESBOTADO FOI PARA O RALO.

  10. Qual é a novidade na matéria? Todos sabemos que a oposição Campista não quer resolver o problema de Campos e sim alimentar seu ego sendo prefeito(a) da cidade, que por mais endividado que esteja, ainda tem renda.

    Se o clan dos garotinhos ganharem novamente, o mérito é único e exclusivo da oposição campista.

    Continuo acreditando que chuvisco faz mal ao cérebro, só assim para termos nativos tão burros.

  11. aguinaldo vc deve mamar e muito e muito nas tetas desses decaidos.

  12. Aecio ja perdeu popoularidade em campos, se e que tinha, lancando candidato de ditador.

Deixe uma resposta

Fechar Menu