Após dar R$ 700 mil a Clarissa, PT quer Garotinho apoiando Haddad

 

 

Presidente estadual do PT, Washington Quaquá confirmou ontem que o partido negocia com Anthony Garotinho (PRP) para seu apoio ao presidenciável Fernando Haddad. As conversas ocorriam desde a pré-campanha, mas cada um foi para o seu lado depois que o PT lançou Márcia Tiburi ao Palácio Guanabara. Como na pesquisa Ibope divulgada ontem, Tiburi não foi além dos 3%, enquanto Garotinho cresceu de 12% a 16%, empatando na segunda colocação na disputa a governador com Romário Faria (Pode), o namoro foi retomado:

— Eu liguei ontem (segunda) para o Garotinho. Ele me disse que vai votar no Haddad, mas que não declararia apoio agora, porque precisaria discutir melhor. Temos dialogado, mas quem fecha as alianças nacionais é a coordenação nacional. Agora é hora de unir o Brasil numa frente democrática. É um nível de apoio que a coordenação nacional teria de vir ao Rio — disse Quaquá.

Para garantir o interesse “republicano” das negociações, a aliança nacional entre PT e Pros, partido da deputada federal Clarissa Garotinho, rendeu a ela uma transferência de R$ 700 mil para a campanha de reeleição, feita pela direção nacional petista. Não por outro motivo, assessores de Garotinho confirmam que ele continua com bom trânsito com o partido de Haddad e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso desde 7 de abril por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Quaquá, que recebeu do apenas R$ 431 mil do próprio partido para sua campanha de deputado federal, já havia tentado o apoio de Eduardo Paes (DEM), líder isolado em todas as pesquisas a governador. Mas o ex-prefeito do Rio negou qualquer interesse:

— Não há nenhuma tratativa nem conversa nesse sentido. Até porque o Hadad não faz parte da minha aliança e não tenho tido qualquer conversa com o PT. Manterei minha neutralidade.

A relação entre Garotinho e o PT é tão antiga quanto conflituosa. Ele foi eleito governador em 1998, com a petista Benedita da Silva como vice. Mas os dois não demoraram muito a romper. Em 1999, Garotinho classificou o PT, que ainda estava na sua base, como “partido da boquinha”, em referência à fome da legenda por cargos no governo estadual.

Benedita assumiu como governadora após Garotinho sair para concorrer à presidência em 2002. Mesmo no cargo, a petista seria derrotada no primeiro turno por Rosinha, mulher de Garotinho. Naquela época, o casal da Lapa era filiado ao PMDB e aliado próximo dos hoje adversários Sérgio Cabral e Eduardo Cunha.

 

Com informações de matéria publicada aqui em O Globo

 

Atualização às 10h41: Aqui, o jornalista Saulo Pessanha já havia noticiado o caso

 

fb-share-icon0
20
Pin Share20

Este post tem 11 comentários

  1. carlos heitor

    Garotinho deu apoio ao Crivela para governo do estado, quando fora derrotado, no primeiro turno, para Crivella, resultado, levaram um pezão na bunda!!!! A familia dos garotinhos é isso aí, querem dindin, veja o caso da filha, citado na matéria, como garotinho por antecipação, já sabe que não será eleito, com certeza, está em busca de um boquinha, em alguma secretária, quiça ministério, já estivera próximo no governo da Dilma, em troca de voto, ou não presença, da filha em votação do impedimento da Dilma.

  2. LUIZ

    ACUSAR O PT POR FAZER DOAÇÃO EM DINHEIRO PARA ALICIAR CORRELIGIONÁRIO OU APOIO POLÍTICO-PARTIDÁRIO PRECISA SER PROVADA MATERIALMENTE, E NÃO APENAS DIFUNDIDA PELA MÍDIA COMO SE ESTA ESTIVESSE NA CONDIÇÃO DE “MÃE DA VERDADE”, FATO QUE VEM SENDO DESMENTIDO PELAS PRÓPRIAS MATÉRIAS VEICULADAS, POIS NÃO CONDIZEM COM A REALIDADE. ESSAS AFIRMAÇÕES NÃO PASSAM DE SOFISMAS DE DISCURSO PARA ENGANAR OS ELEITORES DESINFORMADOS OU AQUELES CUJAS REFERÊNCIAS SÃO AS NOTÍCIAS TORPES E DESVIRTUADAS DOS FATOS DIVULGADAS PELA MÍDIA TELEVISIVA E JORNALÍSTICA. COMO SE PODE PERCEBER HOJE NO BRASIL, OS MEIOS DE COMUNICAÇÕES CLÁSSICOS ENCONTRAM-SE NUMA CAMPANHA ENSANDECIDA CONTRA O PARTIDO DOS TRABALHADORES, FAZENDO CORO COM AS CALÚNIAS, AS DIFAMAÇÕES PARA ESCONDER OS INTERESSES ESPÚRIOS (DE CANALHAS) TANTO DE PARLAMENTARES QUANTO DE CANDIDATOS TOTALMENTE DESCOMPROMETIDOS E DESCOLADOS DOS INTERESSES DA CLASSE TRABALHADORA, DO POVO E DA NAÇÃO BRASILEIRA, MAS DISFARÇADAMENTE INTERESSADOS NOS LUCROS DAS EMPRESAS DAS QUAIS POSSUEM AÇÕES, OU MESMO NAS TAXAS DE JUROS ACRESCIDAS AOS SEUS INVESTIMENTOS ESPECULATIVOS FINANCEIROS OU IMOBILIÁRIOS. PASME AMIGO LEITOR, O PREÇO DISSO É BASTANTE ALTO, POIS DOA-SE O PATRIMÔNIO PÚBLICO PARA EMPRESAS MULTINACIONAIS, DESEMPREGA-SE TRABALHADORES, REDUZ-SE OS SEUS DIREITOS E SOLAPA-SE A SUA APOSENTADORIA. TUDO ISSO PARA MANTER NADA MAIS NADA MENOS DO QUE 5% A 10% DOS BRASILEIROS (RICOS) FLANANDO NA RIQUEZA. E O RESTANTE ? NA MISÉRIA, NA CRIMINALIDADE, SEM SAÚDE PÚBLICA DE QUALIDADE, SEM EDUCAÇÃO GRATUITA E EXEMPLAR PARA OS SEUS FILHOS. PENSE BASTANTE, POIS NÃO É COM FALÁCIAS DE QUE TAL CANDIDATO VAI DISTRIBUIR PORTE DE ARMA, INSTILANDO ÓDIO E PRECONCEITOS ÉTNICO-RACIAIS , ALÉM DE ADOTAR POSTURA INTOLERANTE E AGRESSIVA CONTRA DIFERENTES GRUPOS, MOVIMENTOS DE GÊNERO E DE CAMADAS SOCIAIS QUE SAIREMOS DESSE FOSSO SEM FUNDO CRIADO POR ESSES MESMOS APOIADORES DESSA INFAME CANDIDATURA POSTA COMO SOLUÇÃO PARA O PAÍS. FORA FASCISTAS !

    1. Aluysio Abreu Barbosa

      Caro Luiz,

      A direção nacional do PT transferiu R$ 700 milhões do dinheiro público a Clarissa, não porque quer o apoio de Garotinho, mas porque ela é bonitinha. Se acredita mesmo nisso, com toda a ficha corrida do PT, não chegaria nem a dizer que você é “desinformado”, “torpe”, “desvirtuado”, “ensandecido”, “caluniador”, “difamador”, ou “CANALHA”. Só aconselharia consultar os dados oficiais do TSE para não passar publicamente como idiota: http://divulgacandcontas.tse.jus.br/divulga/#/candidato/2018/2022802018/RJ/190000607870/integra/receitas

      Grato pela chance de ressaltar o óbvio!

      Aluysio

  3. Jurema

    As 10 frases mais polêmicas de Jair Bolsonaro

    O presidenciável Jair Bolsonaro (PSL-RJ) é autor de frases difíceis de acreditar que tenham sido proferidas por um ser humano:

    1. “O erro da ditadura foi torturar e não matar.” (Jair Bolsonaro, em discussão com manifestantes)

    2. “Pinochet devia ter matado mais gente.” (Bolsonaro sobre a ditadura chilena de Augusto Pinochet. Disponível na revista Veja, edição 1575, de 2 de Dezembro de 1998 – Página 39)

    3. “Seria incapaz de amar um filho homossexual. Prefiro que um filho meu morra num acidente do que apareça com um bigodudo por aí.” (Jair Bolsonaro em entrevista sobre homossexualidade na revista Playboy)

    4. “Não te estupro porque você não merece.” (Jair Messias Bolsonaro, para a deputada federal Maria do Rosário)

    5. “Eu não corro esse risco, meus filhos foram muito bem educados” (Bolsonaro para Preta Gil, sobre o que faria se seus filhos se relacionassem com uma mulher negra ou com homossexuais)

    6. “A PM devia ter matado 1.000 e não 111 presos.” (Bolsonaro, sobre o Massacre do Carandiru)

    7. “Não vou combater nem discriminar, mas, se eu vir dois homens se beijando na rua, vou bater.” (Afirmação de Jair Bolsonaro após caçoar de FHC sobre este segurar uma bandeira com as cores do arco-íris)

    8. “Você é uma idiota. Você é uma analfabeta. Está censurada!”. (Declaração irritada de Jair Bolsonaro ao ser entrevistado pela repórter Manuela Borges, da Rede TV. A jornalista decidiu processar o deputado após os ataques)

    9. “Parlamentar não deve andar de ônibus”. (Declaração publicada pelo jornal O Dia em 2013)

    10. “Mulher deve ganhar salário menor porque engravida” (Bolsonaro justificou a frase: “quando ela voltar [da licença-maternidade], vai ter mais um mês de férias, ou seja, trabalhou cinco meses em um ano”)

    1. Marcos Paulo

      Sra Jurema, gostaria de encontrar 10 frases de lula e dilma, mas parei pra pensar e me lembrei que eles nem sabem fazer uma frase… eee Campos…

  4. Cristiane

    Vice de Bolsonaro, Mourão, também critica 13º salário e adicional de férias

    O candidato a vice-presidente na chapa de Jair Bolsonaro (PSL), general Hamilton Mourão (PRTB), criticou, em palestra na Câmara de Dirigentes Lojistas de Uruguaiana (RS), na última terça-feira, 25, o pagamento de 13º salário e o pagamento do adicional de férias no Brasil. Para o general reformado do Exército, os direitos trabalhistas são “jabuticabas” — isto é, ocorrem só no Brasil e em mais nenhum outro país do mundo. Mourão defendeu uma “implementação séria da reforma trabalhista”.

  5. Frederico

    Marcos Paulo(“eles nem sabem fazer uma frase”), QUALQUER INDIVÍDUO É CAPAZ, SEM EXCEÇÃO, DE PRODUZIR UMA FRASE.

    ESTUDE A DIFERENÇA ENTRE :frase, oração e período

    FRASE
    Tem-se por frase um enunciado que possui sentido completo, capaz de transmitir significado por si só. Independente de seu tamanho – a frase pode ser curta, média ou longa – pode-se transmitir através da frase ordens, sentimentos, desejos e ideias.

    Uma frase sempre terminará com o devido sinal de pontuação, que pode ser o ponto final, reticências, interrogação, exclamação ou os dois-pontos. Ela poderá ou não conter verbo, e ainda assim será considerada uma frase.

    Exemplos:

    Socorro!
    Muito obrigada!
    Com quem você esteve?
    “Tudo seco em redor.” (Graciliano Ramos)
    Preciso da sua ajuda.

    ORAÇÃO
    Assim como a frase, a oração também é um enunciado no qual está contido completo sentido e significado. No entanto, é necessário que se contenha uma locução verbal ou um verbo no enunciado, para que ele possa ser considerado uma oração. O verbo pode estar explícito ou subentendido, mas se faz necessário em todas as orações.

    Exemplos:

    As férias de julho estão se aproximando.
    Finalmente pude alcançar meu objetivo!
    A menina banhou-se na piscina.

    PERÍODO
    Os períodos são os enunciados organizados em oração ou orações. Quando possui apenas uma oração, é caracterizado como período simples; já quando possui mais de uma oração, é chamado de período composto. Também deve ser finalizado sempre com o devido sinal de pontuação.

    Exemplos:

    Período simples: “A ignorância do bem é a causa do mal.” (Demócrito)
    Período composto: “O gato não nos afaga, afaga-se em nós.” (Machado de Assis)

  6. Paulo Henrique

    Em 6 meses será difícil encontrar alguém que diga que votou no Bolsonaro.

Deixe um comentário