Opiniões

Conselho à esquerda goitacá para outubro: “que não seja festiva, em resumo”

 

Servidor público federal, Edmundo Siqueira estreou como blogueiro do Folha1 com uma cobertura jornalística irretocável sobre a greve dos médicos na Saúde Pública de Campos (relembre aqui), em agosto de 2019. Em 2020, ano de eleições municipais, ele parece disposto a retomar o ritmo.

Ao comentar a polêmica aberta com a posição (aqui) do petista André Ceciliano, presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), que gerou forte reação do PT de Campos, com críticas igualmente contundentes do sociólogo e professor da Uenf Roberto Dutra, Edmundo fez uma postagem no sábado (25). Que, confesso, só tive tempo para ler neste domingo (26).

Edmundo Siqueira, servidor federal e blogueiro do Folha1

Com um dia de atraso, indico antes tarde do que nunca: a análise do Edmundo vale a leitura. Sobretudo pela esquerda goitacá que não pretenda sair das urnas de outubro com a descoberta de que a luz no fim do túnel era, mais uma vez, a do trem na direção contrária. Abaixo, um trecho da postagem feita por um analista de orientação política progressista, que merece ser conferida na íntegra aqui:

 

“Em Campos o recente episódio André Ceciliano X Roberto Dutra X Odisséia Carvalho (entenda aqui) evidencia as dificuldades internas de partidos progressistas promoverem a tal “união da esquerda”. É preciso levar em consideração o excessivo desgaste do Partido dos Trabalhadores (PT) para as forças de esquerda sejam vitoriosas em novas eleições e que estejam unidas. Seria preciso um reconhecimento do PT de seus erros, que foram muitos e graves, uma reformulação interna aliada a modernização do pensamento, menos alijada do ‘homem comum’, que dialogue mais com a realidade fática e menos com um marxismo ultrapassado e anacrônico e com um pensamento gramsciano batido e visivelmente fracassado nas trincheiras extra-cultura. Que não seja esquerda festiva, em resumo”.

 

Este post tem um comentário

  1. É extremamente importante o Campo Progressista lançar um Projeto para o próximo Pleito.
    Não apenas para marcar posição como tem sido nos últimos anos, e não conseguem avançar.
    Desde o ano passado, um grupo de Pessoas debatem quase que semanalmente, a criação de um novo modelo de políticas públicas para o nosso município. Um Projeto Alternativo e sólido para nossa População.
    Um Modelo que pensa no desenvolvimento de Campos. E que tem como base a ruptura desse atual modelo gastador que passa de Governo em Governo, alimentando os Tradicionais Grupos políticos da nossa Cidade. Um Projeto Liderado Por Edimar Azevedo da Rede Sustentabilidade. Que na minha opinião, pode ser o inicio de um Grande Debate no Campo Progressista, de maneira diferente e construtiva. Capaz de conduzir um novo momento para a Politica Goytacá.
    Parabéns Edmundo pela intervenção e na construção de um importante debate!!!

Deixe uma resposta

Fechar Menu