Opiniões

Dá para confiar na promessa de Pezão de entregar ponte entre SJB e SFI até 2018?

 

 

 

Ponte da Integração até 2018?

A Ponte da Integração sobre o rio Paraíba do Sul, entre São João da Barra (SJB) e São Francisco de Itabapoana (SFI), terá as obras retomadas em setembro e concluídas até o fim de 2018. É o que aposta o deputado estadual João Peixoto (PSDC), a partir do saneamento das finanças do Estado do Rio com a ajuda da União. Com o presidente da Câmara sanjoanense, vereador Aluizio Siqueira (PP), Peixoto esteve no final de junho no Palácio Guanabara. Do governador Luiz Fernando Pezão (PMDB), os dois parlamentares ouviram: “Não vou começar nenhuma obra nova, mas terminarei todas as iniciadas, incluindo a Ponte da Integração”.

 

Retrospecto das promessas

Considerada de vital importância não são para SJB e SFI, como também para Campos, a Ponte da Integração não tem, no entanto, um retrospecto de promessas cumpridas pelo governo fluminense. Após dois processos licitatórios complicados, as obras só foram iniciadas em fevereiro de 2014, ano em que Pezão se elegeria governador. Mas ela foi paralisada em janeiro de 2016 e até agora não voltou. Ademais, sobre as promessas do governador de colocar os salários do próprio funcionalismo em dia, basta perguntar aos servidores estaduais de SJB, SFI e Campos, que ontem teve novo protesto na Uenf pela falta de pagamento.

 

Portas abertas no PSDC

Sobre PSDC, do qual é o presidente estadual, Peixoto talvez possa falar com mais segurança do que do cumprimento das promessas de Pezão. Ainda que seja louvável o esforço do deputado pela retomada das obras da Ponte da Integração. João disse que seu partido trabalha para lançar candidatos próprios em Campos a deputado federal e estadual. Embora ele próprio assuma sua pré-candidatura à reeleição pela Alerj, disse que já convidou os dois vereadores da  legenda no município a tentarem a sorte nas urnas em 2018: José Carlos e Cláudio Andrade. “As portas estão abertas a quem quiser se lançar”, disse o experiente deputado.

 

Rodada de negócios

Em meio a tantas notícias ruins no setor econômico, o agronegócio de Campos e da região tem uma ótima oportunidade de movimentar o setor. Acontece na próxima quarta-feira, das 15h às 17h, no auditório da Fundação Rural de Campos, a Rodada de Negócios, com o objetivo de incentivar investimentos e fomentar parcerias no setor primário.  A realização é do Grupo Barcelos em parceria com a GR Agrárite.

 

Dilema tucano

O PSDB enfrenta uma dúvida cruel se sai ou não do governo Michel Temer (PMDB). O dilema está relacionado a um pragmatismo eleitoral de médio prazo. O partido foi um dos instrumentos e força no impeachment de Dilma Rousseff (PT). Tem muita responsabilidade pelo atual governo. Simplesmente não pode sair à francesa. Temer bate recordes de impopularidade. A campanha eleitoral estará em andamento dentro de um ano e um mês, e quem estiver a ele vinculado terá de arcar com o desgaste.

 

Reunião

“É isso ou nada”. Foi assim que o presidente da Coagro, Frederico Paes, resumiu a reunião na última quinta-feira, na sede regional da Firjan, quando representantes de três indústrias do setor sucroenergético — que conta com duas usinas de açúcar (a Coagro e a Paraíso) e de álcool (Canabrava) — pela primeira vez estiveram juntos numa entrevista coletiva para anunciar projetos de integração na busca de objetivos comuns. É a crise que mais uma vez aparece como parteira de grandes soluções.

 

Violência

Volta a Campos o flagelo da violência nos estádios com todos os seus aspectos sombrios e irracionais. Logo, merecem toda repulsa as práticas de banditismo que cercaram o jogo entre Goytacaz x Americano, na última quarta-feira, nas imediações do Aryzão. Triste, em um momento excepcional em que se apostava na retomada da força e pujança do futebol campista com a volta do público a prestigiar o centenário clássico.

 

Com a colaboração dos jornalistas Aldir Sales e Paulo Renato Porto

 

Publicado hoje (08) na Folha da Manhã

 

fb-share-icon0
20
Pin Share20

Este post tem 4 comentários

  1. ainda tem eleitor que acredita em papai noel,deputado que só faz promessa,esta em todo governo prometendo tudo que no final não traz beneficio para nossa cidade,lamentável

  2. ainda tem eleitor que acredita em papai noel,deputado que só faz promessa,esta em todo governo prometendo tudo que no final não traz beneficio para nossa cidade,lamentável

  3. É a PONTE DO K.Ô. Já fazendo uso da velha gíria carioca. Vão abandonar o SEGUNDO esqueleto de ponte na região (lembram.da Ponte João Figueiredo?…pois é!) É muita Cara-de-pau. A verba jah estava liberada e deveria estar direcionada apenas para a conclusão da ponte. Bom…QUEM VIVER..VERÁ!!

  4. E a ponte minha geeente?…nada neh?!..rs..bom..era de se imaginar..NADA…A PO TE DO K.Ô.

Deixe uma resposta

Fechar Menu