Opiniões

Com menos da metade das urnas, é possível afirmar: 2º turno entre Wladimir e Caio

 

Wladimir Garotinho e Caio Vianna (Montagem: Eliabe de Souza, o Cássio Jr.)

 

Em 10 de outubro, antes da divulgação de qualquer pesquisa a prefeito de Campos, foi registrado aqui, em artigo de análise: “se o encontro entre eleitor e urna fosse hoje, um segundo turno entre Wladimir Garotinho (PSD) e Caio Vianna (PDT) não pagaria muito nas casas de aposta”. O encontro foi hoje, 36 dias depois. E com 43,47% das urnas de Campos apuradas, já é possível confirmar o que só a leitura político/eleitoral pode antecipar: Wladimir e Caio disputarão o segundo turno em 29 de novembro.

Naquele mesmo artigo publicado em 10 de outubro, foi também registrada a força da campanha de Dr. Bruno Calil (SD), comandada pelo deputado estadual Rodrigo Bacellar (SD). Se não foi suficiente para tomar a segunda posição de Caio, foi fundamental para evitar que Wladimir ganhasse no primeiro turno.

A questão não está nos números absolutos, mas na proporção, que pouco se importa se o universo são de 360 mil ou 36 milhões de eleitores. Campos tem quatro Zonas Eleitorais e, com menos da metade dos votos totais apurados, Wladimir só está levando no primeiro turno em uma: a 129ª ZE  (53,4% a 23,5% de Caio). Ganha também, mas bem abaixo dos 50,1%, na 76ª ZE  (44,9% a 30,7%) e na 75ª ZE, (36,3 a 29,5%). Em empate técnico, ele vem perdendo para Caio na 98ª ZE (28,3% a 28,5%). O fato é que se Wladimir só ganha no primeiro turno em uma, das quatro ZEs de Campos, a eleição terá segundo turno.

 

Com Christiano Abreu Barbosa

 

Este post tem um comentário

  1. Dois jovens que vieram de berços políticos, que disputarão o segundo turno. E que saia vitorioso, o que for melhor para Campos.

Deixe uma resposta

Fechar Menu